quinta-feira, 30 de março de 2017

Padre Ândreson assume o Setor Juventude da Arquidiocese de Natal

O Setor Juventude, da Arquidiocese de Natal, tem novo coordenador. 
Trata-se do Padre Ândreson Madson do Nascimento, natural de São Gonçalo e que, no momento, também é vigário paroquial de Nossa Senhora de Fátima, em Parnamirim. 
Padre Ândreson sucede o Padre Inácio Lopes, nomeado pároco da Paróquia de Santana, em Santana do Matos.
O anúncio foi feito pelo Arcebispo, Dom Jaime Vieira Rocha, nesta quinta-feira, dia 30, segundo informa o portal da Arquidiocese.

Esperança do Banco Central é que a inflação seja de 4% este ano

Kelly Oliveira - Repórter da Agência Brasil

O Banco Central (BC) espera que a inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), fique em 4% este ano. A informação foi divulgada hoje, em Brasília, pelo BC.
A estimativa é feita com base em projeções do mercado financeiro para as taxas de juros e de câmbio. Se a projeção se confirmar, ficará abaixo do centro da meta de 4,5%, com limite inferior de 3% e superior de 6%.
Para 2018, a projeção é 4,5% no centro da meta. A estimativa para 12 meses a serem encerrados em março de 2019 é de 4,6%.
Essas estimativas integram o cenário central, anteriormente chamado pelo BC de “cenário de mercado”.

Outro cenário

No segundo cenário, em nova metodologia, o BC utiliza as projeções de mercado para a taxa de juros e prevê um câmbio constante em R$ 3,10 para fazer a estimativa. Este ano, a inflação deve fechar em 3,9%, em 2018 em 4,3% e, em 12 meses encerrados em março de 2019, em 4,4%.
O BC também divulga outros dois cenários, mas os considera com “menos conteúdo informativo no
contexto atual”, em que há expectativa de continuidade da trajetória de redução da taxa básica de juros, a Selic.
Nesses dois cenários, se supõe que taxa Selic ficará constante no atual patamar (12,25% ao ano) ao longo do período da projeção.
Em um desses cenários, anteriormente chamado de “cenário de referência”, a taxa de câmbio também é constante. A estimativa para a inflação é 3,9% em 2017 e 4% em 2018.
No último cenário, o BC considera a projeção do mercado financeiro para a taxa de câmbio, com inflação em 3,9% neste ano, e 4,2% em 2018.

Ato contra a reforma da Previdência no Cidade das Flores

O Sinte São Gonçalo do Amarante está convocando ato público contra a reforma da previdência. Vejas as informações na ilustração abaixo:


quarta-feira, 29 de março de 2017

Seleção do Brasil é a 1ª a se classificar para a Copa da Rússia

Quem destaca esse feito é o portal alemão DW.
Numa ampla reportagem lembra que a Seleção Brasileira conseguiu essa feito após a vitória de terça-feira sobre o Paraguai por 3x0.
O portal refere-se à cobertura que a imprensa alemã fez da conquista brasileira, considerando o desempenho do time como uma "apresentação de gala".
De acordo com a reportagem, em junho a Seleção Brasileira terá dois amistosos na Austrália - um, no dia 9,contra a Argentina; e outro no dia 12 contra a seleção australiana.
CLIQUE AQUI para ler a reportagem completa.

terça-feira, 28 de março de 2017

Artigo de Públio José

O PREFEITO E A SEGURANÇA
                                    
Públio José – jornalista

O Prefeito de uma cidade tem sob sua responsabilidade a maioria das questões que envolvem a rotina do cidadão. Arborização, saúde, educação, mobilidade urbana, trânsito, obras públicas e uma série de outras demandas que compõem o seu raio de ação. Você vota no candidato de sua preferência e espera dele o melhor encaminhamento para tais problemas. Entretanto, de todas as broncas que afligem o morador urbano hoje em dia, uma se sobressai: a segurança. E sobre a segurança o Prefeito não tem nenhuma ingerência. Mesmo sendo a maior autoridade local, o Prefeito – mesmo que queira – não pode se envolver um tantinho que seja na segurança de seus munícipes. Estranho, não? Por mais boa vontade que tenha, ele está impedido por preceitos constitucionais. Pois segurança é assunto, somente, da alçada da União e dos Estados. Assim, só resta ao ilustre alcaide tentar ajudar. Somente!
Providenciar, por exemplo, uma melhor iluminação pro povo fugir da escuridão; um asfalto melhor para os carros andarem numa velocidade mais acelerada e, assim, não dar tanta vantagem ao assaltante; tentar ao máximo segurar a meninada na escola para mantê-la distante das garras da bandidagem e do tráfico de droga, entre outras ações. Que ajuda – ajuda. Mas que é pouco – é! Embora esteja atravessando uma crise econômica de proporções nunca vistas, aflora em todo brasileiro uma revolta muito maior pelo (mau) desempenho das autoridades no tocante à segurança do que no descalabro da economia. Ao que parece, as pessoas, mesmo as mais carentes, sempre encontram lenitivo, saída para seus apertos financeiros. Os parentes ajudam, os irmãos da igreja, os amigos, os vizinhos... Porém da (in)segurança ninguém escapa. E, por aqui, o Prefeito, a autoridade mais próxima do cidadão, nada pode fazer. Eita, Brasil!                 
Alguém há de indagar – e a Guarda Municipal? Esta foi criada para cuidar dos prédios de propriedade do Município. Constitucionalmente sua atuação pára por aí. É claro que ali e acolá, em alguns episódios de violência urbana, vê-se a participação do órgão. Mas é uma ação fortuita e, rigorosamente falando, ao arrepio da lei. E, se dermos uma olhada pelo mundo, veremos que o Brasil está na contramão da lógica em termos de segurança. Na maioria dos países desenvolvidos a segurança – para determinados tipos de delitos – é municipalizada. Aqui mesmo, na América do Sul, a Colômbia enfrentou e venceu uma crise assombrosa de violência urbana envolvendo os três níveis de governo no combate ao crime organizado. Lá, tanto a capital, Bogotá, como a segunda maior cidade do país, Medellín, foram assoladas pelo domínio das quadrilhas de tráfico de drogas e de uma infinidade de outros crimes. E venceram!               
Na Colômbia, a política de segurança pública e de combate à criminalidade é regida pelo Conselho Nacional de Segurança – presidido pelo Presidente da República; pelo Conselho Estadual de Segurança – presidido pelo Governador; e pelo Conselho Municipal de Segurança – presidido pelo Prefeito. Tem a participação, em cada instância, da Justiça, Ministério Público, Polícia e associações diversas, sob a visão inafastável do conceito “segurança cidadã”, que inclui: ação preventiva (mão amiga) e repressiva (mão dura), Polícia aparelhada e bem paga, Justiça ágil, o envolvimento da população e um conjunto de obras em áreas carentes. Esse aparato fez das duas cidades lugares dignos e seguros de se viver, tendo como eixo central a pessoa do Prefeito. Por aqui, soa estranho seu afastamento constitucional de temas tão importantes. Já não é hora de se fazer uso das ferramentas da inteligência? Ou não? Ah, Brasil...

