terça-feira, 29 de agosto de 2017

Domingo Natal fará a caminhada da solidariedade

Domingo próximo, 3 de setembro, é dia de exercer a solidariedade na Arquidiocese de Natal. O Vicariato para as Instituições Sociais promove a 3ª edição da Caminhada da Solidariedade. Neste ano, os recursos arrecadados com a venda das camisetas serão destinados para os trabalhos desenvolvidos com dependentes químicos, além de crianças e jovens, como a Comunidade Boa Nova, em São José de Mipibu, e a Casa do Menor Trabalhador, em Natal, que entre outros projetos, trabalha com cursos profissionalizantes, que inserem esses jovens no mercado de trabalho.

A programação terá início às 7h, com celebração eucarística, no Santuário dos Mártires, no bairro Nazaré, em Natal, presidida pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Jaime Vieira Rocha. Após a missa, os participantes seguirão em caminhada, fazendo o seguinte percurso: Av. Miguel Castro, Av. Prudente de Morais, Rua Apodi, Av. Deodoro da Fonseca, encerrando na Rua Açu, ao lado da Catedral Metropolitana.

Comunidade Boa Nova

Há 27 anos, a comunidade Boa Nova desenvolve um trabalho com dependentes químicos, com a proposta de reabilitá-los e reinseri-los na sociedade. São 10 casas espalhadas em todo o Nordeste, sendo nove masculinas e uma feminina. No território da Arquidiocese de Natal, a comunidade está situada em uma granja, entre os municípios de São José de Mipibu e Monte Alegre. O responsável pela comunidade na Arquidiocese é Antônio Steferson.

Os acolhidos, como são chamados os que chegam à comunidade, passam por um ano de tratamento, de forma gratuita. Atualmente, a casa tem capacidade para acolher 20 internos. De acordo com Steferson, uma extensa programação é desenvolvida com eles. “Acreditamos que o trabalho digno ajuda o homem a crescer, de acordo com a condição física de cada um. O que é essa ocupação? Coisas da casa, como limpeza, cultivo de horta, fábrica de vassouras, cuidado com a cozinha, entre outras atividades”, frisa. O responsável pela comunidade também explica que a oração é um ponto forte da programação junto aos acolhidos.

Outras informações sobre o processo de triagem e atendimento ligue: (84) 98698-5465.

Casa do Menor Trabalhador

A Casa do Menor Trabalhador de Natal é uma instituição filantrópica, de assistência social e sem fins lucrativos. De acordo com seu Estatuto, a Casa atua buscando evitar que crianças e jovens permaneçam ociosos nas ruas ou ocupando atividade lucrativa não formal. Para tanto, a organização promove encontros sistemáticos previstos no ensino fundamental, na educação profissionalizante e em atividades culturais. A Casa do Menor Trabalhador visa utilizar, de modo especial, políticas emancipatórias para adolescentes e jovens de baixa renda e baixa escolaridade. A instituição trabalha para que as crianças e jovens sejam protagonistas de suas histórias, trabalhem em conjunto na transformação da realidade que enfrentam na família e na comunidade. Há aproximadamente 30 anos em funcionamento, a iniciativa surgiu através do trabalho social da Ir. Lúcia Montenegro, junto à Arquidiocese de Natal.

Em 1987, a Campanha da Fraternidade teve como tema “Quem acolhe um menor a mim acolhe” e a partir desta temática, a religiosa criou a instituição, que além dos jovens, atende o público infantil, por meio de uma parceria com o governo do estado. A casa fornece a estrutura e alimentação para os alunos e a secretaria de educação disponibiliza os professores. Atualmente, a casa tem como diretora a Ir. Márcia dos Santos, vinda do estado de Pernambuco.

A instituição abre seleção para os cursos profissionalizantes duas vezes ao ano e as formações são voltadas para jovens carentes. Os cursos duram em média cinco meses e após este período, os alunos formados seguem para o estágio nas empresas parceiras da casa. Mesmo participando do estágio, o jovem precisa estar na casa uma vez na semana para dar continuidade ao aprendizado, em que eles podem aprender sobre ética, regime CLT e o manual de aprendizagem do governo federal. Essa fase dura por 1 ano e 4 meses, período em que dura o estágio. Após esta fase, a empresa pode contratar o jovem. Segundo dados da casa, de 2014 para cá, 1.589 jovens estão inserido no mercado de trabalho.

Para a realização dos cursos, a casa conta com uma parceria com o Instituto IGMK, que custeia o pagamento dos professores, bem como dos uniformes dos alunos. Mas, para custear as demais despesas, a casa conta com o apoio da população, bem como, de outras entidades. Aqueles que desejarem contribuir, podem ligar para: (84) 3223-4924. A instituição funciona na rua Presidente José Bento, 927, no bairro do Alecrim. 

SERVIÇO

3ª Caminhada da Solidariedade

Data: 3 de setembro, a partir das 7 horas

Local: inicia no Santuário dos Mártires, no bairro de Nazaré, encerrando na Catedral Metropolitana
Divulgação da Pascom-Natal.

