segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Brasil deve se espelhar em Cuba só quanto aos avanços na saúde e na educação, diz vereadora natalense

Sobre uma postagem feita na minha página PESSOAL no Facebook, venho esclarecer que não tive intuito de promover o preconceito entre regiões. Porém, em relação ao resultado da eleição presidencial realizada neste domingo (26), não há dúvidas de que há uma clara divisão no Brasil. Se observamos bem o mapa divulgado pela própria imprensa exibindo o resultado da votação em cada estado, pode-se perceber que a eleição realmente foi regionalizada.

Presenciamos uma campanha que dividiu o país em etnias e classes sociais eivada de preconceitos e maniqueísmos, o que resulta no estímulo ao espírito separatista. Quem fez o discurso da separação, por exemplo, entre pobres e ricos?

Estive em Cuba há cerca de cinco anos e confirmei o avanço na educação e na saúde e a falta de liberdade, até de ir e vir. Reafirmo que o meu desejo é de que o Brasil possa se espelhar em Cuba no que diz respeito à saúde e à educação, mas nunca na ausência da liberdade de expressão. Por esse motivo, inclusive, acredito que tenho o direito de expressar o que penso. Sobre a educação, registre-se que o Nordeste tem mais da metade dos analfabetos desse país (53,6%).

Sou professora há mais de 50 anos e sempre tive uma postura pautada pela ética, transparência e defesa da minha liberdade de expressão. Vivo em um país em que o direito de expressar o que penso é assegurado pela Constituição Federal e posso, portanto, manifestar minhas ideias.

Prof. Eleika Bezerra
Vereadora em Natal


domingo, 26 de outubro de 2014

Artigo de Paulo Afonso Linhares

DOIS BRASIS

Paulo Afonso Linhares

É intensa a guerrilha dos jovens eleitores nas mídias sociais, partidários de Dilma Rousseff ou de Aécio Neves, numa faina diuturna e repetitiva em que não faltam desde algumas tiradas de bom humor até os raivosos, virulentos e agressivos ataques aos candidatos, seus apoiadores e instituições a eles vinculadas. Em sua maioria, são jovens entre dezoito e vinte e cinco anos. Sem trocadilhos, nessa faixa de idade são comuns as necedades, os arroubos e os discutidos tanto na linguagem quanto tocante às regras da boa educação. Ressalte-se, porém, que, em razão de um feixe de complexos fatores sociais, políticos e econômicos, um clima eletrizante tomou de conta do segundo turno da  eleição presidencial de 2014, disputada por Dilma Rousseff como representante de um conjunto de forças de centro-esquerda, de um lado, e por Aécio Neves, que capitaneia enorme bloco político de centro-direita, impondo  à cena política uma dinâmica inusitada de um renhido confronto político e ideológico que tem plasmado a atenção da sociedade brasileira como um todo, não apenas de sua juventude.

São dois Brasis que se confrontam, ou melhor, os dois esboços dos projetos de Estado-nação construídos depois da implantação da ordem constitucional de 1988, um como tradução do rearranjo feito pelas elites no rumo da modernidade, tendo como pano de fundo a hegemonia de uma ampla aliança de forças conservadoras, porém, sob a liderança de um partido político talhado nos moldes da social-democracia europeia. Assim, coube ao Partido da Social-Democracia Brasileira - PSDB, representar este papel, eis que nasceu sob os auspícios de algumas das lideranças políticas mais expressivas da oposição à Ditadura Militar, a exemplo de André Franco Montoro, Mário Covas, Fernando Henrique Cardoso, José Richa, José Serra etc.

O outro foi traçado partir da junção do que restou das forças de esquerdas destroçadas no enfrentamento militar contra a Ditadura (1964-1985), dos movimentos sociais ligados à Igreja Católica (as comunidades eclesiais de base) e o vigoroso movimento sindical do ABC paulista que resultou da superação das estruturas do sindicalismo pelego implantadas há sete décadas, tendo como acontecimento mais relevante a fundação do Partido dos Trabalhadores, na mesma linha do Bloco Operário e Camponês que, em 1928, participou com algum sucesso das eleições do antigo Distrito Federal, diante da constatação de que “jamais o eleitorado operário do Brasil participou de uma campanha eleitoral nacional com força própria, como classe independente, apresentando um programa de reivindicações ditadas por seus interesses e aspirações da classe”. Aliás, nos documentos de fundação do PT, notadamente no seu Manifesto, aprovado em 10 de fevereiro de 1980, havia transcrições literais daquele produzidos pelo BOC sessenta e oito anos antes, até para desmentir alguns "petecos" quando afirmam desabridamente que foram eles os inventores da participação política dos trabalhadores e camponeses do Brasil.

Esses dois projetos políticos que até nem eram assim tão antagônicos (o PSDB de centro-esquerda e o PT de esquerda) quando surgiram por volta de 1980, sofreram consideráveis mutações político-ideológicas após assumiram a presidência da República (o PSDB por duas vezes com FHC e o PT por três vezes, com Lula e Dilma), ditadas pelas exigências de governabilidade, isto é, as alianças que tiveram de celebrar, geralmente com partidos fisiológicos e conservadores, quando não extremamente viciados e corruptos, em variadas intensidades, fizeram com que o PSDB fosse deslocado para o centro-direita e o PT para o centro, esquerda. Enfim, posto que tenham mudado de posição no espectro ideológico-político, ainda se mantém próximos. A prova disto está ainda presente nas retinas desta nação: um jovem e impetuoso Lula, líder sindical, a pedir votos nas portas de fábricas para um igualmente jovem e elegante professor universitário, Fernando Henrique Cardoso, candidato a senador por São Paulo, nos anos '80. Se querem outro ponto de contato entre esses partidos, lá vai: vários dos formuladores do "Mensalão" do PT fizeram idêntico trabalho anteriormente para o PSDB; a única diferença foi que os "mensaleiros" (culpados ou não) do PT foram para a cadeia e todos os "mensaleiros" tucanos (mesmo que claramente culpados) continuam a voar lépidos e fagueiros pelos céus destes brasis.