Obra da Cosern interdita pista da Prudente até 21 de abril



COMUNICADO DE UTILIDADE PÚBLICA

A Cosern comunica que, para realizar uma obra de manutenção nos cabos subterrâneos da linha de transmissão que interliga as subestações de Neópolis e Lagoa Nova, será necessário interditar até o dia 21 de abril, sempre das 8h às 18h, uma das pistas de rolamento da Avenida Prudente de Morais, no sentido Centro-Candelária, na altura do Complexo Viário Dom Eugênio Sales, próximo à lanchonete Pittsburg (ver mapa em anexo).
A Cosern ressalta que o fornecimento de energia elétrica não será interrompido no trecho citado durante a execução da obra.
Texto e ilustrações encaminhados pela Assessoria de Comunicação da Cosern.

Terceirizados de São Gonçalo ainda esperam o 13º de 2015

Terceirizados que trabalham para a Prefeitura de São Gonçalo afirmam que continuam esperando receber o 13º salário referente a 2015,
Afirmam que - de 2016 - só uma parte foi paga.
E garantem que estão há seis meses sem receber o vale alimentação.
E assinalam:
- Descontam e não repassam.

segunda-feira, 27 de março de 2017

domingo, 26 de março de 2017

Relatório do DEPEN diz que Alcaçuz tem 1303 presos, todos sob controle

O texto abaixo sobre o que seria a situação atual interna do Presídio de Alcaçuz, foi distribuído neste domingo pela Assessoria de Comunicação do Governo do Estado:

O Departamento Penitenciário Nacional (Depen) entregou ao Governo do Estado um relatório com o diagnóstico preciso da situação dos presos da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, o que possibilitará a continuidade das ações realizadas pelo órgão dentro da unidade. Os dados obtidos após 15 dias de operação foram apresentados à imprensa em coletiva realizada na manhã deste domingo, 26, na Governadoria, em Natal. Na ocasião, a diretora do Sistema Penitenciário Federal, Cintia Rangel Assumpção, que conduziu o trabalho com os apenados, assinalou que a unidade está sob controle absoluto do Estado.
“Graças à união da Secretaria de Segurança Pública, da Secretaria de Justiça e Cidadania, através do apoio dos colegas agentes penitenciários estaduais, e da força de nossa intervenção, conseguimos atuar com paz e tranquilidade. A força permanece até onde for necessário, mas pode ter certeza que nós temos controle sobre aquela unidade”, assinalou ela, destacando ainda a responsabilidade que todas as instituições públicas têm em relação ao sistema penitenciário.
Para Cintia, Alcaçuz torna-se piloto do que se espera que aconteça em todas as demais unidades prisionais do país. Foram desempenhados serviços de atendimento e assistência jurídica, saúde, documentação pessoal básica e ouvidoria, para além da retomada da segurança e rotina da unidade prisional.
A operação chegou ao número exato de 1303 presos na unidade. O documento entregue ao Estado, nas mãos da chefe do Gabinete Civil, Tatiana Mendes Cunha,  e do secretário de Justiça e Cidadania, Wallber Virgolino, contem o detalhamento individualizado acerca das questões jurídicas – obtida através da análise de processos feitas pelo 25 defensores do projeto Defensoria Pública Sem Fronteiras –, e prontuário médico de cada um dos apenados. Traz ainda as demandas levantadas pelos presos através do serviço de ouvidoria.
 A ouvidora Nacional do Depen, Gabriela Viana, destacou que desenvolver ações de cidadania é um dos pilares no atendimento ao preso. Em Alcaçuz, havia uma demanda reprimida em relação à emissão de segunda via de documentos, por exemplo. Foram feitas 864 solicitações de Certidão de Nascimento e outras 40 de Certidão de Casamento. “E ficamos até satisfeitos em descobrir que já havia, por parte do Plano Diretor Penitenciária estadual, proposta de metodologia para complementar a nossa atuação com a emissão de RG”, afirmou.
O secretário Virgolino, afirmou que o relatório do Depen terá importante papel na implantação de um novo sistema de controle de presos que já está sendo desenvolvido pelo Governo. “É interessante esta união de esforços. O sistema penitenciário não é responsabilidade só do Executivo ou da Sejuc”. 
Secretária do Gabinete Civil recebeu o documento
da diretora do DEPEN, Cintia Rangel (Foto: Rayana Mainara/Assecom-RN)

Juiz Ricardo Cabral lança livro sobre sistema prisional e outro de poesia

Sheyla Azevedo
Jornalista

Muito se tem falado sobre a crise do sistema prisional brasileiro. O ano mal tinha começado e o Estado protagonizou uma das maiores rebeliões que já se teve notícia, com quase 30 mortes e vários dias de uma verdadeira guerra entre facções na Penitenciária de Alcaçuz. Mas, será que um dia o sistema prisional brasileiro pode ser encaixado dentro de uma "normalidade"? Será que essa crise de que tanto se fala não foi alimentada ao longo do tempo?
O juiz da Vara Criminal da Comarca de Currais Novos, Ricardo Antonio Menezes Cabral Fagundes, se interessa pelo tema desde os tempos em que ocupava um dos bancos da faculdade. E agora, traz ao público, o livro "O Sistema Prisional Brasileiro Frente à Omissão Estatal e ao Estado de Coisas Inconstitucional" - resultado de sua dissertação de Mestrado em Ciências Jurídicas, dentro do Programa de Pós-Graduação em Direito da UFRN. Para ele, no caso específico do sistema prisional brasileiro, "há anos os gestores da coisa pública não têm enfrentado a questão penitenciária de forma adequada, o que implicou apenas no agravamento reiterado dos problemas ao longo do tempo".
Nele, o magistrado faz uma análise do controle jurisdicional das políticas públicas aplicadas à questão. Mas, também dividirá com seus leitores e amigos o prazer de lançar um outro livro, de leitura mais leve e recreativa, se em comparação com o tema espinhoso anterior. Ricardo Cabral vai lançar também o livro de poesia "Diálogos". Ambos são editados pelo Caravela Selo Cultural.
Os dois lançamentos simultâneos serão no dia 7 de abril, das 15h às 19h, no Restaurante Santa Maria, localizado na Rua Rodolfo Garcia, 2147-C, Lagoa Nova, Natal-RN. O preço dos livros, respectivamente, serão: R$ 70,00 e R$ 30,00.


Paróquia de Santa Cruz ganha sua Casa Shalom

A Obra Shalom de Santa Cruz inaugurou um importante espaço para evangelização na comunidade santacruzense, que tem como referência a Paróquia de Santa Rita de Cássia. O Centro de Evangelização da Obra Shalom foi aberto para toda a comunidade na noite deste sábado (25), com uma celebração presidida pelo Padre Vicente Fernandes, pároco local.