Artigo de Paulo Afonso Linhares

A REINVENÇÃO DO ÓBVIO

Paulo Afonso Linhares


É incrível a capacidade que tem a elite brasileira, os donos do poder e seus serviçais, de dizer a mesma coisa de modos diferentes, isso quando não parte para reinventar até o que não pode (nem deve) ser reinventado. Na maioria das vezes, a solução está em reescrever simplesmente algum rótulo e manter o mesmo conteúdo. Mais ou menos nos limites da receita ‘revolucionária’ dos conservadores de todos os matizes saída da mente taciturna de Tancredi Falconieri, personagem do escritor italiano Giuseppe Tomasi di Lampedusa, na obra-prima Il Gattopardo (O leopardo): “Se vogliamo che tutto rimanga come è, bisogna che tutto cambi” (“tudo deve mudar para que tudo fique como está”, numa tradução livre). Às vezes até, no mundo da política, é preciso dar “um passo à frente e dois passos atrás”, como definiu pragmaticamente o líder russo Vladimir Lênin, para definir aqueles recuos necessários ao processo d acumulação de forças.
Foi isso que se fez recentemente na Comissão de Reforma Política, da Câmara Federal, quando os deputados que a compõem decidiram extirpar a excrescência que é a coligação partidária nas eleições parlamentares, um reclamo dos mais antigos de grande parcela dos estudiosos do Direito Eleitoral brasileiro. E foram além do permitiria o bom senso republicano.
Como até agora era regra vigente, a coligação traduzia a falência do sistema partidário na medida em que infundia vigor político àquelas agremiações partidárias sem maior representatividade social, os tais “partidos nanicos”( ou nanopartidos, como dizemos) cujas existências servem unicamente aos propósitos de serem legendas de aluguel para benefício financeiro de seus ‘donos’. 
Nas eleições parlamentares, os nanopartidos sempre foram balcões para venda de legendas a candidatos inexpressivos ou para negociatas que envolveriam tempos ínfimos de propaganda eleitoral nas mídias eletrônicas, algo sempre atraente para os grandes partidos, sobretudo nas eleições majoritárias: quanto maior a ‘sopa de letrinhas’ montada por um candidato a prefeito, governador ou presidente da República, mais espaço abiscoitavam no “horário eleitoral” transmitido obrigatoriamente pelas emissoras de rádio e televisão.
Isto resultava, quase sempre, nas eleições de candidatos que sem as tais coligações jamais conseguiriam ocupar cadeiras nos parlamentos municipais, estaduais ou no Congresso Nacional. Assim, na sombra desse engenhoso ardil legal, pessoas têm sido eleitas para relevantes cargos políticos sem o bafejo na necessária legitimidade representativa. Com efeito, as coligações não passam de alianças eleitorais que os partidos fazem entre si para aumentar suas chances de obter resultados positivos nas urnas, como se vê do artigo 6º, da Lei das Eleições (Lei nº 9.504/1996): “É facultado aos partidos políticos, dentro da mesma circunscrição, celebrar coligações para eleição majoritária, proporcional ou para ambas, podendo, neste último caso, formar-se mais de uma coligação para a eleição proporcional dentre os partidos que integram a coligação para o pleito majoritário.” É bem certo que sua existência se justifica nos pleitos majoritários para prefeito, governador e presidente da República e até de senador, jamais nas eleições proporcionais para deputado (estadual, distrital e federal). 
O mais grave é que a coligação sempre reunia candidatos e partidos sem qualquer afinidade política e ideológica, ademais desse arranjo ter “a duração da rosa de Malherbe”: finda a eleição deixa de existir e cada partido segue seu rumo político, o que resulta em enorme déficit de legitimidade na representação política, além de enfraquecer os partidos.
Assim, depois de sobreviver a inúmeras reformas políticas a coligação tem um ponto final, ao menos com esse nome e as características afiguradas na Lei nº 9.504/1996. A inventividade sem limites dos nossos deputados federais, todavia, pariu outro monstrengo que nada mais é que a velha coligação vestida de nova roupagem: a federação partidária. E que diabos é isso? 
Na explicação extraída do informativo da Câmara dos Deputados a tal federação é o sistema que “permite que os partidos com maior afinidade ideológica e programática se unam para atuar de maneira uniforme em todo o País e, ao mesmo tempo, contribui para que os pequenos partidos ultrapassem a cláusula de barreira. Ela funciona como uma forma de agremiação partidária, formada até quatro meses antes das eleições. Durante três anos, eles deixarão de atuar como partidos isolados e passarão a agir como se fossem um único partido. Hoje um partido pode se coligar com outro para uma eleição e desfazer a união logo em seguida. As coligações na eleições majoritárias (para prefeito, governador, senador e presidente da República) continuarão a valer.” 
A roda girou, girou e voltou para o mesmíssimo lugar. Em suma, ‘leopardamente’, foi mudar para deixar tudo com antes. E permanecerem intocados os interesses de uma elite política pervertida, atrasada e não menos impatriótica que sabe o óbvio: tanto faz bater na cabeça como em cima do chapéu que a cobre. Coisas deste Brasilsão desembestado, quase sempre de ladeira a baixo.

Estoque de sangue em Natal está nas últimas

Com estoque crítico, o Hemocentro do RN (Hemonorte) está convocando doadores que doam sangue regularmente e sensibilizando a população do Estado para abraçar esta causa e aumentar o número de bolsas de sangue.

No momento a Unidade conta com pouco mais de 200 bolsas, o que está comprometendo as demandas transfusionais. Para normalizar o estoque o Hemonorte precisa ter diariamente 600 bolsas de sangue prontas para uso.

Doar sangue é um ato voluntário e seguro que não provoca risco ou prejuízo à saúde. Para doar é preciso que a pessoa tenha de 16 a 69 anos, esteja em boas condições de saúde e pese mais de 50 quilos. Recomenda-se evitar o consumo de alimentos gordurosos quatro horas antes da doação. A ingestão de bebidas alcoólicas tem de ser interrompida 12 horas antes da doação.

Os interessados devem comparecer ao Hemonorte, localizado na Av. Alexandrino de Alencar, 1800, Tirol, (próximo ao Parque das Dunas/Bosque dos Namorados) – de segunda a sábado, das 7h às 18h ou ao Posto de coleta fixo da Zona Norte (Biblioteca Américo de Oliveira) – Av. Itapetinga, 1430, Conj. Santarém - de segunda à sexta, das 8h às 17h e sábado de 8h às 12h.
Nota distribuída pelo Hemonorte.

