quinta-feira, 31 de maio de 2018

Artigo de Paulo Afonso Linhares

ALÉM DO RAZOÁVEL: 
“…OU DÁ OU DESCE!”

Paulo Afonso Linhares


O movimento das empresas de transportes rodoviários de cargas e dos caminhoneiros autônomos, que jamais pode ser denominado como "greve" - que é típico instrumento de autodefesa de trabalhadores assalariados -, foi deflagrado a partir de justos motivos, sobretudo, o olímpico desdém que vinha patenteando as relações dessa categoria econômica com o Estado brasileiro, em especial com o Governo Federal, até a questão mais recente do abrupto aumento do preço dos combustíveis, a cargo da Petrobras, que  implicou oneração de custos operacionais difíceis de suportar.

Em pouco tempo, um movimento bem articulado em escala nacional impôs a paralisação do Brasil e o colapso de todos os setores e atividades da sociedade brasileira, algo sem precedente na história recente deste país. O governo, por pura incompetência, perdeu completamente o controle desse processo e, à beira do caos, resolveu negociar com as entidades representantes da categoria dos caminhoneiros (compostas de empresas de transporte e caminhoneiros autônomos, repita-se). 

Como resumo da ópera, para evitar um colapso total e completo das atividades econômicas, com desastrosos reflexos sociais e políticos, o governo Temer findou cedendo e atendeu satisfatoriamente todas as reivindicações do movimento. Claro que não deixou de ser  alvo de enormes críticas por ter literalmente "aberto as pernas" para os caminhoneiros.  Não havia alternativa razoável, no estágio que as coisas ficaram.

Levantamentos bem conservadores chegam à conclusão de que esse movimento, nos últimos oito dias, já impôs perdas econômicas que atingem a astronômica cifra de 75 bilhões de reais, além de outros reflexos na economia, em especial, no incremento da inflação. Para se ter uma ideia disto, somente as economias de São Paulo e Rio de Janeiro, juntas,  perdem cerca de 2,5 bilhões/dia, o que representa momento cerca de vinte bilhões de reais nos mesmo período.

Engraçado é que essa enorme demonstração de força do segmento de transportes rodoviários de cargas trouxe à mente um dos maiores e intencionais erros dos governos militares, logo quando se iniciou o ciclo que duraria 21 ano (1964-1985), que foi destroçar dois importantes modais de transportes: a navegação de cabotagem e a drástica redução da malha ferroviária do Brasil. Tudo para atender a interesses da grande indústria norte-americana de caminhões pesados. Reflexamente, os militares tiveram a intenção política de desarticular dois dos mais importantes, tradicionais e combativos segmentos do movimento sindical brasileiro de então: marítimos e ferroviários.

Nas décadas seguintes, a navegação de cabotagem se tornou incipiente e os trens praticamente desapareceram das paisagens brasileiras, sobretudo, nas regiões Norte e Nordeste. Para um país de dimensões continentais, como é o Brasil, uma forte presença destes modais seria imprescindível ao desenvolvimento nacional.

O transporte rodoviário de cargas tem, do ponto de vista logístico, apenas uma função intermodal: a de cobrir pequenas e médias distâncias e ligando o modal marítimo ao ferroviário e vice-versa. Sai caríssimo, em qualquer lugar do mundo, transportar mercadorias em 'lombo' de caminhão por longas distâncias. Mais grave, ainda, é quando não há alternativa ao transporte rodoviário de carga, como ocorre aqui neste país. Por isto, o governo e a sociedade brasileira ficaram à mercê dos caminhoneiros nesse movimento que ainda está em curso.

A consequência lógica desse 'monopólio' foi o empoderamento do setor que congrega empresas transportadoras de cargas e caminhoneiros autônomos. Agora, literalmente estão umas e outros a "botar boneco", em especial para colocar uma navalha no pescoço do governo e ter a sociedade brasileira toda como assustada refém. No mais, tudo parece com aquela velha e muito conhecida piada da caminhoneiro em que a estrela é um enxerido papagaio que assedia sexualmente indefesas galinhas, na base do "ou dá, ou desce..."

A despeito dessa 'capitulação' do governo Temer, para o qual restaram poucas ou nenhuma saída honrosa para essa crise, os caminhoneiros resolveram manter os piquetes em muitas das importantes rodovias do país, ao argumento de que não se sentem representados pelas entidades que negociaram com o Palácio do Planalto o fim do movimento. 

O pior é que apareceram novas 'reivindicações' no movimento, em especial uma que entorta de vez o pouco de razoável que resta nessa balbúrdia e faz aflorar graves conotações políticas: os caminhoneiros agora querem o fim do governo Temer a partir de uma intervenção militar, ou seja, pregam abertamente uma subversão da ordem, com gravíssimas agressões à Constituição e às leis que preservam a incolumidade das instituições democráticas e republicanas.  

Aliás, uma denúncia neste sentido foi feita por um dos representantes da categoria, em cadeia nacional, o que seria suficiente para acionar os mecanismos de defesa do Estado e das instituições democráticas, da ordem pública e da população brasileira, no elenco que está disposto no artigo 136 e seguintes, da Constituição, e que mais se adeque a este momento de sobressaltos  vivenciado pela comunidade nacional. 

O governo Temer inequivocamente padece de um enorme déficit de legitimidade, mas, se conforma nos marcos da legalidade posta. Michel Temer pode até ter sido um dos artífices do golpe branco que apeou a ex-presidente Dilma Rousseff da presidência, todavia, assumiu o governo na condição de vice-presidente constitucionalmente investido. A sua retirada, neste momento, somente seria possível nos termos da Constituição da República. Fora disso é mais uma inaceitável aberração. 

E a atitude de quem agride, por ações concretas, intimidatórias e violentas, pondo em risco a segurança do Estado brasileiro, das instituições democráticas e ameaça à paz social, é típica do crime de terrorismo e como tal deve ser punido. Outro não deve ser o destino dos que se infiltraram no movimento dos caminhoneiros visando objetivo eminentemente político e contrário à ordem constitucional vigente, que é a derrubada do governo. Lugar de terrorista é na cadeia. Simples assim.

Pergunta que o eleitor do RN terá que fazer a si próprio

Mais cedo ou mais tarde, o eleitor do Rio Grande do Norte terá que fazer à sua própria consciência a seguinte pergunta, antes de decidir em quem votará:
- Quem, dentre os pré-candidatos, realmente, tem experiência administrativa positiva que o credencie a enfrentar o caos em que o Estado se encontra?
O eleitor não poderá é correr o risco de votar em quem não tem a devida bagagem para assumir o comando do RN, especialmente agora, em que tudo vai se mal a pior.