Com a presença do Padre Gustavo (Padre da comunidade), do responsável pela Missão Natal, Kleber Marinho, a coordenadora apostólica na missão Natal, Lívia Maria, uma das fudadoras da Obra em Santa Cruz, Enne Karol (atualmente coordenadora da irradiação do carisma), a coordeandora de eventos da Missão Natal, Márcia Cavalcante, e da missionária da comunidade vida, Paloma Llado, a missa solene inaugurou o espaço de evangelização para os jovens da região Trairi, além da presença de pais, familiares e amigos, além da comunidade católica em geral.

A Casa Shalom, como é chamada carinhosamente pelos membros da Obra, já é considerada um espaço acolhedor e ideal para os trabalhos da comunidade, que assim como destacou o Padre Gustavo, será radical no objetivo de evangelizar os jovens de Santa Cruz e região.

A inauguração da casa é considerado um grande paço para o grupo que possui seis anos de existência na Paróquia de Santa Rita, e segundo o Padre Vicente só cresceu no amor de Cristo. "Começaram com uma simplicidade, doando suas férias para Jesus, e depois foi crescendo com mais atividades e cada vez mais firmes na sua fé, nos seus propósitos. Hoje inauguram um espaço, que sem dúvidas, será um grande espaço para evangelização em nossa cidade", afirmou o pároco de Santa Cruz.

A coordenadora da Obra Shalom em Santa Cruz, Michelly Sales, agradeceu ao carinho de todos que estiveram presentes no evento, e deixou sua mensagem de despedida, quando o grupo se encontra em transição de coordenação, que será guiado pelo carisma de José Carlos.

Ao final do evento, muitas fotos e um jantar especial, que ainda contou com exibição de vídeos de pessoas que participaram do Shalom Santa Cruz e outras pessoas especiais, como a co-fundadora Emmir Nogueira.
Texto e fotos encaminhados pela Paróquia de Santa Cruz.

Foi significativa a presença do público na inauguração



Artigo de Paulo Afonso Linhares

"OPERAÇÃO VACA A JATO": 
SIMPLESMENTE CARNIÇA

Paulo Afonso Linhares

No universo cultural brasileiro, a carne tem um forte acento: a carne de sol dos nordestinos e o churrasco dos sulistas, o charque, frangos, perus e leitões, os defumados e embutidos. Na literatura deu título a conhecidas obras, como A Carne, romance do naturalista Júlio Ribeiro (ele ocupou a cadeira 24 da ABL), publicado em 1888, ou Navalha na Carne, a peça famosa de Plínio Marcos, de 1967, ou aquela canção, intitulada A Carne, na voz poderosa de Elza Soares, com aquele refrão incômodo, embora verdadeiro: "...A carne mais barata do mercado é a carne negra!" Agora, a carne aparece nos noticiários como protagonista de um grande escândalo.
No momento em que um dos mais importantes setores do agronegócio brasileiro, o da produção de carnes, conquista o exigente mercado norte-americano, foi deflagrada em Curitiba mais uma espetaculosa e midiática operação da Polícia Federal denominado Carne Fraca, tendo como alvos os principais frigoríficos do Brasil, como o Mastercarnes e o Peccin, além dos grupos BRF Brasil, que controla a Sadia e a Perdigão, e o JBS, que detém as marcas Friboi, Seara e Swift. Vários executivos e servidores públicos foram presos, além da apreensão de muitos documentos e computadores.
A acusação básica trata da relação promíscua entre a fiscalização federal de produtos de origem animal pelo Ministério da Agricultura e Pesca, superintendências regionais do Paraná, Goiás e Minas Gerais, com essas empresas, em detrimento do consumidor e da saúde pública: 'turbinada' por propinas a fiscalização fazia vistas grossas para diversas irregularidades nos processos de manufatura de carnes, inclusive com a utilização de substâncias químicas perigosas para 'maquiar' esses produtos, disfarçando-lhes a má qualidade e até a inadequação para consumo humano.
No entanto, o alarde com que essas notícias chegaram às mídias sociais vem causando uma histeria coletiva a partir da premissa (falsa) de que todas as carnes dessas empresas são de péssima qualidade, com validades vencidas, podres etc. Nada disso. Claro, o afrouxamento criminoso da fiscalização federal, nestes casos, certamente deu azo a adulterações de produtos, com infringência de normas legais, porém, parece exagerado imaginar que as carnes e seus derivados produzidos por essas empresas - algumas de longa tradição no mercado nacional e estrangeiro - sejam ruins e danosas para o consumidor.
Aliás, há leituras preocupantes desse episódio. A primeira relata que, dos três mais importantes setores da economia brasileira, com liderança mundial - o petrolífero, o da indústria da construção de grandes obras de engenharia e o agronegócio de produção de carnes - dois já foram profundamente fragilizados desde que se tornaram alvos da Operação Lava Jato. Os efeitos são visíveis: na privatização de quatro aeroportos brasileiros que o governo federal fez recentemente, todos os vencedores das licitações foram grupos estrangeiros, pois, as grandes empreiteiras do Brasil - Odebrecht, OAS, UTC, Camargo Correia - não tiveram condições econômico-financeiras e até legais de participar. Agora, na alça de mira está o poderoso e eficiente setor da produção de carnes, cuja cadeia produtiva (cluster) atinge US$ 15 bilhões por ano.
A operação da Polícia Federal denominado Carne Fraca (e já apelidada de "Operação Vaca a Jato"...) que teve início na última sexta-feira (17 de março), derrubou as ações da JBS e da BRF, que fecharam em queda de 10,58% e 7,25%, respectivamente. Para se ter uma ideia da gravidade disso, o grupo JBS perdeu em um dia 3,456 bilhões de reais, com a redução de 32,632 bilhões de reais para 29,643 bilhões de reais entre os dias 16 e 17 de março. Já a BRF perdeu 2,31 bilhões de reais no mesmo período e fechou a semana valendo 29,317 bilhões de reais. Enfim, todo o esforço de quase três décadas que possibilitou uma presença vigorosa desse setor no mercado mundial, inclusive no competitivo mercado norte-americano, vai pelo ralo, com impacto devastador para milhares de pequenos produtores que fazem parte da cadeia produtiva da proteína animal e fornecem matéria-prima para os grandes frigoríficos. Mesmo sem apelo às teorias conspiratórias, parece evidente que tudo vem ocorrendo para prejudicar as empresas brasileiras de carnes, tirando-lhes a credibilidade nesse setor muito sensível que é o da produção e comercialização de gêneros alimentícios. Ressalte-se que está defesa das empresas nacionais nada tem a ver com desmandos e abusos que, pontualmente, cometam, sobretudo, quando põem em risco a saúde pública e os direitos do consumidor brasileiro.
O aparato judiciário-policial brasileiro cuida desse trabalho sujo e antinacional através da "Operação Vaca a Jato". Delenda JBS, BRF e outros bichos mais: assim deseja o "grande irmão do Norte" sob o reinado de Tangerine Trump. Sem dúvida, embaixo dessa carne fraca, isto sim, certamente há muita imundície, carniça pura. Agora, porém, a briga é de cachorrões: Juizes, MPF e Polícia Federal definitivamente estragaram o churrasco da turma da Casa-Grande. 
A grande imprensa tupiniquim - Globo, Veja, Folha, Estadão etc. -, esquecendo os generosos e não menos ilícitos vazamentos de dados processuais de que era beneficiária, agora 'desce a ripa' com força nos seus fervorosos parceiros encastelados na azeitada máquina repressora federal da República de Curitiba, tratando-os, no mínimo, como "porras-loucas". Afinal, nestes tempos bicudos, sem Sadia, Friboi, Seara, Perdigão e outros bichos mais, o cardápio publicitário se tornará reduzidíssimo, com insuportáveis prejuízos para esses veículos midiáticos. Bem feito!