O embate presidencial deste ano 2014 será o sexto entre petistas e tucanos. Por enquanto, o placar está de 3 x 2 em favor dos petistas. O que interessa mesmo é qual desses brasis emergirá das urnas de 26 de outubro. Pelas chispas perfurantes como agulhas que escapam das fráguas em que se transformaram os debates e programas televisivos, é possível  antever que, hoje, são países diferentes: um que seguirá apostando no resgate da secular dívida social e no alargamento dos espaços para o exercício da cidadania e outro, o país dos tucanos, que investe na perspectiva de um desenvolvimento social, econômico, político e cultural baseado na premissa de um mercado forte e conectado ao mundo globalizado. No contexto atual, a primeira opção é menos travosa e mais segura. Por isto, é Dilma de novo. 

sábado, 25 de outubro de 2014

Federal abre inquérito para saber quem fez panfletos injuriosos contra Henrique

A Polícia Federal abriu inquérito para investigar o caso dos panfletos apócrifos com mensagens contra o candidato ao Governo do Estado, Henrique Eduardo Alves (PMDB), entregues na manhã deste sábado (25), na Feira do Alecrim. Foram apreendidos 655 panfletos de posse de uma mulher, identificada como Rosângela Silva, que foi detida por crime eleitoral.
O material apreendido passará por perícia técnica com objetivo de identificar alguma marca ou digital que leve ao autor ou gráfica, onde os panfletos foram impressos. A PF desconfia que pelo menos dois mil panfletos tenham sido impressos, devido à quantidade apreendida com a mulher.
A assessoria jurídica da Coligação União pela Mudança acompanhou o depoimento de mulher e chamou atenção para a quantidade e qualidade dos impressos, ficando constatado não se tratar de um ato individual, mas profissional.
Em depoimento, a pessoa disse aos policiais que estava a pé, próximo à Avenida Bernardo Vieira, no bairro do Bom Pastor, quando uma pessoa não identificada num carro tipo caminhonete, de cor prata, se aproximou e ofereceu a quantia de R$ 20, para entregar os papeis aos pedestres. Junto com o dinheiro, ela teria recebido o pacote com o material que foi apreendido.
Rosângela foi detida nesta manhã por uma equipe de fiscalização da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur) e encaminhada a autoridade policial. Ela não soube informar quantas pessoas estavam distribuindo o impresso, contudo, alegou desconhecer o crime.

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Selfie na hora do voto pode terminar em prisão

Henrique no debate: "Não podemos continuar com isso que aí está"

O candidato do PMDB ao Governo do Estado, Henrique Alves, afirmou, no debate da InterTV Cabugi, realizado nesta quinta-feira (23), que o Rio Grande do Norte precisa optar pela mudança na eleição do próximo domingo para superar a crise financeira e de gestão que atravessando nos últimos anos.
“O Estado com o vice-governador e a governadora juntos está ingovernável. Saúde, segurança, educação, falta de investimentos, geração de empregos. Vamos mudar isso. Mas não com o vice-governador, apoiado pela governadora Rosalba, para continuar isso que aí está. Precisamos mudar com responsabilidade, com experiência, para buscar as parcerias para que esse Estado possa resolver o seu caminho”, disse Henrique Alves.
Henrique falou durante o debate de suas propostas para a área de segurança, defendendo a integração entre as polícias e a criação de um gabinete permanente, ligado diretamente ao governador, para acompanhar a evolução do combate à criminalidade. “Tínhamos 10 mil policiais em 2010 e hoje temos apenas oito. Vamos fazer a integração entre as polícias civil e militar junto com o Itep e o Corpo de Bombeiros e a criação de um gabinete permanente ligado ao governador. Se não for assim, não funciona”, apontou.
A importância da Caern foi um dos pontos defendidos pelo candidato do PMDB, que se comprometeu mais uma vez com uma gestão técnica, sem interferência política, no órgão. “Valorizando os quadros da Caern conseguiremos melhorar a questão do saneamento básico. Gostaria de destacar a importância da Caern hoje e parabenizar a Companhia pelo que está fazendo pelo Rio Grande do Norte”, falou.
Projetos importantes, como o do Minha Casa, Minha Vida, foram destacados por Henrique. Ao relatar o projeto que deu início ao Programa, Henrique Alves garantiu que todas as cidades brasileiras fossem atendidas. A proposta inicial do Governo era a de incluir apenas cidades com mais de 100 mil habitantes.“Esse meu projeto foi aprovado por unanimidade na Câmara e quando a então ministra Dilma no Palácio do Planalto foi sancionar o projeto, tornar lei, ela foi muito justa. Dilma reconheceu e disse de público que o relator tinha mudado o projeto para melhor”, disse Henrique.

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Henrique aponta o verdadeiro acordão: O de Robinson com Rosalba

O candidato ao Governo do Estado da coligação União pela Mudança, Henrique Eduardo Alves (PMDB), afirmou que o seu adversário Robinson Faria (PSD) fez e mantém um “acordão” com a governadora Rosalba Ciarlini. Henrique participou de comício na cidade de Nova Cruz, na noite da quarta-feira (22), o último da região Agreste antes da eleição.
“Se eu tinha alguma dúvida, eu não tenho mais. Nova Cruz assanhou o bacurau.  A pesquisa que deu empate, na verdade significa Henrique governador. Eles tão perdendo dois pontos por dia e no domingo isso representará minha vitória. Eu tenho história de 44 anos de vida pública. Eles quiseram falar em acordão, mas o que fiz foi uma aliança aberta e acórdão era o deles, com a governadora Rosalba. Quem tiver satisfeito com a saúde pública, vote nele que é vice dela. Se você está satisfeito com a educação assegurada a seu filho, vote nele. Mas quem achar que a saúde está uma doença e o desemprego é uma praga,  vote em Henrique para governador do Estado”, declarou.
Participaram do comício, ao lado de Henrique, os deputados estaduais Ricardo Motta, Gustavo Fernandes e Ezequiel Ferreira, e o ex-prefeito de Nova Cruz, Flávio Azevedo, além de políticos e lideranças regionais.
 O deputado estadual reeleito Ezequiel Ferreira (PMDB) afirmou que o resultado da última pesquisa eleitoral é sinal da vitória de Henrique Eduardo Alves (PMDB). Ele convocou o povo para garantir a vitória de Henrique no segundo turno da eleição.
“Quando vi a pesquisa dando 8 pontos de vantagem pensei duas coisas. Ou a pergunta confundiu o eleitor ou então é um sinal da morte política de Robinson. Hoje, quando ouvi a nova pesquisa dando empate, comprovou a visita da morte política dele. Quem tem trabalho e honestidade é Henrique. Sua vitória pertence ao povo que ama e quer ver o progresso. Estou eleito mas ainda não estou feliz, pois falta uma vitória. Uma pessoa de inteligência, com conteúdo e preparada para ser governador do RN. Esse é Henrique”, afirmou Ezequiel.
O ex-prefeito Flávio Azevedo lembrou aos eleitores que o voto é um gesto de democracia, portanto, deveria ser exercido com tranqüilidade e sem interferência externa.
“Aqui não é terra de coronel e o povo não pode ser ameaçado. Está bem pertinho. Domingo Nova Cruz vai celebrar Henrique governador. Vamos ser um exército de soldados e vamos para a batalha. Eles estavam anunciando vitória por aí e a pesquisa que eles pagaram não mostrou isso. Vamos às ruas para eleger Henrique governador”, disse.