João Dória vê o palanque de Flávio Rocha como um palanque do Brasil

O pré-candidato ao governo de São Paulo, João Dória (PSDB), afirmou que as pré-candidaturas presidenciais de Geraldo Alckmin (PSDB) e de Flávio Rocha (PRB) não são diferentes, "são convergentes".
Dória defende uma união entre candidatos de centro, entendendo que se a divisão se mantiver, acabará favorecendo candidatos extremos - tipo Ciro Gomes ou Jair Bolsonaro.
Segundo reportagem no portal do Estadão, o presidente nacional do PRB, Marcos Pereira, e o próprio Flávio Rocha, também defendem a união,  entendendo que o candidato presidencial deve ser escolhido em julho, com base em intenções de voto, popularidade e rejeição.

João Dória assegurou que participará do palanque de Flávio Rocha durante a campanha, por enxergá-lo como um palanque do Brasil e não como um palanque de "um partido".

Zidane anuncia saída do Real Madri

"Quero dizer-lhes que tomei a decisão de deixar o cargo de treinador do Real Madri. Ontem transmiti essa decisão ao presidente. Penso que esta equipe - para continuar ganhando - precisa de mudanças. Precisa de outro discurso, outra metodologia de trabalho, e, por isso, tomei a decisão. Quero muito a este clube e ao presidente que me deu a oportunidade de trazer-me pr´aqui".
Foi a comunicação que Zidane fez hoje aos jogadores, tendo ao lado o presidnete Florento Pérez, segundo relato do Portal ABC. Pérez, depois de dizer que foi surpreendido com a comunicação que recebeu ontem, acrescentou:
- Quero agradecer a Zinedine Zidane por sua entrega ao clube, sua paixão, seu carinho, seu comportamento. Teve atitude exemplar e de acordo com os valores do Real Madri. Só quero dizer-lhe que, pra mim, isso é um até logo. Sei que precisa de um descanso e vou lhe dar.
De acordo com o portal português, Diário de Notícias, cristiano Ronaldo transmitiu a Zodane a seguinte mensagem:

- Sinto orgulho de ter sido teu jogador. Obrigado por tudo.

Aniversário de Carlos Eduardo terá missa na Catedral


Demagogia produz inflação, dívida, juros altos e recessão - adverte Cristovam Buarque

Numa curta entrevista publicada na coluna "Poder em jogo", assinada por Lýdia Medeiros, - 4ª página da Tribuna do Norte nesta quinta-feira, dia 31, o senador Cristovam Buarque (PPS-DF), faz série advertência a Nação.
À pergunta "Qual o papel do Congresso Nacional messa crise?", ele respondeu:
- Assumir o compromisso de sair da demagogia e cair na real. Tem a obrigação de contar a verdade: a festa acabou, e os recursos são limitados. Ficar fora da realidade é fácil: é inflação, dívida, justos altos e recessão.
Outra pergunta: "E o Brasil conseguirá pagar a conta?"
Resposta: 
- Pagar, vai. Mas, precisa decidir se com dinheiro real ou com o dinheiro ilusório da inflação. Historicamente, nas crises, o país sempre escolhe a inflação, e esquece que essa é a pior forma de corrupção: rouba de todos e engana, porque as pessoas não percebem. A tarefa é difícil, sobretudo porque não queremos, no Congresso, ter essa autoridade e competência. Se não pagarmos essa conta, corremos o risco de desagregação social".
A entrevista completa está na edição impressão da Tribuna. Compre nas bancas e nas melhores padarias de Natal.

quarta-feira, 30 de maio de 2018

PSG bota preço em Cristiano Ronaldo

A notícia está no portal português Diário de Notícias.
O time francês declarou-se disposto a dobrar o salário do craque português do Real Madri, oferecendo-lhe 45 milhões de euros por temporada.
CLIQUE AQUI para ler a reportagem completa.

Rosalba dirige mensagem ao servidor mossoroense


Flávio Rocha e João Dória fecham aliança em SP, informa Paulo Galindo

A pré-candidatura presidencial do empresário Flávio Rocha ganhou substancial reforço nesta quarta-feira co o fechamento de uma aliança entre o seu partido - o PRB - e o ex-prefeito e pré-candidato ao governo de São Paulo, João Dória.
A notícia foi divulgada aqui em Natal pelo empresário Paulo Galindo, que postou em grupos de whatsapp a seguinte nota (transcrita em azul), ilustrada com a fotografia abaixo, onde ele próprio aparece ao lado dos dois pré-candidatos.

- Hoje foi dado mais um passo para consolidação da candidatura à Presidência da República de Flávio Rocha e a do pré-candidato ao governo de São Paulo João Dória, sendo esta aliança hoje selada em evento do PRB de São Paulo, com a presença do presidente nacional do PRB, Marcos Pereira.

Robério Paulino celebra aniversário e revela que quase viajou "para outra dimensão"

O professor Robério Paulino, pré-candidato a deputado pelo PSOL-RN, fez aniversário ontem e fará uma comemoração nesta véspera de feriado.
Pelo whatsapp, distribuiu convite aos amigos informando o local da comemoração e revelando que a celebração de hoje tem uma conotação mais importante, uma vez que, no final do ano passado "quase" viajou "para outra dimensão".
Transcrevo abaixo, em letras azuis, o teor do seu convite:




Convite

Queridas/os amigas/os. 
Amigos em comum organizaram uma pequena comemoração hoje à noite, pela passagem do meu niver ontem (completo 40 anos. rss. Estou preocupado porque alguns amigos me dizem que ao romper essa barreira pode bater a depressão). 
Será ali no bar do Thomas, na rua das Tulipas, pertinho do campus da UFRN, na altura do CT ou a 5 minutos vindo do Via Direta. 
Vamos tomar uma gelada, que entender e intervir na situação nacional não está pra amadores. 
Para mim, que quase viajei para outra dimensão no fim do ano passado, celebrar a vida com vcs será uma alegria. Quem vier, traga o bom humor, a amizade verdadeira e a alegria.

Cosern premia em dinheiro projetos contra desperdício de energia

A Cosern, empresa do Grupo Neoenergia, lançou 3ª feira (29) uma Chamada Pública para seleção de projetos de eficiência energética contemplando consumidores das classes residencial (condomínios), comercial, industrial, do serviço público e do poder público Federal, Estadual e Municipal.

Serão disponibilizados R$ 3 milhões, seguindo os critérios técnicos e comerciais definidos no edital da Chamada Pública REE 001/2018, disponível no site da Cosern (www.cosern.com.br). A iniciativa tem o objetivo de promover o uso eficiente e combater o desperdício da energia elétrica.