Amiga são gonçalense revende sandálias artesanais.

A amiga são gonçalense Lourdinha Arcanjo me manda três modelos de sandálias artesanais que está revendendo.
Os modelos são esses aqui embaixo. Quem se interessar, pode ligar pra ela: 98817-6339.


 Para maiores informações - repito - Liga pra Lourdinha Arcanjo: 98817-6339

sábado, 25 de março de 2017

6º ano do programa de Nelson Freire na Band terá comemoração


Mercado chinês reabre-se à carne brasileira

Da Agência Brasil

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento informou que a China anunciou hoje (25)  a “reabertura total do mercado de carnes brasileiras”. O país suspendeu as importações de carnes do Brasil no início da semana, após a deflagração da Operação Carne Fraca pela Polícia Federal (PF). As investigações da PF apontaram a existência de esquema criminoso que envolve empresários do agronegócio e fiscais agropecuários que facilitavam a emissão de certificados sanitários para alimentos inadequados para o consumo.

Em nota, assinada pelo ministro Blairo Maggi, a pasta destaca que a decisão das autoridades chinesas de retomar as importações de carne brasileira resulta de negociações intensas. “Nos últimos dias, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o Itamaraty e a rede de embaixadas do Brasil no exterior trabalharam incansavelmente para o êxito que se anuncia hoje.”

“Trata-se de atestado categórico da solidez e qualidade do sistema sanitário brasileiro e uma vitória de nossa capacidade exportadora”, destaca o ministro.

Na nota, Blairo Maggi agradece o “gesto de confiança” da China e ressalta que o país asiático nunca fechou mercado aos produtos brasileiros, “apenas tomou medidas preventivas para que tivéssemos a oportunidade de oferecer todas as explicações necessárias e garantir a qualidade da nossa inspeção sanitária”.

Para o ministro, “a regularização do ingresso da carne brasileira na China mostra o espírito de confiança mútua entre os dois países e a disposição para dialogar com boa-fé”.

Edição: Juliana Andrade

Em nota no "Face", dona Wilma mostra que está muito bem



A vereadora natalense, Wilma de Faria, publicou a foto acima em sua página no Facebook, na manhã deste sábado, acompanhada da nota que passo a transcrever:

Bom dia! 

Olhem como estou me recuperando bem, sendo bem atendida aqui no Hospital em São Paulo e recebendo tanto carinho de familiares, amigos e admiradores. 

Muito obrigada a todos pelas orações e mensagens tão lindas. Na próxima semana estarei com vocês aí em Natal e, se Deus quiser, conciliarei meu tratamento com atividades na Câmara muito em breve. 

Grande abraço, amigos, e excelente fim de semana! 

Na noite de ontem, a vereadora natalense, ex-prefeita de Natal e ex-governadora do RN já havia publicado, também no Facebook, outra postagem que também transcrevo:

Amigos, boa noite. 
Infelizmente entro em contato tão tarde para tranquilizá-los e dizer aos milhares de potiguares que gostam de mim que estou bem. Sigo em tratamento, fiz um procedimento cirúrgico há alguns dias. Mas volto de São Paulo para Natal na próxima semana e tenho muita fé em Deus que em poucos dias retomarei minhas atividades na Câmara Municipal. 
Fico triste em saber que divulgam informações inverídicas sobre mim, mas muito feliz que tantos potiguares não apenas oram, mas aguardam ansiosos meu retorno às atividades. Beijo grande. Fiquem com Deus.

sexta-feira, 24 de março de 2017

Procurador-geral do RN declara-se "estarrecido com o covarde atentado"

O portal do Ministério Público do RN está publicando a seguinte mensagem do procurador-geral Rinaldo Reis:

Caros membros e servidores,

     Ainda triste e estarrecido com o covarde atentado de que fomos vítimas, eu e meus colegas de gestão, em pleno Gabinete da Chefia da Instituição e durante o expediente normal de uma sexta-feira, dirijo-me a todos vocês para agradecer e reafirmar nossa vontade de continuar tocando nossa gestão com o mesmo afinco, com os mesmos ideais, com a mesma visão de Ministério Público que nos fez concorrer, assumir e aperfeiçoar nossa querida Instituição, para que ela seja o que é hoje – mais democrática e mais eficiente.

    Agradecer a Deus, por não ter sido alvejado pelos diversos disparos contra mim dirigidos, bem como por ter impedido a consecução do objetivo criminoso contra nossos queridos colegas, Jovino e Wendel, que já se recuperam bem dos procedimentos médicos por que passaram depois de terem sido feridos.

    Agradecer ao médico Luiz Roberto Leite Fonseca, Secretário de Saúde do Município e também médico, que, estando na Procuradoria-Geral de Justiça para um evento no momento do crime, prontamente ajudou Wendel e Jovino com seus conhecimentos na área da urgência/emergência médica, seguramente contribuindo para evitar um resultado pior.

    Agradecer ao SAMU-Natal, que chegou ainda a tempo para imediatamente realizar o atendimento eficaz e o deslocamento de Wendel ao Walfredo Gurgel, assim como a toda a equipe médica deste hospital público, cuja expertise mais uma vez restou comprovada, pelo excelente atendimento que prestou a nossos colegas baleados.

    Agradecer ao Secretário de Segurança Pública e toda sua equipe, pela prontidão com que atuou e ainda atua para preservar as evidências probatórias no local do crime e buscar outras, bem como diligenciar para prender o autor do fato, ainda foragido.

    Agradecer a todos os promotores de justiça que também, de uma forma ou de outra, ajudaram nas primeiras ações para assegurar provas do fato e tentar prender o criminoso.

    Agradecer a todos do Gabinete de Segurança Institucional, que logo chegou à PGJ e nos deu  o apoio e a orientação necessários nesse momento de crise.

    Agradecer, por fim, àqueles que nos abraçaram e nos ligaram, dando-nos força, carinho e apoio num momento tão difícil.