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Artigo de Heitor Scalabrini Costa, prof. da UFPE

Argumentos mentirosos 
para privatizar a Eletrobras 

Heitor Scalambrini Costa
Professor aposentado da UFPE

A palavra privatizar é definida como: “realizar a aquisição ou incorporação de (empresa do setor público) por empresa privada”, “colocar sob o controle de empresa particular a gestão de (bem público)”. 
Foi  anunciado  recentemente pelo atual governo golpista (sem voto, sem credibilidade popular) a aceleração do processo de depredação e entrega do patrimônio público com um amplo programa de privatizações, que pretende transferir áreas de mineração e exploração de petróleo e gás (incluindo o pré-sal), usinas e empresas de energia, portos, ferrovias e outros.
O que teria então demais que uma empresa pública (de todos) fosse adquirida por uma empresa privada (de alguns)?
Existem setores estratégicos em um país que devem ser conduzidos, geridos pelo Estado. Setores esses essenciais a soberania do país, a conquista de direitos alienáveis. O setor elétrico é um deles. E vários países chamados desenvolvidos entendem assim (França, Alemanha, Austrália, …).
Uma das empresas arroladas na privatização é a Eletrobras, a maior companhia do setor de energia elétrica da América Latina, atuando no segmento de geração, transmissão e distribuição, controlando 15 subsidiárias. É uma empresa de participações que tem 50% do capital social da Itaipu Binacional. Além disso, diretamente ou através de subsidiárias, possui participação em mais de 170 Sociedades de Propósito Específico (SPE). Entre 2012 e o primeiro trimestre de 2016 distribuiu a seus acionistas mais de R$ 9 bi de dividendos e juros sobre capital próprio.
A justificativa para a privatização desta empresa é a de melhorar a eficiência, a qualidade e diminuir as tarifas; além de abater a dívida pública. Todavia, experiências recentes, vindas do governo FHC, mostraram que com as privatizações realizadas naquele governo (mesmos personagens que comandaram o processo de privatização na época, o fazem hoje no governo golpista), que a dívida pública só aumentou, as tarifas aumentaram muito acima da inflação e aconteceu o racionamento.  Esta foi a consequência direta da privatização de parte importante do setor elétrico (toda distribuição, parte importante da transmissão, e uma pequena parte da geração).
É uma afronta a inteligência de qualquer cidadão/cidadã deste país o discurso do serviçal ministro de minas e energia, que desavergonhadamente, mente a nação brasileira sobre os benefícios de privatizar a Eletrobras e outras áreas subordinadas a seu ministério. É  crime lesa-pátria o que este Coelho (pai investigado por crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro) vem patrocinando, amparado por um governo com total falta de legitimidade, que golpeou a democracia brasileira. Esperamos que em algum momento tenha a punição devida.
O ministro borbônico age como mero serviçal dos interesses do mercado, do agronegócio, do capital e do sistema financeiro. Totalmente na contramão dos interesses da maioria do povo brasileiro. Um anti-brasileiro oriundo do sertão pernambucano, que será lembrado pelo entreguismo dos bens públicos em seu curto mandato (esperamos assim). Triste sina para os  petrolinenses!

Secretário estadual de saúde sofre novo golpe

NOTA DE ESCLARECIMENTO 

NATAL (RN), 28 de agosto de 2017. 

         A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) vem a público informar que o secretário George Antunes está, mais uma vez, sendo vítima de golpe praticado por pessoas inescrupulosas que estão pedindo dinheiro para fins escusos, usando inclusive sua foto em mensagens através de celular. O mesmo já tinha ocorrido no último mês de julho.
         A Sesap alerta para que as pessoas fiquem atentas, inclusive fornecedores e prestadores de serviço da área de saúde pública, até porque todas as negociações com relação à Secretaria são tratadas de forma institucional e acordadas pelas partes interessadas. 

Assessoria de Comunicação 
da Secretaria de Estado da Saúde Pública


sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Vereadores de Natal terão recesso menor, esclarece vereadora

Nota de esclarecimento

Como membro da Comissão especial que analisa o regimento interno da Câmara Municipal de Natal, esclareço que o documento que está sendo preparado por um grupo de vereadores com as novas regras do legislativo natalense já prevê a redução do recesso parlamentar. Este foi o principal motivo para que os parlamentares da capital potiguar rejeitassem projeto semelhante apresentado de forma unilateral pelo vereador Sandro Pimentel, na tentativa de se antecipar a maioria da Casa, que de forma coletiva, já decidiu pela mudança a ser incluída no novo regimento, que será votado em breve e com um prazo menor do que o proposto pelo vereador. 

Nina Souza
Vereadora

PPS realiza Congresso Municipal em Natal-RN

O Partito Popular Socialista (PPS) realiza neste final de semana o Congresso Municipal de Natal. O evento será realizado a partir das 10h, do sábado (26), no plenário da Câmara Municipal de Natal, para iniciar as discussões da legenda em torno das eleições de 2018.

O evento é o primeiro para montagem do projeto do partido para as eleições do próximo ano. De acordo com a suplente de deputada estadual pelo PPS, Laura Helena, esse é o primeiro passo para escutar as bases e montar um projeto sólido para as eleições do próximo ano.

O PPS trabalha para aprofundar as reformas do estado brasileiro no sentido de promover o desenvolvimento e combater a corrupção. Nosso objetivo é construir alianças que fortaleçam o centro democrático e evite a polarização entre os extremos de direita e esquerda", destacou ao lembrar que o evento terá a presença de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores do interior. 
Texto e encaminhado por Marcius Valérius (Grifo Comunicação).