Serão destinados R$ 1 milhão para a indústria, R$ 500 mil para condomínios, R$ 500 mil para comércio e serviço público e R$ 1 milhão para o poder público. Para participar, além de apresentar projetos qualificados, os interessados devem estar habilitados conforme diretrizes estabelecidas no edital. O documento apresenta os critérios de seleção das propostas de projetos. O aporte de recursos em projetos do Programa de Eficiência Energética em unidades consumidoras com fins lucrativos ocorre mediante contrato de desempenho.

A Chamada tem como finalidade tornar o processo de escolha dos projetos contemplados pelo Programa de Eficiência Energética mais transparente e democrático, promovendo uma maior participação da sociedade, em cumprimento à Resolução Normativa Aneel n° 556, de 18 de junho de 2013. Por meio desse instrumento, todos os interessados poderão apresentar propostas de projetos. Os projetos serão selecionados pelo sistema de qualidade e preço.

O envio das propostas será realizado através do Portal de Chamada Pública de Projetos, disponível na página da Cosern, e terá sua abertura a partir desta 3ª feira (29), com encerramento no dia 26 de julho, conforme cronograma apresentado no edital.

No dia 06 de junho, será realizada uma apresentação sobre o mecanismo da chamada pública e utilização do Portal, às 09h00, no auditório da sede da Cosern, situada à Rua Mermoz, 150, Natal. A apresentação contemplará os clientes e, para participar, é necessário realizar inscrição até o dia 05/06 às 16h00, através do Portal de Chamada Pública, disponível no site www.cosern.com.br.

Cronograma de datas da Primeira Fase

29/05/2018 - Abertura da CHAMADA PÚBLICA

06/06/2018 - Apresentação sobre o mecanismo de chamada pública e utilização do Portal

19/07/2018 - Prazo limite para solicitação de esclarecimentos via portal

29/05/2018 a 26/07/2018 – Período para inclusão do pré-diagnóstico via portal

Até 28/09/2018 - Divulgação da pontuação e qualificação dos pré-diagnósticos e notificação dos qualificados para passar à fase de diagnóstico.
Texto distribuído pela Assessoria de Comunicação da Cosern

Feriado da amanhã homenageia Corpus Christi. Veja horário das missas

Nesta quinta-feira, 31, a Igreja Católica vive a solenidade do Corpo e Sangue de Cristo. Em todas as paróquias da Arquidiocese de Natal haverá celebração eucarística e procissão. Em algumas, os fiéis enfeitam as ruas e o interior das igrejas com tapetes artesanais para a passagem de Jesus Eucarístico.

Na Catedral Metropolitana de Natal, às 8 horas, será celebrada missa, seguida de adoração ao Santíssimo Sacramento, até às 16 horas, quando será celebrada a missa solene, presidida pelo arcebispo, Dom Jaime Vieira Rocha. Após a celebração, haverá procissão com Jesus Eucarístico até a Igreja de Nossa Senhora da Apresentação (antiga Catedral).

Os horários das celebrações nas demais paróquias estão disponíveis no portal da Arquidiocese de Natal. AQUI.
Nota distribuída pela Pascom-Natal.

Saúde estende até o dia 15 vacinação contra a gripe

A 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, que iniciou em 23 de abril e estava prevista a encerrar no dia 01 de junho, será prorrogada até 15 de junho, em função da greve do transporte rodoviário. O Ministério da Saúde informou ainda que a partir do dia 18 de junho, os municípios que ainda não atingiram a meta estabelecida (90%), deverão buscar estratégias para continuar vacinando os grupos prioritários, em especial, crianças, gestantes, idosos e pessoas com comorbidades.

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, a partir do dia 18 de junho, caso haja disponibilidade de vacinas nos municípios, a vacinação poderá ser estendida para crianças de cinco a nove anos de idade e adultos de 50 a 59 anos, se justificando pelo fato de que o grupo de 50 a 59 anos apresenta maior carga de doença, elevado percentual de risco e maior vulnerabilidade para o óbito e as crianças de cinco a nove anos de idade apresentarem melhor resposta a vacinação, e que são um dos principais transmissores do vírus influenza na comunidade.

Durante a campanha estão sendo vacinadas as crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), as gestantes, as puérperas (até 45 dias após o parto), indivíduos com 60 anos ou mais de idade, os trabalhadores da saúde, os professores das escolas públicas e privadas, os povos indígenas, os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

Até hoje (30) o Rio Grande do Norte, já vacinou 668.623 mil pessoas de sua população, atingindo uma cobertura vacinal de 73,2%. O Estado ocupa o 3º lugar no Nordeste e 13º lugar no Brasil em vacinação. Analisado a campanha no Estado, temos a Região de Mossoró ocupando o primeiro lugar (83%) em cobertura vacinal, a região Metropolitana ocupando o segundo lugar (75,3%) e a região de Caicó ocupando o terceiro lugar (72,6%).

“O Estado recebeu suas vacinas em sete remessas, enviadas pelo Ministério da Saúde, diante disso esta ampliação deverá ocorrer apenas naquelas localidades em que houver estoque da vacina influenza, pois não haverá envio de novas remessas, uma vez que todo o estoque nacional já foi distribuído para as Unidades Federadas e por sua vez aos municípios”, explicou Katiucia Roseli, coordenadora estadual de imunização.
Texto distribuído pela Assessoria de Comunicação da SESAP.

Justiça promove leilão de imóveis em Currais Novos. Dia 5

A Justiça Estadual de Currais Novos e o leiloeiro oficial, Edeylson Fidelis, realizam leilão presencial no dia 05 de junho de 2018, a partir das 09:00 horas, no Fórum. 
No evento, serão leiloados imóveis urbanos, industrial e rural localizados em Currais Novos e Lagoa Nova e motocicleta. Interessados podem obter informações mais detalhadas pelo site www.leiloesjudiciais.com.br/rn ou então pelo 0800-707-9272.
Texto encaminhado pela assessoria de imprensa do evento.

terça-feira, 29 de maio de 2018

Poupadores prejudicados nas décadas de 80 e 90 já podem se cadastrar

Agência Brasil

Já está no ar a página na internet que receberá os pedidos de habilitação dos poupadores que tiveram perdas financeiras com planos econômicos das décadas de 80 e 90. Caberá aos próprios poupadores ou seus representantes legais (advogados, defensores públicos ou herdeiros) fazer o cadastro no site e incluir as informações sobre o processo, que serão remetidas às instituições financeiras responsáveis pelos pagamentos. Os dados serão conferidos e validados e a instituição financeira poderá confirmar as informações, devolver ou negar o pagamento. Em caso de negativa, o interessado poderá requerer uma nova análise.