Wilma: "Defendo um governo comandado por alguém com compromisso, experiência e idealismo"

"É com muito prazer que estamos aqui corajosamente e com muita emoção defendendo um governo que seja comandado por alguém com compromisso, experiência e idealismo. E essa pessoa é Henrique Alves", disse Wilma de Faria em comício-relâmpago nas Quintas ao final da Caminhada 15 das Mulheres nesta quarta-feira (22).
E conclamou seus eleitores a multiplicar os votos para o peemedebista nesta reta final do segundo turno: "Agradeço os 146 mil votos que tive em Natal e peço que os que confiam em mim votem em Henrique e peçam também aos amigos para votarem no melhor para o Rio Grande do Norte. Tenham coragem e somem esforços. Temos quatro dias para intensificar a campanha".
Henrique agradeceu a parceria com a ex-governadora Wilma e grande contribuição à sua campanha. "Quando fui buscá-la para nossa campanha foi pela sua experiência, história de luta e pela guerreira que sempre foi e é. Estamos juntos aqui e para governar depois".


quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Goianinha e Canguaretama anunciam disposição de aumentar a maioria

O prefeito de Goianinha, Júnior Rocha, recebeu nesta terça-feira (21) o candidato Henrique Alves (PMDB) e fez um desabafo contra o nível rasteiro da campanha do adversário Robinson Faria (PSD), que o agrediu com palavras de baixo calão em sua passagem pelo município neste segundo turno.
“Quero pedir a Deus que tire desse homem o ódio, a arrogância, a prepotência. Ele veio aqui em Goianinha e me esculhambou. Meus amigos foram à minha casa prestar solidariedade a mim e à minha família. Imagine se esse homem fosse governador. Ia mandar me prender”, disse o prefeito.
Em comício que contou com a presença do ministro Garibaldi Filho, Júnior Rocha disse que está trabalhando para ampliar a vantagem de Henrique conquistada no município no primeiro turno. Domingo, vamos mostrar que o povo de Goianinha não merece a esculhambação que fizeram comigo”, afirmou Rocha, que estava comemorando aniversário.
“Junto com Henrique, vamos ajudar a modificar a situação do Rio Grande do Norte. Preciso sequenciar meu projeto na prefeitura. Estou administrando sem ajuda do governo. O povo de Goianinha sabe que a gente fica com quem trabalha. Vamos repetir o primeiro turno e dar maioria a Henrique Alves”, acrescentou.
Henrique lamentou as agressões do adversário. “Estou impressionado com o que escutei agora. Mas aqui ninguém veio para falar mal de ninguém. Mesmo com famílias atacadas, ninguém vai agredir ninguém. A resposta nós vamos dar nas urnas”, disse.
Depois de Goianinha, a caravana seguiu para Canguaretama, onde o candidato do PMDB foi recebido pela prefeita Fátima Marinho, o ex-prefeito Jurandi Marinho e a deputada estadual Gesane Marinho. Antes do comício, houve uma passeata que, segundo Gesane, foi “o maior arrastão da história de Canguaretama”.
“O povo de Canguaretama já sabe das qualidades de Henrique. Ele é o único que tem condições de tirar o Estado do buraco. Tudo o que Henrique fez até hoje como deputado federal. Imagine quando for governador”, discursou Gesane.
Jurandi disse que, quando prefeito, recebeu diversos recursos através do trabalho do deputado em Brasília. “Henrique tem trabalho prestado ao município. Agora, todos sabem que o hospital regional não funciona, a segurança está um absurdo. Se quiserem mudar tido, votem em Henrique.”




Jácome promove reunião de Henrique com jovens evangélicos

O deputado federal eleito, Antônio Jácome (PMN), afirmou apoio ao candidato do Governo do Estado, Henrique Eduardo Alves (PMDB), e destacou o compromisso assumido com o segmento evangélico. Henrique participou, nesta terça-feira (21), de reunião com jovens da Igreja Sara Nossa Terra, em Parnamirim.
“Voto não se impõe. Voto é a conquista de um direito e Henrique conquistou o meu. Henrique sabe que tem um compromisso com o segmento evangélico. Ele sabe que terá um espaço especial para as demandas legítimas do evangelismo. Sem interesse pessoal, mas de interesse coletivo”, comentou Jácome.
Na conversa com os jovens, o deputado eleito lembrou que o programa de governo de Henrique possui pontos importantes para o segmento. “O programa prevê oportunidades para o jovem. Se preocupa com a geração de empregos e o futuro de toda uma geração. Prevê escolas técnicas estaduais, o que será um benefício para o norte-rio-grandense”, declarou.
Aos jovens, o candidato ao Governo do Estado falou sobre a importância do segmento evangélico no estado e conduta defendida. “Os evangélicos representam hoje 26% da população do RN e isto não é apenas um número. Trata-se de toda uma população que tem opiniões e uma conduta séria. Eu admiro a maneira coerente e reta com que os evangélicos tratam os assuntos. Posso dizer isso porque tenho contato direto com a bancada evangélica em Brasília, representada por 67 deputados, que independente de partido são coerentes e mantêm sua conduta”, afirmou.
Henrique falou ainda sobre os valores da família e o destaque que tema deve ter na política. “Um projeto de Educação tem que ter como base a família, assim como um projeto de segurança pública e saúde. A família é a base de tudo. Pois quando você é uma criança ou um adolescente, você aprende os valores junto da família”.


terça-feira, 21 de outubro de 2014

Henrique pede ao povo de Ielmo Marinho para dobrar a diferença do 1º turno

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado estadual Ricardo Motta (PROS), convidou eleitores para fazer um exame de consciência e votar no candidato ao Governo do Estado, Henrique Eduardo Alves (PMDB). Os dois se encontraram em comício na cidade de Ielmo Marinho, na noite da segunda-feira (20).
“Peço que façamos uma reflexão no próximo domingo. Um exame de consciência, para elegermos o 15 para governador. Tenho certeza que o eleitor de Ielmo Marinho, São Gonçalo do Amarante e Ceará Mirim é esse eleitor consciente. Venho aqui nesta noite fazer um apelo aos homens e mulheres de bem. Precisamos de um Governo competente. Precisamos de um homem preparado e determinado, para que o cidadão tenha segurança em suas cidades. Este homem, compromissado com a saúde, educação e infra-estrutura é Henrique Eduardo Alves”, discursou.
O deputado federal eleito Rafael Motta (PROS) também defendeu o nome de Henrique durante o comício, discursando em um tom mais provocativo depois de saber que adversários políticos estariam coagindo pessoas nas ruas de Ielmo Marinho.
“Daremos agora a vitória definitiva ao governador Henrique Alves. Para aqueles que estão com medo e que estão em casa com as pernas tremendo em baixo da rede, eu deixo o beijo no ombro pela inveja. No dia 26, essas pessoas vão dançar a dança da desilusão e o povo de Ielmo Marinho vai dançar a lambada do bacurau. Vamos as ruas dar a vitória a Henrique. Esse homem que tem uma vida de contribuição para o povo do Rio Grande do Norte”, declarou.
O comício de Ielmo Marinho encerrou a agenda de compromissos do candidato do PMDB, em sua última segunda-feira de campanha política nesta eleição. Antes de ir para Ielmo Marinho, Henrique cumpriu agenda na comunidade de Traíras, em Macaíba.
Participaram dos comícios; lideranças e políticos da região Metropolitana e Mato Grande, além dos deputados estaduais Hermano Morais (PMDB) e Ricardo Motta, os deputados federais eleitos, Walter Alves (PMDB), Rafael Motta e Zenaide Maia (PR).
Em Ielmo Marinho, o candidato Henrique Eduardo Alves falou emocionado do apoio recebido no primeiro turno e lançou o desafio de dobrar a diferença de 680 votos que conquistou em relação ao segundo mais votado, o vice-governador Robinson Faria (PSD).
“Não pude vir aqui no primeiro turno e quando as urnas se abriram me deu um arrependimento. Quando vi o resultado eu entendi porque os adversários estavam tão raivosos, já que diziam que iam ganhar com mil votos. Eles estão mais raivosos ainda e agora vamos ganhar com mil votos. Essas pessoas, queiram ou não queiram. Gostem ou não gostem. Precisam me respeitar como o presidente da Câmara dos Deputados. E a partir de domingo, gostem ou não, vão se referir a mim como o governador do Rio Grande do Norte”, afirmou Henrique.
Henrique aproveitou o momento para falar sobre a pista de acesso a Ielmo Marinho, afirmando não lembrar de outra cidade do RN no qual a pista de acesso a rodovia não seja asfaltada.  Ele criticou a omissão do atual governo Rosalba em não recuperar as viagens.
“Somos dois candidatos. Um que quer mudar o Governo e o outro que tem o apoio deste Governo. Um que tem coerência e outro candidato que pode-se chamar de candidato pula-pula. O momento é de comparar”, disse.