"Acima da ideologia está a familia" - diz jovem comunista cubano

- Acima da ideologia está a nossa família - disse o jovem Elian Gonzalez, o garoto cubano sobrevivente único do naufrágio do barco em que sua mãe. com outros compatriotas, tentavam escapar do seu país em 1999.
Ele fez essa afirmação referindo-se aos familiares que o acolheram em Miami, após ser salvo pela guarda costeira.
Na época, Elian tinha 5 anos de idade. Voltou para o seu país por decisão judicial e hoje é um dos mais influentes integrantes da Juventude Comunista Cubana.
Segundo reportagem no portal espanhol ABC, seu pai - Juan Miguel González - principal responsável pela batalha judicial que lhe assegurou a guarda do filho em Havana, também externa ponto de vista semelhante, defendendo uma convivência pacífica entre as duas alas da família - a de Miami e a de Havana - "eles com seus ideais e nós com os nossos".
CLIQUE AQUI para ler a reportagem em espanhol.

INSS começa a pagar 1ª parcela do 13º

Wellton Máximo 
Repórter da Agência Brasil

Mais de 29,2 milhões de aposentados e pensionistas do setor privado começam a receber hoje (25) a primeira parcela do décimo terceiro. O pagamento será feito na folha de agosto e segue até 8 de setembro, conforme o cronograma mensal de depósito dos benefícios.

O decreto presidencial que permitiu a antecipação de 50% do décimo terceiro para agosto foi publicado no fim de julho. Segundo o Ministério da Previdência Social, a medida injetará R$ 19,9 bilhões na economia em agosto e setembro.

O pagamento começará pelos benefícios de um salário mínimo com final 1. Para benefícios superiores a um salário mínimo, a primeira parcela do décimo terceiro só começará a ser depositada em 1º de setembro. O cronograma de liberação está disponível na página do Ministério da Previdência na internet.

Como determina a legislação, não haverá desconto de Imposto de Renda na primeira parcela. O imposto sobre o décimo terceiro somente pode ser cobrado em novembro e dezembro, quando será paga a segunda parcela da gratificação natalina.

Desde 2006, o governo antecipa a primeira parcela do décimo terceiro salário dos aposentados e pensionistas na folha de agosto. Somente em 2015, o pagamento foi adiado para setembro, por causa do ritmo fraco da economia e da queda da arrecadação.

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Próximo livro de Rubens Lemos Filho sairá em setembro

O novo livro do jornalista Rubens Lemos Filho - "Memórias póstumas do Estádio Assassinado - Jogos, craques e lembranças do Machadão" - deverá ser lançado em setembro - anunciou o autor em sua página no Facebook, após reunião com o editor Adriano de Souza.
- Trabalhamos para lançar na segunda quinzena de setembro - especificou Rubinho.
Depois de destacar que "a capa ficou primorosa", deu uma ideia do rico conteúdo do seu trabalho:
- Serão mais de 400 páginas e dezenas de fotos históricas de ídolos como Zé Carlos Olímpico (ABC) e Ivanildo (América) que brilharam nos anos 1970.

Postos de gasolina despertam curiosidade em São Gonçalo

Despertam grande curiosidade em São Gonçalo os dois novos postos de gasolina abertos (quase simultaneamente) na cidade - um logo na entrada e o outro, nas proximidades da Prefeitura.

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Sepultamento de Nair (enfermeira) será amanhã às 16h

O sepultamento da enfermeira Nair Bezerra de Lima, de 78 anos, que faleceu nesta quarta-feira, em São Gonçalo, será amanhã, às 16 horas, no cemitério da cidade.
Nesta noite, o velório de Nair, que era uma pessoa muito querida em todo município pelo trabalho que realizava na área da saúde, está sendo em sua residência, na Rua Pio XII (no centro).
Amanhã, dia 24, o velório será transferido para a sede do Auto Esporte, na entrada da cidade, onde ficará para a celebração de um culto evangélico às 15 horas. Depois, sairá o féretro para sepultamento.
Nair deixa 10 filhos, 22 netos e sete bisnetos.
Seus filhos são - Iaponam, Itamar, Antônio Patrício, Júnior, Niércia, Nélia, Nielma, Elineide, Elisabeth e Elizama.
Estive no velório há pouco acompanhando Poti Neto e Poti Júnior, que tinham grande admiração pela pessoa de Nair e pelo trabalho que ela realizava sem olhar a quem com muito zelo e carinho.



Barcelona: É grande a distância entre a diretoria e o vestuário

O portal espanhol abc.com publica declarações do craque Messi - na sequência da disputa judicial entre o Barcelona e Neymar - nas quais fica evidenciada a distância entre a diretoria do clube e o vestiário (jogadores).
A reportagem é ilustrada por uma foto em que Soarez e Messi estão abraçados a Neymar - que está no centro da ilustração.
CLIQUE AQUI para ler a reportagem.

Curso de fotografia para iniciantes começa sábado

Curso IMPERDÍVEL para quem deseja aprender de uma vez por todas a capturar as coisas bacanas do dia a dia! 📷
Como professor, um dos mestres da fotografia Potiguar, @joaomariaalveshotmail
Apoio cultural @institutobemtevi
Bora fotografar?

Curso MÓDULO INICIANTES:
# 04 Aulas (aos sábados) com teoria e prática - possibilidade de aulas teóricas extras, aos domingos.
# Super excursão fotográfica para fechar o curso.
# Certificado para todos participantes.
# Consultoria durante todo o curso (via e-mail ou Grupo do whats)
# Exposição ao final do curso.
#INVESTIMENTO: R$ 300,00 
# INÍCIO: 26/08
#INFORMAÇÕES: fotografia.aulas@gmail.com
99959-1769 (whats)

Hillary confessa ter se "arrepiado" diante de Trump num debate

A revelação está no seu livro de memórias "What happened" (O que aconteceu) a ser lançado em setembro - revela o portal português Diário de Notícias.
Foi no segundo debate, no quadro em que os candidatos respondiam perguntas dos presentes.
Ele a espreitava, por trás, praticamente em cima dela - fungando no cangote, como se diz popularmente aqui no Brasil.
Hillary Clinton ainda pensou em reagir:
- Sai de cima de mim, seu tarado.
Mas, preferiu manter a calma, sorrir e dar sequência a sua resposta.