A plataforma, disponibilizada pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban), será lançada nesta terça-feira (22), às 9h30, em cerimônia no Palácio do Planalto com a participação do presidente da República Michel Temer.

O acordo com os poupadores foi homologado em março pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e prevê a compensação das perdas dos poupadores com os planos econômicos Bresser (1987), Verão (1989) e Collor 2 (1991).

Negociado entre o Instituto de Defesa do Consumidor (Idec), a Frente Brasileira dos Poupadores (Febrapo) e a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) há mais de duas décadas, o acordo foi mediado pela Advocacia Geral da União (AGU) e teve supervisão do Banco Central (BC). A estimativa é de que os valores devidos somem cerca de R$ 12 bilhões, que deverão se pagos em até 24 meses.

Ao final do processamento de cada pedido na plataforma, umas lista dos poupadores deverá ser divulgada. A adesão ao acordo é voluntária e quem optar por essa alternativa terá sua ação extinta na Justiça. Cerca de um milhão de ações judiciais poderão ser extintas a partir desse acordo e, segundo o Idec, aproximadamente 3 milhões de pessoas poderão ser beneficiadas.

Terão direito ao pagamento das perdas os poupadores com ações na Justiça e também seus herdeiros. Os poupadores que tenham até R$ 5 mil a receber terão o valor creditado à vista na conta bancária. Já os que tem saldo entre R$ 5 mil e R$ 10 mil, receberão em três parcelas, sendo uma à vista e duas semestrais. A partir de R$ 10 mil, o pagamento será feito em uma parcela à vista e quatro semestrais. A correção para os pagamentos semestrais será feita pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

O acordo também prevê descontos para poupadores que receberão quantia superior a R$ 5 mil. O deságio varia conforme o saldo e começa em 8% para aqueles que receberão entre R$ 5 mil e R$ 10 mil; 14% para os que receberão na faixa de R$ 10 mil a R$ 20 mil; e 19%  para investidores que têm direito a receber mais de R$ 20 mil.

Acordo satisfatório
A advogada-geral da União (AGU), Grace Mendonça, disse recentemente. que a mediação foi um grande desafio, pois a questão se arrastava pelo judiciário brasileiro há quase três décadas. Para ela, o acordo foi satisfatório para os poupadores e houve um desafogamento do Judiciário com a eliminação do volume de ações.

“Fechamos esse acordo em condições favoráveis aos poupadores, porque adotamos um multiplicador mais elevado do que aquele fixado quando há condenação nas ações coletivas. A ideia era eliminar todo esse volume de ações coletivas”, disse Grace, durante o 14º Congresso Brasileiro de Direito do Consumidor, em São Paulo.

Confira a seguir as principais 
dúvidas sobre o pagamento a poupadores:

Quem tem direito a receber?

Os poupadores que ingressaram com ações coletivas e individuais na Justiça pedindo o ressarcimento. No caso das individuais, poupadores ou herdeiros que acionaram a Justiça dentro do prazo prescricional (20 anos da edição de cada plano) também poderão receber os valores. Ainda poderão aderir os poupadores que, com ações civis públicas, entraram com execução de sentença coletiva até 31 de dezembro de 2016.

Os bancos também têm que fazer adesão ao acordo?

O acordo foi assinado pela Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) e pela Confederação Nacional do Sistema Financeiro (Consif), entidades que representam as instituições financeiras. Pelos termos firmados, as condições são aplicáveis a todos os bancos, mas cada um deles precisa aderir ao acordo formalmente em até 90 dias da data de assinatura do acordo, que ocorreu no dia 11 de dezembro de 2017.

O que o poupador deve fazer para receber o pagamento?

Após a homologação pelo STF e adesão dos bancos, os advogados dos poupadores interessados no acordo deverão fazer a habilitação em na plataforma online que será lançada amanhã. Os bancos não receberão adesões diretamente nas agências. A adesão de pessoas físicas também não deve ser feita por meio de processos judiciais.

Será preciso ir a uma agência bancária para receber?

O dinheiro será depositado em conta corrente. O pagamento de espólios/herdeiros será feito por meio de depósito judicial ou na forma indicada em alvará judicial (ordem dada pelo juiz que permite o pagamento de forma diversa).

Qual o prazo para os poupadores aderirem ao acordo?

Os poupadores têm até o dia 1º de março de 2020 para aderir ao acordo, que equivale a dois anos após a homologação pelo STF.

Como será feita a validação dos dados pelos bancos?

Após ser feita a habilitação pelos poupadores, os bancos terão prazo de 60 dias para conferir os dados e validar a participação. O pagamento da indenização à vista ou da primeira parcela deve ocorrer em até 15 dias após a validação da habilitação do poupador. As demais prestações devem ser pagas até o último dia de cada semestre, corrigidas pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Qual será o cronograma de adesão?

A adesão será liberada em 11 lotes, de acordo com o ano de nascimento do poupador, privilegiando os mais idosos. O primeiro lote será aberto para os nascidos até 1928. Herdeiros e inventariantes de poupador falecido, no 10º lote e quem entrou com execução de ação civil pública em 2016, independentemente da idade (11º lote).

Quais valores serão liberados primeiro?

Os valores até R$ 5 mil serão pagos à vista, independentemente do banco. Se o valor a receber for superior a R$ 5 mil, o pagamento será parcelado, conforme o acordo homologado pelo STF. Assim, valores entre R$ 5 mil e R$ 10 mil serão pagos em três parcelas semestrais; valores entre R$ 10 mil e R$ 20 mil, em cinco parcelas semestrais; e valores acima de R$ 20 mil, em sete parcelas semestrais. No caso dos poupadores que executaram ações em 2016, o parcelamento pode ocorrer em até sete vezes, independentemente do valor da indenização.

Algum banco anunciou a antecipação desse cronograma?

Sim, Itaú Unibanco antecipará o pagamento para todos os poupadores que aderirem ao acordo sobre a correção dos planos econômicos, independentemente do valor, desde que sejam correntistas da instituição. O banco pagará os valores, em uma única parcela, por meio de crédito em conta no Itaú.

Segundo o Itaú, após a validação, o pagamento será, então, realizado em até 15 dias. Para poupadores com valores a receber maiores do que R$ 5 mil, é condição para pagamento à vista que tenham conta no Itaú Unibanco no momento da adesão, e indiquem essa conta para o recebimento dos valores.

Como será feita a correção monetária?

O acordo prevê a aplicação de fatores de multiplicação sobre o saldo das cadernetas de poupança na época dos planos econômicos, na respectiva moeda então vigente. Eles são diferentes para cada plano econômico:

Plano Bresser: 0,04277 (valor em cruzados)
Plano Verão: 4,09818 (valor em cruzados novos)
Plano Collor II: 0,0014 (valor em cruzeiros)

Assim, para saber quanto terá para receber, o poupador deve multiplicar o saldo que tinha na época pelo fator correspondente. Para montantes acima de R$ 5 mil, haverá descontos progressivos.