Robinson Faria tem 98 apartamentos em condomínio do "Minha casa minha vida"

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Henrique recebe recomendações do MPF sobre processo de transição

O candidato ao Governo do Estado, Henrique Eduardo Alves (PMDB), recebeu do Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte (MPF/RN), na manhã desta segunda-feira (20) um documento com recomendações referente à sucessão governamental.
Henrique atendeu ao convite do órgão, onde se reuniu brevemente com procuradores. Ele destacou a importância da formação de uma equipe de transição técnica, lembrando as dificuldades orçamentárias que o Estado enfrenta. “Corremos o risco de iniciar 2015 com um orçamento menor do que o atual governo iniciou em 2011. Isso mostra o desafio que o próximo governador terá, por isso tem que ter força política para bater na porta do Governo Federal”, comentou.
O candidato do PMDB agradeceu à atenção do MPF/RN destacando a importância do órgão ministerial no trabalho preventivo junto aos administradores públicos. “Sei do esforço de todos do Ministério Público para tornar a administração pública cada vez mais eficiente. Acompanho o trabalho em Brasília do procurador Janot, com quem tenho uma relação extremamente respeitosa na Câmara dos Deputados”, revelou durante o encontro.
O procurador Kleber Martins explicou ao candidato que o documento se tratava de uma série de recomendações, não sendo qualquer imposição do MPF. “Estamos entregando o documento a ambos, para aquele que for eleito adotar estas cautelas para evitar que o prejuízo seja ocasionado ao Governo do Estado. Principalmente nos convênios federais”, justificou.
Kleber citou que a manutenção desses convênios com o Governo Federal depende da correta prestação de contas e que as sugestões inseridas no documento entregue aos candidatos auxiliam na resolução de problemas.
 “O Ministério Público Federal observa a repetição dos mesmos problemas, que provocam danos à continuidade da administração pública, principalmente, no que diz respeito à prestação de contas do gestor que está saindo. Historicamente fazemos esse trabalho nas eleições municipais e nesta eleição resolvemos transportar para a transição governamental. Temos um cenário no qual uma governadora está saindo em dois candidatos disputam o cargo. O candidato eleito deve formar uma equipe de transição, para em conjunto zelar por estas cautelas”, esclareceu.

Carlson e Geraldo Gomes reiteram apoio a Henrique

O ex-candidato a deputado estadual Carlson Gomes e seu pai, o ex-prefeito de Currais Novos, Geraldo Gomes, reafirmaram o compromisso com a candidatura de Henrique Alves para o governo do estado. Carlson e Geraldo apoiaram no primeiro turno das eleições, a candidatura de Henrique Alves para Governador e continuam com o candidato neste segundo turno.

Passado o 1º turno das eleições, muitos boatos surgiram em Currais Novos e no Rio Grande do Norte, de que tanto Carlson como Geraldo Gomes não estavam se empenhando na campanha e haviam abandonado a candidatura de Henrique Alves. Na semana passada Carlson falou sobre o assunto e reafirmou o compromisso da família Gomes com a candidatura de Henrique Alves neste 2° turno das eleições.

“Entrei na campanha de Henrique porque sei da sua competência e de seus projetos que irão beneficiar toda a população do Rio Grande do Norte. Nos últimos dias surgiram boatos que diziam que eu e meu pai, não estávamos empenhados na campanha de Henrique e que iríamos abandonar a candidatura de Henrique e apoiar o outro candidato ao governo. Tanto eu como meu pai, Geraldo Gomes, jamais abandonaria o barco num momento tão importante para o nosso estado. Comecei apoiando Henrique e irei até o final. Eu e meu pai não somos influenciados por pesquisas eleitorais. Costumo sempre dizer, quem um bom guerreiro não foge à luta, e está luta sairemos vencedores no dia 26 de outubro, com a vitória de Henrique Alves para Governador. Até o próximo domingo continuaremos percorrendo o município de Currais Novos e outras cidades, para pedir um voto de confiança em Henrique e sei que a população de Currais Novos, novamente fará dele o candidato ao governo mais votado da cidade”, destacou Carlson Gomes.


Campanha de Henrique recebe mais apoio no Seridó

Durante a passagem da Caravana 15 neste domingo (19) pela região do Seridó, os candidatos ao governo Henrique Alves (PMDB) e vice João Maia (PR), receberam adesões ao seu projeto de governar o Rio Grande do Norte. A primeira delas foi em Jardim do Seridó, quando o ex-prefeito Dr. Edimar Medeiros reuniu amigos e familiares e abriu as portas de sua casa para receber a caravana. A outra foi em Parelhas, quando o ex-vereador e empresário Romildo Azevedo (Formiga Preta) anunciou em praça pública o apoio a Henrique.
“Voto em Henrique porque sei que é o melhor para a região do Seridó. Voto em Henrique porque tenho certeza que terá ao seu lado um vice competente como João Maia, que vai lhe ajudar a trazer as obras que o Seridó tanto precisa”, disse o médico Edimar Medeiros, ex-prefeito de Jardim do Seridó. No município, Henrique também conta com o apoio do prefeito Jocimar Dantas.
O anúncio de Formiga Preta foi feito em praça pública na passagem da caravana por Parelhas. Ele leva consigo o apoio da sua filha Romisélia, a vereadora mais votada nas últimas eleições. “Eu não votei em você no primeiro turno Henrique, mas agora, além de votar, eu vou trabalhar. E pode ter certeza, a partir de agora vamos, eu por um lado e Dr. Antônio por outro, andar de casa em casa aqui em Parelhas, e fique certo de que daremos uma linda vitória a você e a João Maia no dia 26”.
No município de Acari, o prefeito Isaías Cabral lembrou que o momento em que o Rio Grande do Norte vive exige representantes com capacidade para recuperar o Estado e fez um desafio: “Por onde se passa nesse Estado, há benefícios de Henrique. Agora, eu desafio que se mostrem benefícios do vice-governador de Rosalba. Não vamos deixar o erro acontecer de novo, pois todo mundo vai pagar o preço”, discursou.
A caravana do domingo seguiu ainda pelos municípios de Florânia, João Câmara e Touros. Neste último, o deputado estadual reeleito Ezequiel Ferreira destacou a importância de Henrique ser eleito governador. "É hora do Rio Grande do Norte decidi quem é o melhor para ser o governador. Apoio Henrique pela sua capacidade e experiência. Nosso Estado precisa de um governador com acesso à Brasília, independente de quem seja o presidente da República", discursou Ezequiel Ferreira.