Pastoral carcerária de 4 Estados terá reunião em Natal

Coordenadores da Pastoral Carcerária das dioceses dos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Alagoas, se reunirão em Natal, neste final de semana, 25 a 27 de agosto. O encontro vai acontecer no Centro de Treinamento de Ponta Negra e contará com a participação do coordenador nacional da Pastoral, Padre Valdir João Siqueira, de São Paulo.
Os participantes do encontro também estarão numa audiência pública a ser realizada pela Câmara Municipal de Parnamirim, na sexta-feira, 25, às 19 horas. A audiência tratará do sistema carcerário e contará com a participação de Fábio Ataíde Alves, juiz auxiliar da corregedoria geral de justiça do TJRN.
Texto encaminhado pela Passcom-Natal.

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Teto de escola desaba em São Gonçalo

Ao visitar hoje pela manhã a Escola Professora Lauriete Varela da Silva, em Passagem da Vila, São Gonçalo do Amarante, uma equipe do SINTE constatou que parte do teto de uma sala de aula desabou por cima das crianças.
A informação não esclarece se houve vítimas.
Esse desabamento é consequência da falta de cuidado dos administradores com as escolas e o descaso a que é relegado um setor tão fundamental quanto o da educação.
Para completar, assinalam professores de São Gonçalo:
- Temos um dos piores salário do RN. Em um município que fica entre o 3º e o 4º em maior arrecadação.


Procuradora destituída por Maduro vem para o Brasil

Acompanhada pelo marido, o deputado Germán Ferrer, a procuradora geral da Venezuela, Luiza Ortega Diaz, deixou a Colômbia com destino ao Brasil - informa o portal venezuelano El Nacional.
Ortega foi destituída do cargo pelo presidente Maduro, após ter denunciado a quebra da ordem constitucional no seu país, mediante a convocação fraudulenta de uma Assembleia Nacional Constituinte.
Depois, passou a denunciar o presidente Maduro e seu grupo de ter sido subornado pela Odebrecht.

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Cláudio Santos admite aposentadoria, mas não a confirma

O desembargador Cláudio Santos admitiu que poderá se aposentar do Tribunal de Justiça do RN a partir de janeiro, mas não confirmou se já tomou tal decisão.
Na entrevista que concedeu no final de semana ao programa "Pensando bem", que o jornalista Joaquim Pinheiro apresenta toda sexta-feira na TV Câmara-Natal, o ex-presidente do TJ foi questionado sobre tal possibilidade:
- Eu não sei o que vai acontecer aqui no Rio Grande do Norte daqui a um mês...
O desembargador está sendo repetidamente anunciado como um provável candidato ao governo do Estado na eleição do próximo ano. Para que isso pode acontecer, ele terá, necessariamente, que se aposentar. Pois um magistrado em atividade não pde exercer atividade político-partidária.
CLIQUE AQUI para ver o vídeo com a entrevista.

ABC demite o técnico Márcio Fernandes

Soube agora vendo a postagem abaixo feita por Jorge Aldir em sua página no Facebook:

- Como anunciamos no Tocando a Bola primeira edição, Márcio Fernandes não é mais treinador do ABC. Foi demitido agora a pouco.

O preparador físico Ranielle Ribeiro assume o comando dos treinos enquanto a diretoria busca um novo técnico - informa o portal da Tribuna do Norte.

Na nota que publica em seu portal comunicando a saída de Márcio Fernandes, o ABC faz questão de tornar público o seu agradecimento ao técnico despedido.
Aqui está o texto da nota do ABC:
O ABC Futebol Clube informa que Márcio Fernandes não é mais técnico do Mais Querido.
A decisão foi tomada pelo presidente Judas Tadeu e membros da diretoria alvinegra, que se reuniu durante o domingo (20) para avaliar o desempenho do time e os últimos resultados.
O preparador físico Ranielle Ribeiro assumirá o comando dos treinos, enquanto a diretoria busca um novo comandante.
O Clube do Povo agradece a Márcio Fernandes pelos serviços prestados e o deseja sucesso.

Professores de educação básica concorrem a R$ 255 mil em prêmios

Sabrina Craide
Repórter da Agência Brasil

Professores que tenham desenvolvido práticas capazes de contribuir para a melhoria do ensino e da aprendizagem em sala de aula têm até a próxima sexta-feira (25) para se inscrever na 10ª edição do Prêmio Professores do Brasil, promovido pelo Ministério da Educação (MEC). Podem candidatar-se professores da educação básica que atuam em estabelecimentos dos sistemas públicos de ensino federal, estaduais e municipais.

O prêmio é dividido em seis categorias: creche, pré-escola, ensino fundamental (1º ao 3º ano - ciclo de alfabetização), ensino fundamental (4º e 5º anos), ensino fundamental (6º ao 9º ano) e ensino médio. Serão distribuídos R$ 255 mil reais em prêmios, viagens educativas pelo Brasil e pelo exterior, além de equipamentos de informática e de atletismo.

Os vencedores da etapa estadual ganharão placa em homenagem a seu desempenho. Na etapa regional, o prêmio é de R$ 7 mil, troféu, viagem apoiada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) para participação em programa de capacitação na Irlanda e equipamentos de informática com conteúdo educativo para as escolas.

Aqueles que ganharem a etapa nacional receberão R$ 5 mil e troféu. Já a temática especial terá prêmios de acordo com cada uma das quatro áreas, além de participação nos programas Sala de Professor e Salto para o Futuro, da TV Escola, e publicação dos trabalhos

As inscrições podem ser feitas na página do Prêmio Professores do Brasil. Além de um relato sobre a prática pedagógica, devem ser enviados documentos que comprovem a realização do trabalho, como fotos, reportagens, diários de classe e testemunhos que evidenciem a qualidade e os resultados obtidos.