Como serão os descontos?

O deságio varia conforme o saldo e começa em 8% para aqueles que têm de R$ 5 mil a R$ 10 mil a receber; 14% para os que têm de R$ 10 mil a R$ 20 mil a receber; e 19% para os que têm direito a receber mais de R$ 20 mil.

Quem não entrou na Justiça terá direito a receber com base no acordo?

Não. O acordo firmado prevê que serão beneficiados os poupadores ou seus herdeiros que ajuizaram ações individuais ou executaram sentenças de ações coletivas ou civis públicas até 31 de dezembro de 2016.

Quem ajuizou ação e perdeu poderá entrar com recurso?

O advogado do poupador deverá verificar a possibilidade de recurso. Caso o prazo para recurso já tenha se esgotado, a decisão desfavorável ao poupador se tornou definitiva, e ele não poderá participar do acordo.

Por que foi necessária homologação do STF?

Como o acordo trata de assuntos que estão em disputa judicial, é preciso que um órgão do Judiciário valide sua legalidade e, com isso, os litígios possam ser encerrados. Segundo o Idec, no caso de planos econômicos, o Supremo é o órgão mais indicado porque está em suas mãos julgar os casos mais relevantes, que definiriam o rumo de todas as ações sobre o tema e os recursos extraordinários que paralisaram o andamento de milhares de processos.

*Colaborou Camila Boehm, de São Paulo

Carlos Eduardo: "RN precisa de um governo com autoridade moral"

- O Rio Grande do Norte precisa de um governo com autoridade moral - afirmou o ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo, durante entrevista que concedeu no início desta noite na 98-FM.
Ele assegurou que pretende tratar da questão da segurança pública primeiro, valorizando os policiais e acionando mecanismos de inteligência e de tecnologia na luta contra a violência e a criminalidade.
Em sua conta no twitter, Carlos postou uma foto sua falando aos entrevistadores Felinton Rodrigues e Jean Valério, com uma nota resumo do que iria falar.
A nota total tem p seguinte teor:
- Jamais direi que estudei segurnaça 20 anos como o atual governador, em cujo período vivemos a pior situação de violência.
- Precisamos de um governo com autoridade moral.
- Temos que valorizar policiais, inteligência, tecnologia. Entrevista @98FMNatal.
Foto: Reprodução do twitter.

Veja e ouça parte do sermão feito nesta terça pelo Papa Francisco

O caminho para a santidade é a liberdade - diz o Papa

Entrar nos esquemas mundanos nos tira 
a liberdade, e para andar na santidade, 
devemos ser livres: 
a liberdade de andar olhando para a luz, 
de seguir em frente. 
Sem liberdade não se pode ser santos. 
A liberdade é a condição 
para poder caminhar olhando a luz à frente.

O Papa ao proferir homilia na missa que celebrou nesta terça-feira
(Foto - Reprodução do Portal do Vaticano)
Cidade do Vaticano

Nos momentos de provação não voltar aos esquemas do mundo, que tiram a liberdade. 
É preciso, pelo contrário, permanecer no caminho para a santidade. 
Foi o que afirmou o Papa Francisco na Missa celebrada na manhã desta terça-feira (29/05) na Casa Santa Marta, inspirando-se na primeira leitura (1Pd 1,10-16) do dia, na qual Pedro exorta a caminhar para a santidade:

E o chamado à santidade, que é o chamado normal, é o chamado a viver como cristão, isto é, viver como cristão é o mesmo que dizer “viver como santo”. Tantas vezes nós pensamos na santidade como algo extraordinário, como ter visões ou orações elevadíssimas… ou alguns pensam que ser santo significa ter uma cara de santinho. 
Não! Ser santos é outra coisa. É caminhar no que o Senhor nos diz sobre a santidade. E, o que é caminhar na santidade? E Pedro diz: “ponde toda a vossa esperança na graça que vos será oferecida na revelação de Jesus Cristo”.

Caminhar para a luz

“Caminhar para a santidade” consiste portanto no caminhar para aquela graça que vem ao encontro, caminhar para a esperança, estar em tensão rumo ao encontro com Jesus Cristo.

É como quando se caminha em direção à luz: tantas vezes não se vê bem o caminho porque a luz nos ofusca. “Mas não erramos – observa o Papa – porque vemos a luz e conhecemos o caminho”.

Quando, ao invés disso, se caminha com a luz nas costas, se vê bem a estrada, mas na realidade, porém, diante de nós existe a sombra, não luz.

Não voltar aos esquemas do mundo

Para caminhar para a santidade, depois, é necessário “ser livres e sentir-se livres”. O Papa adverte porém que existem tantas coisas que escravizam. Por isso Pedro exorta a não conformar-se aos desejos “do tempo da vossa ignorância.” Também Paulo na Primeira leitura aos Romanos diz: “não conformai-vos”, que significa “não entrem nos esquemas”:

“Esta é a tradução correta destes conselhos - não entrem nos esquemas do mundo, não entrem nos esquemas, no modo de pensar mundano, no modo de pensar e de julgar que o mundo oferece a você, porque isso tira sua liberdade". E para andar na santidade, devemos ser livres: a liberdade de andar olhando a luz, de seguir em frente. E quando voltamos, como diz aqui, ao modo de viver que tínhamos antes do encontro com Jesus Cristo ou quando nós voltamos aos padrões do mundo, perdemos a liberdade.

Sem liberdade não se pode ser santos

No livro do Êxodo vemos, de fato, como tantas vezes o povo de Deus não quis olhar para frente, para a salvação, mas voltar atrás. Lamentavam-se e "imaginavam a bela vida que passavam no Egito", onde comiam cebolas e carne, destaca Francisco.

"Nos momentos de dificuldade, o povo volta atrás", "perde a liberdade": é verdade que comiam coisas boas, mas na "mesa da escravidão":

Nos momentos de provação, sempre temos a tentação de olhar para trás, de olhar para os esquemas do mundo, para os padrões que tínhamos antes de iniciar o caminho da salvação: sem liberdade. E sem liberdade não se pode ser santos. A liberdade é a condição para poder caminhar olhando a luz à frente. Não entrar nos esquemas da mundanidade: caminhar em frente, olhando para a luz que é a promessa, na esperança; essa é a promessa como o povo de Deus no deserto: quando olhavam para frente, iam bem; quando vinha a nostalgia porque não podiam comer as coisas boas que lhes davam lá, erravam e esqueciam que lá não tinham liberdade.