     Sei que o momento é aterrador, é daqueles em que a maldade humana nos deixa perplexos com suas capacidades destrutivas.

    Os disparos feitos contra mim, Jovino e Wendel o foram por conta de nossa atuação funcional, do quase integral cumprimento de nosso programa de gestão de forma firme, honesta e respeitosa, desde o primeiro dia. Os disparos foram feitos contra o Procurador-Geral de Justiça, o Procurador-Geral de Justiça Adjunto e o Coordenador Jurídico Administrativo do Ministério Público do Rio Grande do Norte, não por aspectos pessoais dos ocupantes desses cargos, mas por defendermos e implementarmos ideias com as quais não concordava o atirador. Ele deixou isso claro nos documentos que jogou em cima de minha mesa, antes de começar sua barbárie.

    Vamos responder ao atentado com a aplicação da lei, dentro do ordenamento jurídico pátrio, como tem que ser. E com a regular continuidade de nosso trabalho, que recomeça segunda-feira, tanto para mim quanto pra minha equipe e para os demais membros e servidores do MPRN, com exceção de Jovino e Wendel, que ainda estarão sob recuperação, mas certamente já ansiosos para a volta ao trabalho.

    Contra a maldade, que continuemos com o bem, a justiça. Contra a intenção destrutiva, que continue nosso labor até o fim, com ainda mais disposição de construção de um Ministério Público melhor, mais organizado e mais prestativo do serviço que devemos à cidadania.

    A sociedade está lá fora esperando por todos nós, com seus direitos violados. O Ministério Público continua sua trajetória normalmente, com seu atual Chefe ainda mais disposto e orgulhoso de estar ao lado de todos vocês, membros e servidores, no cumprimento de nossas relevantes atribuições.

    Finalizo desejando a Jovino e Wendel pronta recuperação, e que retornem logo aos respectivos postos, pois vocês, ao menos para mim e para todos os que fazem nossa gestão, são indispensáveis e insubstituíveis.

    Ótimo fim de semana a todos, com as bênçãos de Deus.

    Rinaldo Reis Lima
    Procurador-Geral de Justiça   

"Todos nós estamos em festa", diz dom Jaime na Rádio Vaticana

A Rádio Vaticana está divulgando, em áudio, entrevista do arcebispo de Natal, dom Jaime Vieira Rocha, a propósito do sinal verde do papa Francisco para a canonização dos mártires de Uruaçu e Cunhaú, beatificados no ano 2000.
Segundo dom Jaime, "Todos nós estamos em festa".
Na reportagem, intitulada "Protomártires de Natal serão canonizados: Igreja no Brasil em festa", o arcebispo manifesta a esperança de que a canonização "seja um sinal de esperança, de testemunho, de convicção na vivência de nossa fé".
CLIQUE AQUI para ler a reportagem e ouvir as palavras de dom Jaime Vieira Rocha.

Uma coisa era Dilma no governo; outra, na oposição

Circulam nas redes sociais duas postagens atribuídas à ex-presidente Dilma Rousseff sobre o mesmo assunto, uma completamente diferente da outra.
O assunto era: Terceirização.
Reproduzo abaixo as duas postagens que estão circulando.
Na primeira, Dilma fala como presidente da República.
Na segunda, como líder de oposição. Confira:

Câmara de Natal homenageia advogada Margarida Seabra

A advogada Margarida Seabra foi homenageada pela Câmara Municipal de Natal na noite de ontem (23), em solenidade pela passagem do Dia Internacional da Síndrome de Down (21 de março). A proposição foi do vereador Sueldo Medeiros (PHS).

Sueldo argumentou a relevante atuação de Margarida Seabra em favor da inclusão social e na defesa dos direitos das pessoas com deficiência. A advogada é mãe da professora Débora Seabra, a primeira do Brasil com 
Síndrome de Down.

“Por meio do seu trabalho, Margarida acabou se tornando mãe de muitas outras pessoas com Síndrome de Down país afora, abrindo portas para a inclusão e assegurando-lhes direitos”, argumentou Sueldo, lembrando que há inclusive projeto de lei proposto pela advogada tramitando desde o ano passado no Congresso Nacional.

Débora Seabra representou a mãe Margarida na solenidade, em razão de pequeno problema de saúde. A professora vibrou com a homenagem: “São momentos como esse que deixam claro que estamos no caminho certo”.
Texto e foto encaminhados pela Priori Comunica - Assessoria de Imprensa.

quinta-feira, 23 de março de 2017

Papa aprova santificação dos Mártires de Uruaçu e Cunhaú

Reprodução Portal do Vaticano
Cidade do Vaticano (RV) – O Papa Francisco recebeu em audiência nesta quinta-feira, 23 de março, o Cardeal Angelo Amato, S.D.B., Prefeito da Congregação das Causas dos Santos. Durante o encontro o Santo Padre aprovou os votos favoráveis da Sessão Ordinária dos Cardeais e Bispos Membros da Congregação sobre a canonização dos seguintes Beatos:

- Andrea de Soveral e Ambrogio Francesco Ferro, sacerdotes diocesanos, e Matteo Moreira, Leigo, como também de 27 Companheiros, Mártires, assassinados por ódio à Fé no Brasil em 16 de julho de 1645 e 03 de outubro de 1645.

Durante a Audiência, o Santo Padre autorizou a Congregação das Causas dos Santos a promulgar os Decretos referentes:

- o milagre atribuído à intercessão do Beato Angelo de Acri (de nome: Luca Antonio Falcone), sacerdote professo da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos; nascido em 19 de outubro de 1669 e falecido em 30 de outubro de 1739;

- o milagre atribuído à intercessão do Beato Francisco Marto, nascido em 11 de junho, de 1908 e falecido em 4 de abril de 1919, e da Beata Jacinta Marto, nascida em 11 de março, 1910 e falecida em 20 de fevereiro de 1920, as crianças de Fátima;

- o martírio dos Servos de Deus José Maria Fernández Sánchez e 32 Companheiros, Sacerdotes e Irmãos Coadjutores da Congregação da Missão, bem como 6 Leigos, da Associação da Medalha Milagrosa da Beata Virgem Maria, assassinados por ódio à fé em 1936 durante a guerra civil espanhola;

- o martírio da Serva de Deus Regina Maria Vattalil (de nome: Maria), religiosa professa da Congregação das Irmãs Clarissas Franciscanas; assassinada por ódio à Fé, em 25 de fevereiro de 1995;

- as virtudes heroicas do Servo de Deus e Daniel da Samarate (de nome: Felice Rossini), sacerdote professo da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos; nascido em 15 de junho de 1876 e falecido em 19 de maio de 1924;

- as virtudes heroicas da Serva de Deus Macrina Raparelli (de nome: Elena), Fundadora da Congregação das Irmãs Basilianas Filhas de Santa Macrina; nascida em 02 de abril de 1893 e falecida em 26 de fevereiro de 1970;

- as virtudes heroicas da Serva de Deus Daniela Zanetta, Leiga; nascida em 15 de dezembro de 1962 e falecida em 14 de abril de 1986.