Para mais informações e inscrições, CLIQUE AQUI.

Edição: Graça Adjuto

Show de Neymar no Parque dos Príncipes (2)

O show de Neymar no Parque dos Príncipes (1)

domingo, 20 de agosto de 2017

Artigo de Públio José

OS PRÍNCIPES QUE VIRAM SAÚVA 
                                                               
Públio José
Jornalista

       
As lendas, os contos infantis e as histórias de carochinha nos dão conta de Príncipes que viram sapo, passarinho, cachorro e outros tipos de animais. Mas no Brasil – ah, que país fantástico! – os Príncipes há muito tempo estão virando saúva. É, saúva, aquela formiga grande, que na década de 50 gerou um verdadeiro clamor nacional a favor da sua extinção (lembram-se do slogan “Ou o Brasil acaba com a saúva, ou a saúva acaba com o Brasil?”). Naquele tempo a frente de batalha fora aberta contra o pequeno animal em função da sua incontrolável capacidade de destruir tudo que encontrasse pela frente. Dotada de presas de uma eficiência extraordinária, a saúva assustou o meio rural brasileiro, ainda carente de modernas tecnologias necessárias ao combate das pragas no campo, pelos enormes prejuízos que causava com a sua fome desmesurada. Milho, café, e outras preciosas culturas, sucumbiam diante da poderosa formiga.

        Com o passar do tempo, os problemas criados pela saúva foram tomando uma dimensão administrável, novas tecnologias foram surgindo, seu combate foi ficando a cada dia mais eficaz – e ela deixou de ser o bicho-papão que se prenunciava. Mas ao se retirar do palco das emoções nacionais, a saúva deixou um herdeiro muito mais poderoso: o mau político, o tal do homem público corrompido. São os Príncipes de que nos fala Maquiavel. Para efeito externo parecem perfeitos. Bem vestidos, bem arrumados, falantes, envolventes. Interiormente, entretanto, deixam muito a desejar. Têm funções de comando, influenciam, administram muito dinheiro e, em todo momento, mexem com a vida de milhares e milhares de pessoas. Segundo a Bíblia são instituídos por Deus para exercer autoridade. Deveriam, como se vê, encarnar o papel de Príncipes tanto do ponto de vista político como no tocante ao espiritual. Mas nem sempre é assim...
        A diferença visual entre o Príncipe e a saúva é gritante.         Moralmente a diferença deveria permanecer. Mas tem muito Príncipe trocando o caráter e as vestes de Príncipe, talares, solenes, majestáticas, espiritualmente abençoadas, pela vestimenta obscura, fétida, e moralmente desprezível da saúva. O Príncipe foi entronizado para edificar, construir, solidificar, consolidar, fortalecer. A saúva só existe para prejudicar, danificar, impedir, trabalhando tão somente em função de si mesma. À saúva pouco importa o que acontece quando, através de suas presas afiadas, põe abaixo a folha que dá sustentação ao fruto. A ela pouco importa se seu gesto vai gerar a fome ou a escassez de provisão para alguém. Ela quer cortar, se locupletar, cuidar do que é seu, levar suas vantagens. Quando um Príncipe vira saúva o estrago que causa à sociedade é enorme. De construtor passa a predador – e muitos sofrem em função dessa mudança.
                                   
       Ah! Ia esquecendo de ressaltar a questão do cheiro. O Príncipe usa os melhores perfumes, as essências mais refinadas. Sua aparência exterior tem de estar em dia com os manuais da moda, da etiqueta, do social. O perfume que exala é muito importante para causar boa impressão. Já a saúva... Tem o cheiro do subterrâneo, do porão, de lugares escondidos, mal cheirosos, putrefatos. As obras do Príncipe são idealizadas à luz do sol e concretizadas para o bem comum. As obras da saúva se escondem da luz. Tudo que corta e carrega é levado para as sombras – para uso exclusivamente seu. Mas o destino é cruel com a saúva. Ela nunca deixará de ser saúva. Inclusive de ter as suas péssimas qualidades. Já o Príncipe tem retorno. Pode largar o cheiro, o odor, as vestes e o caráter da saúva e voltar a brilhar, a resplandecer na postura física, moral e espiritual de Príncipe. É só querer. Será que quer?

sábado, 19 de agosto de 2017

Música clássica num teclado opcional.Show imperdível!

Dom Jaime remaneja cinco sacerdotes

Atos assinados pelo arcebispo dom Jaime Vierira Rocha remaneja sacerdotes - informa o portal da Arquidiocese:
1 - Padre Inácio Lopes Filho deixa a função de pároco da Paróquia de Santana, em Santana do Matos, para assumir a função de vigário paroquial na Paróquia de Santa Maria Mãe, no Conjunto Santa Catarina, em Natal.
2 - Padre Francisco Clodoaldo Leitão de Farias sai da Paróquia de Nossa Senhora das Graças, em Afonso Bezerra, para ser pároco na Paróquia de Santana, em Santana do Matos.
3 - Padre Antônio Marinho da Silva Neto, até então vigário paroquial da Paróquia de Santa Rita de Cássia, em Santa Cruz, assumirá a função de administrador da Paróquia de Nossa Senhora das Graças, em Afonso Bezerra.
4 - Padre Lenilson Silva das Chagas sai da Paróquia da Imaculada Conceição, em Lagoa Salgada, para ser o novo pároco da Paróquia de Santa Teresinha, em Tangará.
5 - Padre João Batista de Lima foi transferido da Paróquia de Santa Teresinha, em Tangará, para a função  de pároco da Paróquia da Imaculada Conceição, em Lagoa Salgada.