Esquemas mundanos prometem tudo e não dão nada

O Senhor, portanto, chama à santidade de todos os dias. E há dois parâmetros para saber se estamos no caminho para a santidade: antes de tudo, se olhamos para a luz do Senhor na esperança de encontrá-lo e, depois se, quando chegam as provações, olhamos em frente e não perdemos a liberdade, refugiando-nos nos esquemas mundanos que "prometem tudo e não te dão nada".

"Sejam santos porque eu sou santo", é o mandamento do Senhor. Francisco recorda isso ao concluir, exortando a pedir a graça de entender bem o que é o caminho da santidade: "um caminho de liberdade, mas em tensão de esperança rumo ao encontro com Jesus". E entender bem também o que é ir em direção aos "esquemas mundanos que todos nós tínhamos antes do encontro com Jesus".

Deus salve o Brasil

O andar da carruagem tá me parecendo indicar, com clareza, que não tem volta a atual caminhada da sociedade brasileira - vamos chegar a uma ditadura.
Tal o nível de degradação a que chegaram as nossas instituições, nenhuma delas dispõe da credibilidade necessária para retirar o país do caos em que se encontra.
Todas - rigorosamente todas - se corromperam, produzindo isto que está aí: Um país dividido. Um país sem comando. Um país sem rumo. Um país sem futuro. 
Este é o Brasil de hoje. Sem estadistas. Sem líderes.
Chegamos ao ponto em que muitos defendem abertamente a sequência dessa caminhada até a ditadura, sem perceber que, com ela, estaremos abrindo mão de dois direitos absolutamente fundamentais - o direito à soberania popular e o direito à liberdade.
Minha esperança é que perdendo-os, todos os que hoje se digladiam, venham amanhã a reconhecer os erros que estão nos conduzindo até aqui e passem a lutar juntos, pela sua restauração.
Deus salve o Brasil.

segunda-feira, 28 de maio de 2018

José Adécio Filho responde pela presidência da Codern

Por decisão do Conselho de Administração (CONSAD) da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN), o Diretor Administrativo e Financeiro, José Adécio da Costa Filho, passa a responder interinamente pela Presidência da companhia.
Funcionário de carreira da CODERN, o também Engenheiro Emerson Fernandes Daniel Júnior continua prestando sua contribuição técnica, depois de ter ocupado pela terceira vez a Presidência.
José Adécio Filho é Engenheiro Civil, funcionário efetivo do Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (DETRAN-RN), onde respondeu pela Coordenadoria de Operações. Atualmente cedido à CODERN, possui pós-graduação em Administração e em Estradas e Rodagens. Já foi Secretário de Meio-Ambiente do município de Guamaré e também Diretor-Presidente da Central de Abastecimento do Rio Grande do Norte (CEASA-RN).
O titular da Presidência da CODERN ainda não foi anunciado.
Texto e foto encaminhados pela Assessoria de Imprensa da Cosern.
José Adécio Filho


Sábado, dia 2, Padre Pio terá missa de 7º dia


Artigo de Paulo Afonso Linhares

BRASÍLIA DESBOTADA

Paulo Afonso Linhares


No final da década de 1970, quando o ciclo de governos militares demonstrava já enorme exaustão e nas ruas crescia o movimento pela retomada do Estado (democrático) de direito a partir da discussão e aprovação de uma nova constituição, ocorreu no Cine Brasília um evento em que falariam dois dos mais qualificados antagonistas do regime militar: o arquiteto Oscar Niemeyer e o antropólogo e escritor Darcy Ribeiro. O primeiro, foi o homem de cuja prancheta saíram os projetos de todos os monumentos e edifícios importantes da capital federal, inclusive o próprio que abrigava aquele evento. O segundo, fundador da Universidade de Brasília,  ministro da Educação e intelectual respeitado, aqui e alhures, por seus escritos em diversos domínios do conhecimento.
Foi uma tarde inesquecível para aqueles jovens que lotavam o grande auditório, a maioria já nascida depois de 1964. Dois gênios da raça brasileira, independentemente da aceitação ou não de suas posições políticas e ideológicas.  A despeito do reconhecido brilhantismo de Darcy, todas as atenções se voltavam para Niemeyer, há muito tempo afastado do Brasil, que fez uma retrospectiva sobre a concepção urbanística e arquitetônica, enquanto rabiscava sobre grandes folhas de papel-manteiga dispostas em um cavalete: o criador desnudando, a partir de singelos rabiscos, o seu processo de criação. Inesquecível. O mais relevante, contudo, foi a ênfase que deu na elucidação da base humanística de sua obra e do seu parceiro, o urbanista Lúcio Costa, contemplando aspectos sociais, culturais, políticos e econômicos. Em suma, Brasília seria um bom local para a vivência humana, claro, desde que mantidas as premissas de sua concepção. E isto lastimavelmente não aconteceu nas décadas seguintes à fundação em 1960.
Das grandes linhas traçadas por seus idealizadores, pouco restou em Brasília. Tudo o que foi possível fazer para desvirtuar o projeto Lúcio Costa/Niemeyer, pelos motivos mais diversos foi feito: na época dos militares, por simples pirraças político-ideológicas; depois, por um mistura de ignorância, populismo (o ex-governador Roriz distribuiu milhares de lotes no entorno de Brasília, causando o surgimento de centros urbanos populosos, porém, de precárias estruturas urbanísticas) e mesmo da velha conhecida de todos que é a corrupção pura e simples. 
Envelhecida precocemente, Brasília enfrenta a pecha de ser, hoje, a capital da suprema esbórnia em todos os sentidos, sobretudo, agora, com as revelações constantes de grandes escândalos de corrupção a envolver altas personalidades da República, empresários importantes e executivos de grandes empresas, ademais do envolvimento de partidos políticos e expressivas lideranças, protagonizando uma das mais graves crises da história republicana.
No bojo de mais um preocupante evento que plasma a atenção do Brasil, que é o movimento de caminhoneiros e com presença em todas as regiões do país, Brasília nunca pareceu tão refém de tudo e tão perdida, sem rumo, vazia de pessoas e de veículos nas ruas, amedrontada e triste, onde começam a faltar combustíveis, gêneros alimentícios, medicamentos e… esperança. Brasília desbotou. 
Sem precisar descer a detalhes, basta dizer que esse movimento que deixa expostos os nervos do Brasil não é uma greve, mas, manifestação política de uma poderosa categoria econômica que, consciente de seu poder de fogo, resolveu dar as cartas e colocou as instituições do Estado no canto do ringue. E o que eram reivindicações meramente de cunho econômico, passam a ter uma tintura cada vez mais política, embora seja um movimento de lideranças dispersas e diluídas, além de política e ideologicamente confuso. 
Contudo, de modo mais presente ressai a intenção política de impedir as eleições deste ano, com o afastamento do presidente Temer e até, pasmem, de uma volta dos militares ao poder. Coisas malucas e que nada têm a ver com as bandeiras iniciais dessa categoria econômica (por isto é que não se pode falar em “greve de caminheiros”). Neste país, aliás, na mesma velocidade em que se plantando tudo dá, como já disse Caminha na famosa carta do ano 1500, igualmente aqui todas as coisas e instituições se desvirtuam. 
Parece que as cores esmaecidas de Brasília refletem as enormes dificuldades que os impasses institucionais ora vividos impõem à nação como um todo. É como uma ‘icterícia política’ que embora assim atinja todo o país, reflete-se apenas nos “olhos amarelados” de Brasília. Entretanto, o bom é que tudo passa e que não se pode abdicar da busca por melhores dias, pois, como contatou o mesmo Oscar Niemeyer, “a Humanidade precisa de sonhos para suportar a miséria, nem que seja por um instante”. E de esperança, sempre, para vencer o desânimo e o medo. Assim, toca para frente, Brasília.