domingo, 19 de outubro de 2014

Henrique encerra em Pau dos Ferros maratona por 13 cidades

O ex-prefeito de Pau dos Ferros, Leonardo Rêgo (DEM), declarou que não puxa o tapete de aliados e que o voto no candidato ao Governo do Estado, Henrique Eduardo Alves (PMDB) é resultado do trabalho do político em defesa da região Oeste. Os dois se encontraram na noite deste sábado (18), em Pau dos Ferros, durante comício regional do candidato do PMDB.
“Não vim aqui denegrir, agredir ou até mesmo jogar sujo com alguém que até poucos dias conviveu comigo politicamente. Quero dizer que aprendi a ser uma pessoa de conduta correta e andar de cabeça erguida. Nunca, ninguém em Pau dos Ferros viu Leonardo Rêgo puxar o tapete ou apunhalar alguém pelas costas”, comentou Leonardo a respeito da recente mudança de lado do prefeito Fabrício Torquato.
Para milhares de pessoas, Leonardo Rêgo discursou em defesa de Henrique e elencou uma série de projetos que beneficiaram a região Oeste e, especialmente, Pau dos Ferros. Ele citou a cessão de um terreno para implantação de uma área industrial no município e a instalação de entidades federais de educação.
“O município hoje é referencia na região. Trouxemos o IFRN, dentro de um programa do Governo Federal, mas com intervenção da prefeitura com ajuda de Henrique. Trouxemos a Ufersa para cá, com ajuda das autoridades que estão neste palanque. A maior autoridade neste dia é o povo. Henrique é hoje a terceira autoridade mais importante do país e não é à toa. Ele tem prestígio, capacidade e responsabilidade para isto. Esse elogio foi feito no primeiro turno e não sou eu quem estou entrando em contradição. Isto foi dito aqui neste palanque recentemente. Por uma pessoa dizendo que ele foi providencial em atos que beneficiaram Pau dos Ferros”, disso.
O deputado Leonardo Rêgo (DEM) também reforçou o apoio ao candidato Henrique Eduardo Alves, declarando que o povo nas ruas seria a melhor resposta para quem duvidava da força política da coligação. “O capital mais importante é o julgamento do povo. Esta cidade não pode dar mau exemplo para a região. Decidimos depositar em Henrique nossa confiança para eleger ele para tirar o estado dessa situação de paralisia por falta de investimento. Estivemos com ele no primeiro turno e mantemos nosso apoio com coerência”, declarou.

CARAVANA
Milhares de pessoas se reuniram na praça cultural de Pau dos Ferros, região Oeste do Estado, para o comício de encerramento da Caravana 15, na noite deste sábado (18). Esta etapa da caravana teve início na parte da manhã, em Mossoró, e seguiu por todo o dia percorrendo um total de 13 cidades.
Henrique cumpriu agenda em todos os destinos, passando em carro aberto e conversando com eleitores. Em mais de seis horas de viagem, a caravana visitou um total de 15 municípios: Mossoró, Governador Dix-Sept Rosado, Caraúbas, Olho D´água dos Borges, Rafael Godeiro, Patu, Almino Afonso, Lucrécia, Frutuoso Gomes, Antônio Martins, Alexandria, Marcelino Vieira, Rafael Fernandes e Pau dos Ferros.
Por onde passou, Henrique fez questão de agradecer os votos alcançados no primeiro turno, quando saiu vitorioso com a margem de quase 80 mil votos de diferença, em relação ao adversário Robinson Faria (PSD).
Em Pau dos Ferros um comício regional foi organizado, reunindo lideranças e prefeitos de 36 municípios próximos. Entre os políticos presentes no palanque estava o senador José Agripino Maia, os deputados estaduais Getúlio Rêgo e Raimundo Fernandes, o deputado federal Felipe Maia, o ex-prefeito Leonardo Rêgo e a vice-prefeita Zélia Leite.




sábado, 18 de outubro de 2014

Processo sobre perfis falsos da campanha de Robinson está com procurador eleitoral

O processo que apura a utilização de perfis falsos na internet por parte da campanha de Robinson Faria com o intuito de difamar o candidato do PMDB, Henrique Alves, está nas mãos do procurador eleitoral Ronaldo Chaves, que deve enviar o seu parecer acerca do assunto nos próximos dias. O processo foi enviado para a Procuradoria Eleitoral na última quinta-feira (16).
A Coligação União Pela Mudança protocolou junto ao Tribunal Regional Eleitoral uma ação de investigação judicial eleitoral (AIJE) contra a campanha de Robinson Faria ao Governo pelo uso de perfis falsos na internet para caluniar o candidato do PMDB, Henrique Alves. Os advogados pedem no processo a cassação do registro do candidato do PSD ao Governo do Estado, Robinson Faria, e de seu vice, Fábio Dantas, por “abuso de poder”. De acordo com a ação, a rede de fakes têm o objetivo de “desequilibrar o pleito de 2014 em prol do candidato Robinson Faria”.
A representação aponta que os responsáveis pelo exército de perfis falsos são o candidato do PSD ao Governo do Estado, Robinson Faria, o candidato a vice-governador, Fábio Dantas, o blogueiro Bruno Giovanni, Fernanda Andrade, que trabalha no marketing da campanha de Robinson, a empresa Mais Data Soluções Technológicas, entre outros. A rede utilizava perfis falsos e sites, além de alugar perfis famosos na internet, como o do Pinta Natalense, no twitter, para realizar uma “campanha de difamação contra o candidato do PMDB”, segundo os termos da ação.
O blogueiro Bruno Giovanni, do conhecido Blog do BG, é, segundo a representação, o responsável pelas redes sociais da campanha do vice-governador Robinson Faria ao Governo do Estado. O contrato entre Bruno Giovanni se dá através da empresa C.F. de Macedo Moura Rodrigues, que possui o nome fantasia de Iluminar Som e Luz. Dados da prestação de contas do candidato Robinson Faria mostram que a empresa de Bruno Giovanni recebeu até o momento o valor de R$ 140 mil.