Veja aqui a entrevista do Des. Cláudio Santos na TV Câmara Natal

Artigo de Paulo Afonso Linhares

TIRO NO PÉ

Paulo Afonso Linhares

Alguns dos monstrengos jurídicos que mais precarizam direitos fundamentais são crias da malsã ideologia do politicamente correto. Sem descer a outros exemplos polêmicos, que excederiam em muito o limitado espaço reservado a esta reflexão singela, tudo para evitar a preconceituosa acusação de estar a produzir as tais “braguilhas de padres”, aqueles longos, chatos e não menos repudiados escritos pelos antigos editores de jornais e elevados à categoria de verdadeiros delitos nos padrões das poderosas “redes sociais”. Agora é tout court, sem miçangas ou bijuterias literárias.
Pois é, o idiota credo do ‘politicamente correto’, no Congresso Nacional e fora dele, tanto repudiou o financiamento de campanhas políticas e candidatos por pessoas jurídicas - que, aliás, se mostraram como difíceis de controlar num país de larga tradição paternalista, como o Brasil - que findou grafando na lei uma peremptória proibição disto que, na democracias ocidentais, é plenamente aceitável, porém, segundo rígido receituário ético-jurídico. Nos EUA, uma empresa que acredita no ideário republicano, pode investir razoáveis somas nas campanhas políticas dos candidatos republicanos. Tudo rigorosamente aferido segundo as leis eleitorais e tributárias vigentes. O melhor de tudo é que o financiamento de campanhas políticas e candidatos termina como algo ínsito ao sistema e não contra ele.
Cavalgando o vicioso “modus” brasileiro, “todo mundo quer ser candidato, desde que alguém banque”. Só que, pela legislação atual, estão proibidas as resmunguentas doações de campanha. Com base nessa premissa, deputados federais cogitam na criação de um fundo público para financiamento de campanhas eleitorais no elevado valor de R$ 3,6 bilhões, a ‘alternativa’ às doações de pessoas jurídicas, atualmente proibidas. O primeiro obstáculo a ser enfrentado é financeiro, levando-se em conta a gravíssima crise fiscal por que passa o Estado brasileiro e que projeta para os próximos três anos um monumental déficit da ordem de meio trilhão de reais somente no âmbito da União. 
O modo de distribuição desses recursos entre partidos políticos e candidatos certamente ensejaria muitas mutretas, a exemplo do que ocorre hoje com o Fundo Partidário (Fundo Especial de Assistência Financeira aos Partidos Políticos): alguns ‘donos’ de partidos políticos vivem como marajá à conta dos repasses duodecimais - a cota anual de cada partido é dividida em 12 partes iguais e disponibilizadas mensalmente - destinados às agremiações partidárias sob responsabilidade do Tribunal Superior Eleitoral que, nos termos da legislação vigente, destina 5% dos recursos anuais do Fundo Partidário a todos os partidos políticos registrados e os 95% são distribuídos entre os partidos de acordo com o número de votos recebidos nas eleições para a Câmara dos Deputados (artigo 41-A, da Lei nº 9.096/1995, com a modificação da Lei nº 11.459/2007). Previsto no artigo 17, §3º, da Constituição Federal, esse Fundo é constituído pelas dotações orçamentárias da União, multas e penalidades pecuniárias aplicadas pela Justiça Eleitoral, além de doações de pessoas físicas e jurídicas e por outros recursos financeiros que lhe forem atribuídos por lei. 
Em 2017, o valor em orçamento do Fundo Partidário é de R$ 819 milhões. Os dez partidos que mais recebem esses recursos são PT, PMDB, PSDB, DEM, PP, PSB, PDT, PTB, PR e PPS, além dos 27 outros que, em sua maioria, são chamados “nanicos”, mas, igualmente participam dessa festança bancada pelos contribuintes. A proposta aprovada na comissão da reforma política da Câmara dos Deputados vai ‘turbinar’ o já vultoso Fundo Partidário e, claro, ampliar em muito os casos de corrupção. Assim, as perspectivas são sombrias quanto a essa forma de financiamento de campanhas eleitorais e partidos políticos, a ponto que levará certamente à conclusão de que menos danoso seria manter o sistema anterior das doações de pessoas jurídicas, desde que construídos mecanismos eficientes de controle dessas atividades, como ocorre nas maiores democracias do mundo. 
Aliás, o financiamento público de partidos políticos e campanhas eleitorais projeta uma contradição enorme que atinge a própria concepção associativista dessas instituições, segundo previsto no §2º do artigo 17 da Constituição da República (“Os partidos políticos, após adquirirem personalidade jurídica, na forma da lei civil, registrarão seus estatutos no Tribunal Superior Eleitoral”). Ora, a despeito ser o partido político uma pessoa jurídica privada, será inevitável que se torne genuíno órgão público se mantido basicamente por verbas estatais, o que não deixa de ser um enorme retrocesso. Claro, se recebe dinheiro público deve, obrigatoriamente, ser fiscalizado pelos órgãos de controle. E não poderia ser diferente.
Certo é que a reação desencadeada pela proposta de aumento exponencial do Fundo Partidário poderá impor um recuo na votação desse ponto da reforma política na Câmara dos Deputados. Talvez até nem haja tempo de se construir um novo modelo de financiamento de campanha até às eleições de 2018 que, por isso mesmo, serão atípicas pela escassez do dinheiro que tradicionalmente azeitava as máquinas partidárias e pode possibilitar uma inédita renovação política nos diversos níveis. 
O nivelamento por baixo - todos os candidatos com pouco ou nenhum dinheiro - certamente vai encorajar muitas candidaturas mais legítimas e autênticas, com inegáveis ganhos para o processo político-eleitoral. Ao revés, adotado que seja o bilionário financiamento público de campanhas eleitorais, nos moldes aprovados pela comissão da reforma eleitoral na Câmara - dinheiro que faltará para o custeio de políticas públicas mais prioritárias nas áreas da saúde, educação, segurança - a tendência é a da manutenção das viciadas e carcomidas estruturas da política tradicional, detentoras que são do controle da mídia e dos partidos políticos. Ao fim e ao cabo, o desejo coletivo de ética na política, de um definitivo basta no abuso do poder econômico e político nas eleições, tão dramaticamente expostos nestes tempos de mensalões e lavajatices de escancaradas delações, terminará como um grotesco e inglório tiro no pé. Culpa destas besteiras politicamente corretas. Arre!