domingo, 27 de maio de 2018

Luto na Igreja de Natal: Morre o Padre Pio

Faleceu hoje em Natal o Padre Pio Hensgens.
Durante vários anos foi pároco de Nova Descoberta e Morro Branco. 
Às 15 horas haverá missa de corpo presente na matriz desses bairros (Igreja do Sagrado Coração de Jesus, Rua Antônio Basílio, 3840).
Estava com 86 anos.
E, segundo reportagem que a Tribuna do Norte publicou quando completou 80 anos - 28-03-2012 - era torcedor fervoroso do Alecrim Futebol Clube.
Era holandês de nascimento.
Pertencente à Congregação Redentorista, foi ordenado padre a 16 de setembro de 1959.
Padre Pio chegou a Natal em 1966, a convite do então arcebispo metropolitano, dom Nivaldo Monte.

sábado, 26 de maio de 2018

Prefeito recebe vaia em escola de São Gonçalo

Hoje na Escola Municipal Varela Barca em São Gonçalo do Amarante, enquanto acontecia uma festa das mães, o prefeito Paulo Emidio (PR) foi amplamente vaiado pelas mães.
Conforme o relato que me foi encaminhado, o prfefeito tentou contornar a situação sorteando brindes e fingindo que a vaia não era com ele.
Nesse momento, uma mãe levantou-se, pegou o microfone e disse que mães e pais de alunos de SGA querem muito mais que brindes e festinhas: querem melhoria na educação de SGA. 
De acordo com o SINTE-SGA, a educação em São Gonçalo do Amarante está totalmente sucateada. 
Entre outros problemas, o Sindicato denuncia:
1) escolas caindo aos pedaços
2) falta de merenda, de transporte e de fardamento
3) os professores têm os piores salários do estado mesmo sendo a terceira maior arrecadação tributária do estado. 
Numa nota sobre o que aconteceu na Escola Municipal Varela Barca, o SINTE destaca:
"O prefeito e seus demais gestores merecem muita "VAIA" mesmo, de toda a população. Merece muita luta e resistência dos trabalhadores deste município que tem direito a educação, saúde, transporte, moradia e segurança pública de qualidade.
Avante, na LUTA!"


quarta-feira, 23 de maio de 2018

Litro da gasolina baixa para R$2.0306 a partir de amanhã nas refinarias

Agência Brasil

A Petrobras anunciou hoje (23), pelo segundo dia consecutivo, redução nos preços da gasolina e do diesel em suas refinarias. 
A partir de amanhã (24), o preço da gasolina cairá 0,62% e custará R$ 2,0306 o litro. O preço do diesel terá redução de 1,15% e passará a custar R$ 2,3083, de acordo com a estatal.

Em dois dias, as quedas acumuladas chegam a 2,69% para a gasolina e a 2,67% para o diesel. Apesar disso, a gasolina acumula altas de 12,95%, em maio, e de 16,76% em um mês. O diesel soma aumentos de 9,34%, em maio, e de 15,16% em um mês.

O alto valor do preço do combustível é o principal motivo para a manifestação nacional dos caminhoneiros, que começou no final da noite de domingo (20).

Testemunham endossam tese da defesa de Henrique - avalia advogado

Novas testemunhas ouvidas por vídeo conferência pelo Juiz Francisco Eduardo Magalhães, da 14ª Vara da Justiça Federal em Natal, endossaram a tese de defesa do ex-ministro Henrique Eduardo Alves, um dos acusados em decorrência da chamada "Operação Munus", sobre supostas irregularidades na construção da Arena das Dunas.
Fazendo uma avaliação dos 20 depoimentos já prestados, o advogado de Henrique, Esequias Pegado Cortez, afirmou, segundo reportagem publicada na edição desta quarta-feira da Tribuna do do Norte
- Está se confirmando e mostrando a inocência de Henrique.
Os interrogatórios mais recentes foram nessa terça-feira, dia 22, quando falaram os ex-dirigentes da Odebrecht Amabiental - Alain Arcalji e Renato Amaury de Medeiros.

domingo, 20 de maio de 2018

Fossa em creche do Golandim cria problemas para alunos e professores

Recebi a seguinte mensagem implorando atenção para o grave problema enfrentado em creche do Golandim:

DENÚNCIA
 
A Creche Lusenildo, no bairro do Golandim em São Gonçalo do Amarante, se encontra em uma situação precária, pois em meio a uma sala de aula temos uma fossa que é instalada por baixo da sala de aula.
Por esta fossa escoam os dejetos da escola.
Mesmo tampando é insuportável o mau cheiro, e quando chove as crianças ficam impossibilitadas de usar a sala de aula. Pelo ralo colocado dentro da sala, não tem quem aguente a fedentina.
Além de tudo, isso é totalmente inadmissível.
Onde esperamos que a escola seja um ambiente saudável e de aprendizado, que ofereça proteção e condições de saúde para os estudantes, nos deparamos com tal situação. 
Na
Queremos um posicionamento e resolução urgente deste e dos demais problemas existentes nas estruturas das escolas de SGA. À LUTA!
Na segunda-feira o SINTE vai expor esse problema na promotoria.
Principalmente nos dias de chuva, o mau cheio que sai por 
esse ralo torna impossível permanecer na sala de aula




sábado, 19 de maio de 2018

Grupo custeará mutirão de mamografias com venda de camisetas

Vamos torcer pelo Brasil na Copa e ainda ajudar o Grupo Reviver a custear mamografias gratuitas no mutirão em outubro e novembro deste ano? 
É fácil! Você pode adquirir sua camiseta nas lojas Mulher Rendeira, Afonso Pena e Midway, e na AABB, ao preço de R$ 25,00. 
Vamos fazer parte dessa corrente do bem e fazer a diferença na vida de muitas mulheres nesse lindo trabalho de conscientização, prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama.
Siga @gruporevivernatal
Texto e ilustração encaminhados pela Assessoria de Imprensa do evento.

sexta-feira, 18 de maio de 2018

Carta do Papa aos bispos do Chile

Queridos irmãos no episcopado,

Quero agradecer-lhes por terem acolhido o convite para que, juntos, fizéssemos um discernimento franco face aos graves fatos que prejudicaram a comunhão eclesial e debilitaram o trabalho da Igreja do Chile nos últimos anos.