O Santo Padre também aprovou os votos favoráveis da Sessão Ordinária dos Cardeais e Bispos Membros da Congregação sobre a canonização dos seguintes Beatos:

- Cristoforo, Antônio e Giovanni, adolescentes, Mártires, assassinados por ódio à fé no México, em 1529. (SP)

 (from Vatican Radio)

"A mulher de César", hoje, são os políticos

Especialmente os brasileiros.
Antigamente, isso era fundamental. 
Não bastava à "mulher de César" ser honesta. Tinha que parecer.
Hoje, a "mulher de César", são os políticos.
Inclusive, e principalmente, os que não cairam de paraquedas. Os que têm a consagração mais legítima da delegação popular - o voto.
Pra eles, a exigência é a ainda maior: Não basta dizer que são honestos. Nem mesmo parecer que são. 
Têm que ser. E mostrar.

terça-feira, 21 de março de 2017

TCE vê indícios de irregularidades em licitação da Roberto Freire

Da Assessoria de Imprensa do TCE

O Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) determinou, nesta terça-feira (21), a suspensão cautelar do contrato firmado pelo Governo do Estado com a Galvão Engenharia S/A para obras de reestruturação na avenida Engenheiro Roberto Freire.

A decisão, fruto de voto do conselheiro em substituição, Antonio Ed Souza Santana, acatado pelos demais conselheiros, tem como base relatório produzido pela Inspetoria de Controle Externo da Corte de Contas, que detectou indícios de irregularidades nos procedimentos licitatórios realizados para a contratação da obra.

Segundo os termos do voto, os indícios de irregularidades detectados dizem respeito à não realização do estudo de viabilidade técnica, econômica e ambiental (EVTEA); não apresentação de orçamentos detalhados com os quantitativos, composições unitárias e preços de referências; além de a empresa contratada estar em processo de recuperação judicial, o que pode acarretar uma rescisão contratual por justa causa.

Além disso, a equipe da Inspetoria de Controle Externo aponta uma possível violação ao princípio da competitividade, tendo em vista que previa-se, no anteprojeto, um nível de complexidade posteriormente simplificado pela empresa ganhadora do certame. Caso a licitação tivesse sido realizada com o projeto mais simples, poderia haver maior interesse de outros competidores, potencialmente afastados da licitação pela complexidade da obra.

A contratação da empresa Thenge Engenharia LTDA, por R$ 1,4 milhão, traz, por sua vez, indícios de desperdício de recursos públicos. A Thenge foi contratada para produzir um projeto básico e executivo, contudo o Executivo Estadual concluiu pela falta de viabilidade do projeto apresentado, licitando novamente a elaboração dos estudos, de forma integrada com a execução da obra. Com a vitória da Galvão Engenharia, um novo projeto foi elaborado e o anterior ficou sem utilização.

Além da suspensão, o TCE determinou que a Secretaria de Infraestrutura envie, num prazo de 10 dias, quaisquer ordens bancárias relativas à Galvão Engenharia e o estudo de viabilidade técnica, econômica e ambiental (EVTEA), caso tenha sido realizado. Há multa diária de R$ 500, em caso de descumprimento da decisão.

Posse de Alexandre Moraes no STF será amanhã, dia 22

Do portal do STF

O Plenário do Supremo Tribunal Federal se reúne em sessão solene marcada para às 16h desta quarta-feira (22) para dar posse ao jurista Alexandre de Moraes como novo ministro do STF. Natural de São Paulo, Alexandre de Moraes tem 48 anos e será o 168º ministro do STF no período republicano. Foi nomeado para ocupar a vaga aberta em decorrência da morte do ministro Teori Zavascki, vítima de um acidente aéreo ocorrido em 19 de janeiro último.
Antes de chegar ao STF Alexandre de Moraes foi ministro de Estado da Justiça; ocupou cargos no governo de São Paulo como o de secretário estadual de Segurança Pública e o de secretário municipal de Transportes; atuou como advogado, consultor jurídico e promotor de Justiça em SP e também foi membro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) entre 2005 e 2007.
É graduado em Direito pela USP, possui doutorado em Direito do Estado (2000) e livre-docência em Direito Constitucional (2001) também pela Universidade de São Paulo. Alexandre de Moraes também é professor associado da Faculdade de Direito do Largo de São Francisco (USP) e professor pleno da Universidade Presbiteriana Mackenzie.
Nomeação
Alexandre de Moraes foi nomeado pelo presidente da República, Michel Temer, no dia 22 de fevereiro, após passar por sabatina e aprovação de seu nome, respectivamente, pela Comissão de Constituição e Justiça e pelo do Plenário do Senado. O decreto de nomeação foi publicado em edição extraordinária do Diário Oficial da União (DOU) do dia 7 de fevereiro. Na mesma edição, foi publicado o decreto de exoneração de Alexandre de Moraes do cargo de ministro de Estado da Justiça e Segurança Pública.
A escolha de ministro para o STF é de livre iniciativa da Presidência da República entre cidadãos com idade entre 35 e 65 anos, notável saber jurídico e reputação ilibada, conforme estabelece o artigo 101 da Constituição Federal. O cargo de ministro do STF é vitalício, porém,  ao alcançar a idade limite de 75 anos, os ministros aposentam-se compulsoriamente, conforme estabelece a EC 88/2015.
O novo ministro passará a integrar a Primeira Turma do Tribunal, à qual também pertencem os ministros, Marco Aurélio (presidente), Luiz Fux, Rosa Weber e Luís Roberto Barroso.
Cerimônia
A cerimônia de posse de ministro do STF tradicionalmente tem início com o Hino Nacional, que será executado pela Banda dos Fuzileiros Navais. Na sequência, o novo ministro é conduzido ao plenário pelo decano, ministro Celso de Mello, e o ministro mais recente no Tribunal, Luiz Edson Fachin. A solenidade prossegue com a leitura do termo de posse pelo diretor-geral do Tribunal, para em seguida, o ministro empossado prestar juramento e assinar o termo e o livro de posse. Para a cerimônia, foram convidadas aproximadamente 1500 pessoas, entre autoridades dos Três Poderes da República, representantes de entidades, familiares e amigos do empossado.
Cobertura da imprensa
O acesso ao Plenário do STF para acompanhar a cerimônia de posse é permitido a um fotógrafo por veículo, previamente credenciado. As equipes de TV terão acesso apenas ao Salão Branco, local dos cumprimentos. As imagens do Plenário são cedidas pela TV Justiça, em sinal disponível a todas as emissoras. Demais repórteres credenciados poderão ter acesso ao Salão Branco, no momento dos cumprimentos, e também a um espaço com telão, destinado à imprensa. Os profissionais de imprensa que enviaram o formulário de credenciamento podem retirar as credenciais a partir das 13h, na recepção localizada na parte externa do Edifício Sede do STF.
A cerimônia será transmitida em tempo real pela TV Justiça e pela Rádio Justiça, inclusive no site dessas emissoras, e pelo canal do STF no YouTube. Para ingressar no STF, em razão da sessão solene, homens devem usar terno e gravata e, mulheres, vestido, tailleur ou terninho. É permitido o uso de uniformes profissionais.
AR/EH

segunda-feira, 20 de março de 2017

Arquidiocese de Natal quer fechar o Centro de Treinamento de Ponta Negra

O Centro de Treinamento de Ponta Negra João Paulo II (da Arquidiocese de Natal) está ultimando o processo de sua dissolução a ser definido em Assembleia Geral convocada para o próximo dia 28, na Av. Floriano Peixoto 674, Natal-RN, às 9,30.
O edital de convocação assinado pelo atual presidente, Padre Júlio Cesar Souza Cavalcante está disponível no portal da Arquidiocese.