Magistral apresentação de Khrystal: "Filho de Xangô"

Sem o prefeito, mas com George Soares, Assu acolhe Henrique

O candidato do PMDB ao Governo do Estado, Henrique Alves, fez um desabafo ao discursar em comício no município de Assú, nesta sexta-feira (17), após passar em caravana pelas cidades de Itajá, Ipanguaçu, Alto do Rodrigues e Carnaubais, todas na região do Vale do Açu.
“O prefeito de Assú, toda santa semana, estava na minha casa, gozando da minha privacidade, discutindo comigo o que eu deveria fazer para derrotar meu adversário”, disse, referindo-se ao prefeito Ivan Júnior, seu aliado no primeiro turno que anunciou apoio ao candidato Robinson Faria cinco dias após o resultado das urnas que deu vitória a Henrique.
O candidato lembrou que no primeiro turno participou de um comício na cidade ao lado do prefeito. “Recebi uma camisa que ele fez questão de me entregar. Estava escrito: 'Assú vota 15, Henrique governador'. Em seu discurso, ele disse: ‘eu escolhi você porque você é o melhor para Assú e para o Rio Grande do Norte”.
Henrique se questionou em público: “O que faz uma pessoa apagar tudo isso? É como se ele quisesse apagar o que não é possível. Eu confesso que estou muito decepcionado porque não esperava de quem eu dei todo o meu apoio e respeito”, continuou.
Diante de uma multidão que se reuniu em praça pública após um “arrastão” pelas ruas da cidade, Henrique falou ao lado do deputado estadual reeleito George Soares, adversário do prefeito. “Quero primeiro falar de quem merece, pela sua coerência. O deputado de mais de 15 mil votos somente na sua cidade”, disse Henrique, antes do desabafo sobre o prefeito.
George Soares foi mais incisivo nas críticas ao prefeito. “Nunca na história de Assú, um prefeito mudou de palanque no meio de uma campanha. Depois de 169 anos, Assú se envergonhou do prefeito que aí está. Me senti envergonhado por ser filho desta terra. Ficou marcado um ato covarde na história de Assú.”
O deputado também entregou uma camisa a Henrique. “Eu sei que você que você recebeu uma camisa que tinha um coração, mas flecharam esse coração. Eu trouxe uma camisa com 15 mil obrigados”. E acrescentou: “Essa multidão veio mostrar a lapada que vamos dar no dia 26. Quero pedir de coração e humildemente: não vamos sair dessa eleição desonrados. É a luta de vocês que tem que aparecer naquelas urnas.”
No palanque, também estavam o candidato a vice João Maia, os deputados federais eleitos Walter Alves, Zenaide Maia e Rafael Motta; e o deputado estadual reeleito Nelter Queiroz. A deputada Márcia Maia participou nos municípios anteriores.




sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Álvaro Dias: "Henrique é o melhor para Caicó e todo Seridó"

O deputado estadual eleito Álvaro Dias (PMDB) afirmou que a escolha de Henrique Eduardo Alves (PMDB) como o governador do Rio Grande do Norte seria o melhor para a região do Seridó e Caicó. Ele reuniu lideranças e realizou caminhada pelas ruas de Caicó para reforçar o apoio ao candidato.
Álvaro agradeceu os votos alcançados no município e aproveitou a oportunidade para falar sobre o apoio a Henrique e a importância de manter a parceria no segundo turno. Para ele, o candidato do PMDB é que apresenta melhores propostas para o RN.
"Henrique Alves destinou várias emendas para Caicó nos últimos anos. Agora como governador, ele vai ter muito mais oportunidades para melhorar a região do Seridó. É por isso que Caicó já escolheu Henrique para o Governo e junto conosco, na Assembleia, vai colocar o nosso estado nos trilhos do desenvolvimento", afirmou Álvaro Dias.
De acordo com ele, "a população caicoense ganhou uma voz no legislativo potiguar e a gente vai honrar os votos conquistados com benefícios. Contudo, volto a reforçar a eleição de Henrique Alves para o Governo do Estado. Ele tem várias oportunidades de buscar recursos em Brasília e, na Assembleia, eu vou ajudá-lo a governar".
Foto: Junior Santos.

Presidente do PSD em Macaíba declara apoio a Henrique

O presidente do PSD – partido do vice-governador Robinson Faria – de Macaíba, Célio Maia Júnior, declarou apoio ao candidato ao Governo do Estado, Henrique Eduardo Alves (PMDB), nesta sexta-feira (17).
Junto com Célio, outras lideranças passaram a apoiar o candidato do PMDB neste segundo turno. Entre eles, as lideranças Igor Targino, Corcino e Josenildo Barbosa, o Nilsinho.
A liderança Mano Targino, que já tinha apoiado Henrique no primeiro turno, reforçou o apoio ao candidato e garantiu que as novas adesões ampliará a vantagem que a coligação alcançou em Macaíba.
“Vamos aumentar a maioria para Henrique e sem dúvidas dar a vitória definitiva. Estamos trazendo o presidente do PSD de Macaíba, Célio Maia Júnior, e mais três suplentes de vereador. Ganhamos com 1.400 votos e vamos passar para uma maioria de mais de 2 mil votos no segundo turno. Henrique é o melhor para o RN e o outro é um candidato caseiro, sem conhecimento ou experiência para tirar o estado da situação caótica que se encontra”, afirmou.

Henrique assume compromisso em defesa da Caern

O candidato ao Governo do Estado, Henrique Eduardo Alves (PMDB) se reuniu com representantes do Sindicato dos Servidores da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Sindágua), nesta sexta-feira (17), e garantiu que a companhia não será privatizada em sua gestão.  A pauta do encontro incluiu os planos do candidato para estruturação da CAERN.
Para o presidente do Sindágua, Alberto Moura, a reunião foi um passo importante na relação do candidato ao Governo com os servidores após o boato de privatização. De acordo com ele, outros pontos importantes foram discutidos, em especial, no que diz respeito ao investimento em infra-estrutura e condições de trabalho.
“A reunião foi proveitosa. O candidato assumiu o compromisso de manter a Caern como empresa pública e, caso eleito, sentar com o sindicato o bom uso da Caern que presta um serviço essencial para a sociedade. Ele atendeu o nosso pedido de participar de todo o processo de discussão dentro do órgão”, detalhou Alberto.
Em contrapartida, o presidente do Sindágua se comprometeu em emitir uma nota para todos os servidores da Caern informando a posição contrária de Henrique à privatização da Caern. “Vamos passar aos amigos, funcionários e familiares. Encerrar de vez qualquer dúvida que existia em relação a este assunto”, afirmou.
Henrique garantiu que a privatização da Caern não está no seu plano de governo, reconhecendo o importante trabalho desenvolvido pelo órgão na capital e no interior do Rio Grande do Norte.