À luz dos acontecimentos dolorosos concernentes aos abusos – de menores, de poder e de consciência –, temos aprofundado a gravidade dos mesmos, bem como as trágicas consequências que tiveram particularmente para as vítimas. A algumas delas eu mesmo pedi perdão de coração, a cujo pedido vocês se uniram numa só vontade e com o firme propósito de reparar os danos causados.

Agradeço a plena disponibilidade que cada um manifestou a aderir e colaborar em todas aquelas mudanças e resoluções que teremos que tomar a curto, médio e longo prazos, necessárias para restabelecer a justiça e a comunhão eclesial.

Depois destes dias de oração e reflexão os convido a seguir construindo uma Igreja profética, que sabe colocar no centro o importante: o serviço a seu Senhor no faminto, no preso, no migrante, na vítima de abuso.

Por favor, não se esqueçam de rezar por mim.

Que Jesus os abençoe e a Virgem Santa os proteja.

Fraternalmente,
Francisco

Bispos chilenos entregam seus cargos ao Papa e imploram o perdão das vítimas

Os membros da Conferência Episcopal Chilena 
divulgaram esta sexta-feira um comunicado 
ao final dos colóquios com Francisco, 
colocando seus cargos à disposição do Papa.

Cidade do Vaticano

Depois de três dias de encontros com o Santo Padre e muitas horas dedicadas à meditação e à oração, seguindo as indicações do Papa Francisco, os bispos da Conferência Episcopal Chilena divulgaram a seguinte declaração:

"Antes de tudo, agradecemos ao Papa Francisco pela sua escuta paterna e a sua correção fraterna. Mas, sobretudo, queremos pedir perdão pela dor causada às vítimas, ao Papa, ao Povo de Deus e ao nosso país pelos graves erros e omissões cometidos por nós.

Agradecemos também a Dom Scicluna e ao Rev. Jordi Bertomeu por sua dedicação pastoral e pessoal, e pelo esforço investido nas últimas semanas para tentar sanar as feridas da sociedade e da Igreja no nosso país.

Agradecemos às vítimas por sua perseverança e sua coragem, não obstante as enormes dificuldades pessoais, espirituais, sociais e familiares que tiveram que enfrentar, unidas com frequência à incompreensão e aos ataques da própria comunidade eclesial. Mais uma vez imploramos o seu perdão e sua ajuda para continuar a avançar no caminho do tratamento das feridas para que possam ser sanadas.

Em segundo lugar, queremos comunicar que todos nós presentes em Roma, por escrito, colocamos os nossos cargos nas mãos do Santo Padre, para que Ele decida livremente por cada um de nós.

Nós nos colocamos em caminho, sabendo que esses dias de diálogo honesto representam uma pedra angular de um profundo processo de transformação guiado pelo Papa Francisco. Em comunhão com ele, queremos restabelecer a justiça e contribuir para a reparação do dano causado, para dar novo impulso à missão profética da Igreja no Chile, cujo centro sempre deveria ter sido em Cristo.

Desejamos que a face do Senhor volte a resplandecer na nossa Igreja e nos empenhemos para isso. Com humildade e esperança, pedimos a todos que nos ajudem a percorrer esta estrada.

Seguindo as recomendações do Santo Padre, imploramos a Deus que nessas horas difíceis, mas repletas de esperança, a Igreja seja protegida pelo Senhor e por Nossa Senhora do Carmo.

Os bispos da Conferência Episcopal Chilena"

Ex-comandante da PM dá entrevista a Joaquim Pinheiro

O Coronel Azevedo, ex-comandante da Polícia Militar e pré-candidato a deputado estadual será o entrevistado desta sexta-feira, no Programa Pensando Bem, apresentado na TV Câmara-Natal.
O programa começa às 18 horas e, como sempre, será conduzido pelo jornalista Joaquim Pinheiro.

Emendas de Beto Rosado beneficiam municípios na área de saúde

A partir desta semana, 38 municípios do Rio Grande do Norte começaram a receber o pagamento do Ministério da Saúde para a aquisição de novas ambulâncias de simples remoção, equipamentos para gabinetes odontológicos e veículos de transporte sanitário. Os recursos foram viabilizados pelo deputado federal Beto Rosado (Progressistas), que indicou no Orçamento Geral da União (OGU).
“Fico muito feliz que o ministério da saúde cumpriu com o pagamento dos recursos. Em breve, os novos equipamentos irão chegar aos municípios e reforçar a assistência à população”, comemorou Beto.
O parlamentar viabilizou as 23 ambulâncias para os seguintes municípios: 
Apodi, 
Assu, 
Caicó, 
Canguaretama, 
Currais Novos, 
Doutor Severiano, 
José da Penha, 
Jucurutu, 
Lagoa d’Anta, 
Monte das Gameleiras, 
Olho-d'Água do Borges, 
Pedro Avelino, 
Portalegre, 
Riacho da Cruz, 
Ruy Barbosa, 
São Fernando, 
São Francisco do Oeste, 
Serra de São Bento, 
Serrinha dos Pintos, 
Severiano Melo, 
Tibau, 
Touros e 
Upanema.
Foram destinados 33 gabinetes odontológicos, sendo 20 unidades do equipamento para Mossoró. 
Os demais vão para: 
Almino Afonso, 
Baía Formosa, 
Frutuoso Gomes, 
Governador Dix-Sept Rosado, 
Nísia Floresta, 
Nova Cruz, 
Pedra Grande, 
Pedro Velho, 
Santana do Matos, 
São José de Mipibú, 
Serrinha, 
Tibau e 
Touros. 
João Câmara, 
Natal, Pau dos Ferros e 
São José de Mipibú 
vão receber novos veículos de transporte sanitário.
Texto e foto encaminhados pela Assessoria do deputado Beto Rosado.
Foto: Vanessa d'Oliviêr