Governo do RN promete deixar presos do Pavilhão 5 "sem qualquer contato, inclusive visual"

NOTA À IMPRENSA

Em relação à ação realizada na manhã desta segunda-feira (20) na Penitenciária de Alcaçuz, o Governo do Estado do Rio Grande do Norte esclarece:
A ação de hoje é uma continuação do trabalho que já se iniciou em janeiro, com a retomada do Pavilhão 5 (presídio Rogério Coutinho Madruga) pelas Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária (FTIP), sob coordenação e apoio do Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN); 
Os presos ficarão temporariamente no Pavilhão 5. Essa medida já estava prevista desde o início da retomada, para que as ações de manutenção predial sejam realizadas com maior agilidade. E logo que os pavilhões 1, 2 e 3 estejam em condições adequadas, os mesmos voltarão aos pavilhões de origem; 
O contingente de agentes federais e estaduais e de policiais que atuam hoje em Alcaçuz é suficiente para manter a ordem e a segurança local; 
Os internos que ficarão no Pavilhão 5 estarão devidamente separados, sem ter qualquer contato, inclusive visual; 
Até o final da semana, em decorrência da Ação Justiça e Cidadania promovida pelo Depen com a participação do Estado, todos os internos dos pavilhões 1, 2 e 3 terão atendimento de assessoria jurídica, pela Defensoria Sem Fronteiras que conta com defensores de vários Estados e do Rio Grande do Norte, assistência para retirada documental, assistência a saúde e ouvidoria. Assim como os detentos do Pavilhão 5 tiveram na última semana; 
A condição de superlotação no Pavilhão 5 é temporária, e necessária para que sejam feitos os serviços de manutenção predial o mais breve possível; 
As equipes de ouvidoria do Depen e da Sejuc estão acompanhando toda a ação; 
A Sesed instalou o Gabinete de Gestão Integrada (GGI) e está monitorando Alcaçuz por várias vias, inclusive com a Plataforma de Observação Elevada (POE) no local.
É importante ressaltar que o procedimento realizado em Alcaçuz é necessário para a restauração das estruturas físicas do presídio e restruturação da rotina penitenciária e está sendo conduzido com todos os cuidados para garantir a integridade dos presos, dos agentes de segurança e da sociedade em geral.

GOVERNO DO RN

Brasil é o 22º na lista de países mais felizes

O Brasil é o 22º na lista de países mais felizes do mundo divulgada nesta segunda-feira, dia 20, em Nova Iorque, na celebração do Dia Internacional da Felicidade.
A relação inclui 155 países e é liderada pela Noruega.
O Brasil ficou abaixo da Costa Rica, situado na 12ª posição e do Chile, que ocupa a 20ª colocação.
Segundo o portal alemão DW, o levantamento, realizado com o apoio da ONU, leva em conta o PIB per capita, a expectativa média de vida, a percepção de apoio recebido no próprio ambiente social e a percepção de confiança no governo e nas empresas em relação à corrupção.
Em sua reportagem, a CNN destaca que os autores do estudo também levam em conta a generosidade, a esperança de vida saudável, ter alguém com quem se possa contar e a liberdade para tomar decisões.
Nos primeiros lugares estão:
1 - Noruega
2 - Dinamarca
3 - Islândia
4 - Suiça
5 - Finlândia
6 - Holanda
7 - Canadá
8 - Nova Zelândia
9 - Austrália 
10 - Suécia 
11 - Israel
12 - Costa Rica
13 - Áustria
14 - Estados Unidos
15 - Irlanda
16 - Alemanha
17 - Bélgica
18 - Luxemburgo
19 - Reino Unido
20 - Chile
21 - Emirados Árabes Unidos
22 - Brasil
23 - República Checa
24 - Argentina
25 - México
26 - Singapura
27 - Malta
28 - Uruguai
29 - Guatemala
30 -Panamá
Para acessar o relatório em inglês e ver a lista dos 155 países, CLIQUE AQUI.

Banqueiro estadunidense David Rockefeller morre aos 101 anos

O banqueiro estadunidense David Rockefeller morreu nesta segunda-feira aos 101 anos de idade, por insuficiência cardíaca - informa reportagem no portal espanhol abc.com.
- Morreu enquanto dormia em casa em Pocantico Hills - acrescenta a notícia.
A notícia também está no New York Times.



domingo, 19 de março de 2017

Mais de 20 bispos em Natal para sagração de Dom Edilson Nobre

Mais de 20 bispos de diferentes pontos do Nordeste confirmaram presença na solenidade de sagração episcopal do bispo eleito da Diocese de Oeiras-PI, Dom Edilson Soares Nobre, amanhã, dia 20, às 17 horas, na Cetedral Metropolitana de Natal.
A cerimônia será presidida pelo arcebispo Dom Jaime Vieira Rocha, tendo como co-ordenantes os arcebispos eméritos dom Heitor de Araújo Sales e dom Matias Patrício de Macedo.
Natural de Touros-RN, o novo bispo nasceu e, 9 de maio de 1965.