Edimar Medeiros entra na campanha de Henrique em Jardim do Seridó

Em reunião na manhã desta sexta-feira (17) em Natal, o ex-prefeito de Jardim do Seridó, médico Edimar Medeiros decidiu abraçar pra valer, a campanha de Henrique Alves (PMDB) para o Governo. O encontro aconteceu no apartamento do candidato a vice-governador João Maia (PR), e contou também com a presença de Shirley Targino. “Depois de ouvir meus amigos e correligionários e atendendo a um apelo do nosso conterrâneo e vice João Maia, decidi abraçar esse projeto, pois seu que Henrique é o mais preparado e o único com condições de retomar o desenvolvimento do RN”, disse. 
Edimar deixou bem claro que seu apoio à Henrique não representa nenhuma adesão ao sistema político do atual prefeito Padre Jocimar. 
Continuo no mesmo grupo e com quem sempre estive. Apenas tenho posição, e a exemplo da categoria médica do meu Estado, estou com Henrique pois sei que suas propostas para a Saúde são as melhores”. 
Entusiasmo com a campanha de Henrique em sua cidade é o que não falta em Dr. Edimar. 
Vamos arregaçar as mangas e unir forças para dar a vitória à Henrique e João Maia”, finalizou.


Fátima Bezerra homenageada pelos vereadores de Natal

A deputada federal Fátima Bezerra recebeu, na manhã desta sexta-feira, 17, a Comeda Anísio Teixeira oferecida pela Câmara Municipal de Natal (CMN) aos professores que tem contribuição relevante para educação da capital potiguar.

A homenagem à parlamentar petista foi proposta vereador Hugo Manso (PT) e entregue em solenidade especial realizada dentro da programação da CMN, proposta pela vereadora Eleika Bezerra (PSDC), em comemoração a Semana e Dia do Professor.

“Uma mulher guerreira, negra, de família humilde, que veio do interior da Paraíba para capital potiguar para estudar e fez história não só na sala da aula, mas na luta política pela educação é digna da mais honrada homenagem. Fátima Bezerra é uma das principais responsáveis pela valorização que a educação e os professores potiguares e brasileiros estão vivendo nos últimos 12 anos. O FUNDEB e o Plano Nacional de Educação (PNE) são lutas de Fátima”, justificou o vereador.

Na entrega da Comenda estavam presentes 25 dos 29 vereadores da Câmara de Natal, além de outras figuras políticas representativas na área de educação do RN como o Deputado Estadual Fernando Mineiro (PT) e a Secretária Municipal de Educação de Natal, Justina Iva.


Texto e foto (Divulgação) encaminhados pela Assessoria do vereador Hugo Manso.

Grupos de Peixoto e de Geraldo Melo unem-se para aumentar a maioria de Henrique

Adversários da política de Ceará-Mirim deixaram as divergências de lado e estão empenhados na campanha de Henrique Alves (PMDB) no segundo turno da eleição para governador do Rio Grande do Norte. Prova disso foi vista nesta quinta-feira (16), quando todos acompanharam o candidato no arrastão que levou uma multidão às ruas do município.
“Quando deixei de ser deputado, pensei em unir as pessoas de boa vontade do Rio Grande do Norte. E hoje Ceará-Mirim realiza o meu sonho para dizer que isso é possível. Aqui estão as maiores lideranças da cidade dizendo sim ao futuro do Estado”, disse Henrique em discurso na praça municipal.
As lideranças a que o candidato se refere são o prefeito Antônio Peixoto e os seus opositores em nível municipal, o ex-senador Geraldo Melo e sua esposa, Edinólia Melo, ex-prefeita do município.
Candidato a vice-governador, João Maia também ressaltou a união em nome do projeto de Henrique. “Estou emocionado por ver todas as forças unidas pelo bem do Rio Grande do Norte. O Estado não pode se dar ao luxo de desperdiçar essa oportunidade. Se você votar errado, o arrependimento vai durar quatro anos”, disse.
Antes de Ceará-Mirim, Henrique Alves participou de comício no município de Extremoz ao lado do prefeito Klaus Rêgo, que também destacou seu empenho na campanha. “Isso aqui, Henrique, está dando a resposta para sua vitória que virá. Eu peço voto de casa em casa. E digo: só quem tem condições de resolver os problemas do Rio Grande do Norte é Henrique”.
Foto: Cláudio Abdon

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

João Maia reforça união de aliados no Seridó

Após se reunir com liderados caicoenses do deputado estadual Vivaldo Costa e da ex-governadora Wilma, o candidato à vice de Henrique Alves (PMDB), deputado federal João Maia (PR) esteve em Caicó nesta quinta-feira (16), em reunião com o deputado estadual eleito Álvaro Dias, o prefeito Roberto Germano e os vereadores Lobão Filho e Zé Maria. Na ocasião foram definidas várias estratégias e agendas de compromissos para a reta final do segundo turno em Caicó. “Vamos intensificar mais ainda a campanha de Henrique e João Maia em Caicó. Já estamos em contato com prefeitos, vices, vereadores e lideranças dos outros municípios para que façam o mesmo”, disse Roberto.

Opinião reforçada pelo presidente do PMDB local, vereador Lobão. “Agora é hora de arregaçar mais ainda as mangas, e mostrar para os nossos conterrâneos a luta de Henrique e de João Maia pelo Seridó, diferentemente do outro candidato que nada fez pela nossa região”. Álvaro fez questão de dizer que não estava sozinho nesta articulação pelo bem do Seridó com Henrique Governador. “Contamos também com a luta de todos os nossos deputados da região, como Nelter, Ezequiel e o próprio Vivaldo. Essa união de forças é de grande importância e será decisiva no dia 26 de outubro, quando elegeremos Henrique e João Maia”.

Comício de Santa Cruz mostra apoio do povo à campanha de Henrique

Atendendo a convocação do deputado estadual reeleito, Tomba Farias, milhares de pessoas da região do Trairi participaram na noite dessa quarta-feira, em Santa Cruz, da grande mobilização em apoio à candidatura do deputado federal Henrique Eduardo Alves ao governo do estado. O evento político, que contou com um público estimado em mais de cinco mil pessoas, foi iniciado com a maior passeata já realizada durante o segundo turno eleitoral. A passeata começou no bairro do Paraíso e se deslocou até o centro da cidade, onde aconteceu o comício que foi marcado pelas presenças de prefeitos, vice-prefeitos, ex-prefeitos, vereadores, suplentes de vereadores, ex-vereadores e lideranças políticas regionais, além de líderes políticos como o senador e ministro Garibaldi Filho, o candidato a vice-governador, João Maia, o presidente da Assembléia Legislativa, Ricardo Motta, o deputado eleito Álvaro Dias, o deputado federal eleito Rafael Motta, entre outros.
         Durante todo o trajeto da passeata foram inúmeras as manifestações de carinho da população, que, com os polegares para cima, cartazes e bandeiras verdes, externava seu apoio ao candidato peemedebista. No largo da Igreja Matriz, onde o comício foi realizado, a multidão permaneceu participava durante os discursos realizados pelas lideranças políticas.
         Após a prefeita de Santa Cruz, Fernanda Costa, agradecer a presença da população e das lideranças da região do Trairi, o deputado estadual Tomba Farias fez uso da palavra e destacou a importância de o eleitor ir para as ruas e trabalhar para dar ao Rio Grande do Norte o presente que ele precisa, “que é eleição daquele que pode fazer mais pelo estado e pelo seu povo”.
         Após destacar a atuação de Henrique Alves em favor da região, Tomba Farias enfatizou ainda que o Trairi prometeu que irá dar um grande presente ao candidato. “Nós vamos ganhar em todos os municípios do Trairi. Essa luta, Henrique, não é a luta de Tomba, mas sim de toda a região do Trairi, que se uniu em seu nome para dizer ao Rio Grande do Norte que você é o melhor. Por isso vamos votar em Henrique, 15, pelo desenvolvimento de Santa Cruz e do Trairi”, ressaltou.
Visivelmente emocionado, Henrique Alves iniciou suas palavras destacando a expressividade da manifestação popular que aconteceu na noite de ontem, em apoio a sua candidatura. “Essa é a verdadeira pesquisa”, assinalou, lembrando em seguida que no primeiro turno das eleições foi o candidato mais votado em todas as regiões do estado. “Ganhamos no Seridó, no Agreste,  na Central, no Potengi, no Oeste, na região Metropolitana, em Natal, mas  a maior vitória quem me deu foi a região do Trairi”, assinalou.