Artigo de Paulo Afonso Linhares

ÁGUAS DA ESPERANÇA

Paulo Afonso Linhares

As coisas ruins são necessariamente órfãs; ninguém quer ser pai - ou mãe - de derrotas ou de fracassos. Todavia, quando é para 'aparecer bem na fita' , nas vitórias, sucessos e glórias, sobram pais, heróis ou idealizadores que, efetivamente, nenhuma paternidade tiveram, heroísmo algum praticaram ou mesmo qualquer ideia esboçaram. Na gestão dos negócios públicos, em sua feição mais rasteira, vige a universal regra da usurpação das ideias e ações alheias, desde tempos imemoriais. Quem fez? Quem realizou? Pouco importa. As boas coisas são obras daqueles que delas se apropriam, mesmo que para tanto se negue quem as fez. Ao fim e ao cabo, vale mesmo é a versão oficial da História.
Ora, depois de longos, sofridos e tenebrosos estios, em que evitáveis e desnecessários sofrimentos foram impostos à nação nordestina deste Brasil de tantos contrastes e desencontros, uma luz passou a brilhar ao fim dos canais rasgados na semiaridez de infinitas caatingas e que levariam para as profundezas setentrionais do Nordeste as benfazejas águas do Velho Chico, o mais brasileiro de todos os rios. Sim, uma solução imponderável para resolver um dos problemas cruciais destes brasis. Definitiva e única? Nem tanto: um feixe de outros fatores poderão agregar-se à pauta do desenvolvimento desta parte riquíssima em múltiplas potencialidades da nação brasileira. 
Sim, um Brasil a ser pensado como unidade material num contexto federativo, tudo no desiderato de acabar com as desigualdades regionais - ademais das sociais - que constitui um dos objetivos constitucionais da República Federativa do Brasil, segundo inscrição no artigo 3°, inciso III, da Carta Constitucional. É bem certo que a transposição de águas do Rio São Francisco para as bacias hidrográficas do Nordeste setentrional não esgota as possibilidades de implementação do desenvolvimento regional, mas, constitui um fator primordial de superação do atraso que, infelizmente, não foi integralmente vislumbrado na teoria e práxis da SUDENE, a partir dos anos '50 do século XX.
Agora, à margem de tudo o que fora realizado para solucionar o persistente drama das secas nos Estados nordestinos, finalmente as águas do Velho Chico chegam à Paraíba. Quase 170 anos se passaram desde a ideia inicial da transposição de águas do Rio São Francisco para as bacias do Nordeste setentrional, a exemplo de transposições hidrográficas feitas por outros povos, noutras latitudes e em tempos remotos. Em 1859, o imperador Pedro II prometeu ao povo nordestino resolver o problema das secas nem que tivesse que vender as joias de sua própria coroa. Tudo não passou de vãs promessas.
Para realizar a transposição foi preciso chegar à presidência da República um nordestino da enorme sensibilidade social e política: o pernambucano Luiz Inácio Lula da Silva. E uma obra bilionária teve início, desafiando a incredulidade de muitos. Polêmicas muitas, marchas e contramarchas, tudo a conspirar contra o megaprojeto de inúmeras dificuldades técnicas e materiais. No governo da sucessora, Dilma Rousseff, os óbices até se ampliaram, porém, as obras prosseguiram: definitivamente, as águas do Velho Chico atingiriam os rincões mais áridos da imensidão destas caatingas sem fim.
Solene data, dia 8 de março de 2017. Com a inauguração do Eixo Leste da transposição do Rio São Francisco, as águas finalmente chegaram ao Município de Monteiro, Paraíba, generosas lágrimas hauridas da distante Serra da Canastra, para semear a esperança de dias melhores à terra nordestina. E com elas, as autoridades tantas para em discursos empolados negar paternidades, ou melhor, para defender o indefensável: que aquela ação de governo não tinha pai, era, como se diz por aqui nestes sertões, um típico "filho de goiamum". Falou o presidente Temer, mas, não convenceu à população que fora presenciar a festa. 
Claro, ensina Ruy que "A pátria não é ninguém; são todos; e cada qual tem no seio dela o mesmo direito à ideia, à palavra, à associação. A pátria não é um sistema, nem uma seita, nem um monopólio, nem uma forma de governo; é o céu, o solo, o povo, a tradição, a consciência, o lar, o berço dos filhos e o túmulo dos antepassados, a comunhão da lei, da língua e da liberdade". Essa ideia, aplicada a outro contexto da História deste país, é relembrada na obra vigorosa e instigante de François Silvestre de Alencar, intitulada "A pátria não é ninguém". Trágico é que a elite senhora da Casa-Grande insiste imaginar-se como sendo a pátria e a dona de tudo que esta agasalha. Enorme engano. Por isto, em justa paráfrase, é válido dizer que a transposição de águas do São Francisco não é de ninguém; pertence a todos os brasileiros, embora deva-se atribuir o 'crédito' a quem teve a iniciativa e ousadia de fazer a obra. 
De rigor, os pais das coisas merecem, no mínimo, o reconhecimento. Por isto é que o ex-presidente Lula, goste ou não dele, merece ser lembrado neste momento em que as águas do São Francisco chegam à Paraíba, tanto que num dado momento da solenidade milhares de pessoas, num uníssono brado, para decepção dos que ocupavam o dispositivo oficial da inauguração, começaram a cantar: "olê, olê, olê, olá, Lula, Lula! As águas da esperança chegaram. Finalmente, para dar concretude um sonho secular da nação nordestina. Ave.

sábado, 18 de março de 2017

UFRN oferece intercâmbio na França para alunos de 4 cursos

A Secretaria de Relações Internacionais e Interinstitucionais (SRI), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), está oferecendo um intercâmbio na França, através do Programa Brafagri-Capes, para alunos dos cursos de Agronomia, Engenharia de Alimentos, Engenharia Florestal e Zootecnia. 
As inscrições estão abertas somente até segunda-feira, dia 20, e devem ser realizadas nas coordenações dos cursos.
O período do intercâmbio corresponderá ao ano letivo de 2017/2018, a partir de setembro de 2017, com duração de 04 a 10 meses. 
CLIQUE AQUI para acessar o edital com informações sobre o processo seletivo, documentação e regras para participação. 

Dicas de nutricionista para evitar carne estragada

Nutricionista e mestra em ciência e tecnologia de alimentos co cedeu entrevista disponível no portal JC on line, com uma série de dicas para identificar e evitar carne estragada.
CLIQUE AQUI para ler a reportagem completa.

"Estamos virando o jogo", afirma Flávio Rocha

Semana de boas notícias na economia:

• 3,7 bilhões arrecadados no leilão dos aeroportos (ágio de 90%) e promessa de melhores serviços aos passageiros
• Contratações superam demissões após 22 meses – desde 2015 só tínhamos resultados negativos
• Moody´s altera perspectiva de nota do Brasil de negativa para estável
E ontem divulgamos ao mercado o desempenho do Grupo Guararapes no último trimestre de 2016: nossa receita líquida avançou 5,1% e o lucro subiu 59%.
Estamos virando o jogo. E, ainda em 2017, o varejo brasileiro dará mais uma vez a sua contribuição ao país, gerando mais empregos e renda.

Postagem publicada pelo empresário Flávio Rocha em sua página no Facebook.

quinta-feira, 16 de março de 2017

Plantão para Carteira do Trabalho na Zona Norte

Carteira de Trabalho

A Secretaria do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas-RN) informa que neste sábado (18), a Central do Cidadão da Zona Norte, localizada no Shopping Estação, estará funcionando das 9h às 16h para emissão da Carteira de Trabalho. O atendimento será exclusivo para a carteira de trabalho, com distribuição de 50 fichas por ordem de chegada.
Nota encaminhada pela SETHAS.