quarta-feira, 15 de outubro de 2014

"Sei da importância do Seridó ter um vice-governador", afirma Vivaldo Costa

Reunião articulada pelo candidato a vice-governador de Henrique (PMDB), deputado federal João Maia (PR), foi realizada em seu apartamento nesta quarta-feira (15) com aliados da ex-governadora Wilma e do deputado estadual Vivaldo Costa com atuação política em Caicó, maior colégio eleitoral do Seridó. Os candidatos assumiram o compromisso de ajudar na recuperação do Hospital do Seridó.
Além de Henrique e João Maia, a reunião contou com as presenças dos deputados Vivaldo Costa, Rafael Mota e Zenaide Maia, do vice-prefeito Oriel Segundo, dos vereadores José Maria e Alex Dantas, do ex-prefeito Bibi Costa, dos empresários Toinho Santiago, Almir Costa e Almir Filho, e do advogado Danilo Lopes.
Vivaldo aproveitou a reunião para reafirmar o apoio incondicional a Henrique neste segundo turno. E a exemplo dos demais presentes justificou sua decisão pela importância que o Seridó terá no governo de Henrique, através do vice-governador João Maia.
“Eu, mais do que ninguém sei da importância do Seridó ter um vice-governador. Tive a oportunidade de fazer muito pela nossa região quando fui vice e depois governador. Voto em Henrique porque ele já deu garantias que João Maia vai representar nossa região no governo, e principalmente porque os dois já se comprometeram a reerguer o Hospital do Seridó”, disse Vivaldo.

Integrantes do PC do B passam a apoiar Henrique

O candidato Henrique Alves (PMDB) recebeu nesta quarta-feira (15) duas adesões que contribuirão para aumentar sua vantagem no município de Macaíba. Professor Chico Alexandre e Clóvis Nunes, que disputaram vaga de deputado estadual pelo PC do B e apoiaram Robinson Faria no primeiro turno, anunciaram o apoio ao candidato do PMDB.
No primeiro turno, mesmo sem apoio do prefeito Fernando Cunha, Henrique Alves venceu em Macaíba com 14.741 votos, contra 13.254 de Robinson. Henrique tem apoio dos ex-prefeitos Luizinho Gonzaga e Marília Dias, além do presidente da Câmara Municipal Gerson Lima. Nesta quarta-feira, ao lado de Luizinho e Gerson Lima, o Professor Chico Alexandre e Clóvis Nunes anunciaram a decisão.
“No primeiro turno, votei em Robinson por questões partidárias da chapa que eu concorri. Mas não tive nenhuma interação com a chapa majoritária, nem com a candidata ao senado, nem com o candidato ao governo”, disse Professor Chico, que é docente do Departamento de Física da Universidade Federal do Rio Grande do Norte em Macaíba.
“Outro fator que muito me motiva é que sou professor da universidade federal. Temos uma série de propostas sobre o papel que as universidades podem ter para ajudar nas áreas mais estratégicas do estado. E Henrique aceitou ouvir e ele recebeu positivamente essa participação nossa. Vamos mostrar nossa força em Macaíba e reverter nossos votos para Henrique”, acrescentou o professor.
Chico Alexandre disse ainda que a opção por Henrique no segundo turno tem relação com sua atuação na UFRN. “Minha ação mais importante na universidade é a criação de um programa de estudo em ciências climáticas. É importante para economia, agricultura, pecuária, principalmente enfrentar o problema da seca, questão de sustentabilidade para o estado. E Henrique está empenhado nessa questão.”
Clóvis Nunes também disse que vai reverter os votos que seu grupo deu a Robinson no primeiro turno. “Vamos trabalhar nesses últimos dias intensamente para mostrar que temos força e aumentar a votação de Henrique. O que eu dei para Robinson, vou virar para Henrique”, afirmou.

Católicos reunem-se em Emaús para consagração a Nossa Senhora

A Fraternidade Discípulos da Mãe de Deus realiza no próximo final de semana de 17 a 19 de outubro 8ª edição do Consagra-te, com o tema “Unidos no amor e na oração”, na Casa de Retiro, em Parnamirim (mapa abaixo). O evento é oportunidade para os fieis dos diversos movimentos e paróquias da Arquidiocese de Natal realizarem a consagração a Nossa Senhora, pelo método de São Luís de Montfort.

A programação será aberta na sexta-feira (17) a partir das 18h com o acolhimento dos participantes seguida de celebração da missa. A expectativa é até o domingo mais de 600 pessoas prestigiem o evento, entre leigos e sacerdotes.

No sábado (18) a partir das 8h haverá momentos de louvor, adoração, confissões e palestras com pregadores convidados, entre eles: padre Anacleto Chukwijoke, da diocese de Goiás; padre Fábio Galdino, da diocese da Paraíba e o padre Stanley Dantas da Diocese de Caicó. Também confirmaram presença no evento, o arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira, o arcebispo emérito Dom Heitor e os padres João Medeiros e Antônio Murilo.

No domingo (19) a programação será especial em preparação para a cerimônia de consagração que ocorrerá durante a Santa Missa às 17h presidida pelo arcebispo emérito Dom Heitor de Araújo Sales.

São esperadas caravanas de diversos municípios em que a Fraternidade realiza missões como: Currais Novos, Florânia, Monte Alegre, Santa Cruz e Ceará-Mirim, além de de pessoas que integram diversos movimentos e paróquias de Natal.

As inscrições por dia custam R$ 10, no local haverá estrutura com lanchonete, livraria e refeitório, além de espaços de espiritualidade. Para se inscrever basta entrar em contato pelos telefones: 8733-7161; 9905-6781 ou 3201-3499.
Texto e ilustração encaminhados pela Assessoria de Imprensa.