Curso de fotografia com aulas aos sábados. Aproveite!


Flagrantes do lançamento do livro de Terceiro Dantas em Parnamirim

Pastor Gibson, da Sociedade Bíblica do Brasil, no lançamento do Livro a "ÚLTIMA HORA", do jornalista Terceiro  Dantas, noite de sexta-feira, na abertura do 2º Congresso de Missões DEMID/ADPAR, em Parnamirim/RN, organizado por Renielton Fernandes.
O pastor Elinaldo Fernandes, presidente da Assembleia de Deus em Parnamirim também prestigiou o lançamento e foi levar o seu abraço e o seu incentivo ao jornalista Terceiro Dantas.

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Cláudio Santos defende o fim das justiças Eleitoral e do Trabalho

O desembargador Cláudio Santos defende um amplo enxugamento da máquina pública brasileira - incluindo o próprio Poder Judiciário que deve encontrar uma maneira de extinguir as justiças Eleitoral e do Trabalho. 
Essa seria uma das medidas destinadas a reduzir o gasto do dinheiro público para operacionalizar a máquina do Judiciário.
Segundo assinalou, a Justiça Brasileira é uma das mais caras do mundo.
Santos foi entrevistado na noite desta sexta-feira no programa "Pensando bem", conduzido pelo jornalista Joaquim Pinheiro, na TV Câmara Natal.
O programa será reapresentado amanhã, sábado, dia 19, no horário das 20,30 horas.
Cláudio Santos entende que o Poder Público deve dedicar-se a atender àquilo que é básico e fundamental para a população - Segurança, saúde e educação.
Indagado, no âmbito estadual, se defende a privatização da Companhia de Água e Esgotos (Caern) respondeu afirmativamente sem titubear.
Para ele, no momento, a prioridade nº 1 do Estado deve ser o restabelecimento da pontualidade do pagamento. Não, através de empréstimo; mas do enxugamento da máquina e se, necessário, através da venda de ativos.
O desembargador evitou responder se pretende se candidatar ao governo do RN no próximo ano, assinalando entender que a colocação do seu nome como hipotético candidato decorre, especialmente, no trabalho que desenvolveu como secretário de Segurança - na gestão da falecida governadora Wilma de Faria.
Disse que, como secretário se segurança, arranjou o dinheiro em Brasilia, licitou e adquiriu para 600 viaturas para as instituições policiais.
Quando presidente do Tribunal de Justiça, em maio do ano passado, Cláudio Santos disse ter repassado ao Governo do Estado R$ 20 milhões com a finalidade específica de construir um presídio.
- Tomei essa iniciativa porque já sabia que a segurança pública ainda vai piorar muito, se ainda é possível piorar.
E lamentou que, mais de um ano depois, não se tem notícia - sequer - se o governo providenciou o projeto para a construção do referido presídio.
Para ver o vídeo da entrevista, CLIQUE AQUI.

Caricaturas de Túlio Ratto serão expostas na OAB-Natal

As caricaturas do ilustrador, chargista e caricaturista Túlio Ratto estarão em exposição na OAB Natal no próximo dia 24.

Cláudio Santos dá entrevista na TV Câmara-Natal

O desembargador Cláudio Santos é o convidado desta sexta-feira, 18, do programa "Pensando bem", que o jornalista Joaquim Pinheiro conduz toda sexta-feira, às 18 horas, na TV Câmara-Natal.
Pinheiro também me convidou para fazer algumas perguntas. Estarei lá.

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Igreja convoca Jornada de Oração pelo Brasil

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) convida a todos para uma Jornada de Oração pelo Brasil, a ser realizada nas comunidades, paróquias, dioceses e regionais do país, de 1º a 7 de setembro próximo. Os bispos decidiram mobilizar os cristãos, por meio da oração, após a análise da realidade brasileira feita na última reunião do Conselho Episcopal Pastoral da entidade, dias 10 e 11 de agosto.
O Dia de Oração e Jejum sugerido é o dia 7 de setembro, data que marca a Independência do Brasil. Além da carta, enviada a todos os bispos brasileiros, foi enviada também uma oração (confira abaixo), a mesma enviada por ocasião da celebração de Corpus Christi, com uma pequena adaptação na última prece.
Segundo o bispo auxiliar de Brasília e secretário-geral da CNBB, dom Leonardo Steiner, a Jornada de Oração é uma oportunidade para que os cristãos e pessoas de boa vontade que querem um Brasil melhor, mais fraterno e não dividido se unam.



Veja a íntegra da oração:

JORNADA DE ORAÇÃO PELO BRASIL

Semana da Pátria
1º a 07 de setembro de 2017
07 de setembro – dia da Pátria: Vida em primeiro lugar
“A paz é o nome de Deus” (Papa Francisco)


Diante do grave momento vivido 
por nosso país, 
dirijamos nossa oração a Deus, 
pedindo a bênção da paz para o Brasil.

Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil!

Vivemos um momento triste, marcado por injustiças e violência. Para construirmos a justiça e a paz, em nosso país, necessitamos muito do vosso amor misericordioso, que nunca se cansa de perdoar.

Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil!

Estamos indignados, diante de tanta corrupção e violência que espalham morte e insegurança. Pedimos perdão e conversão. Nós cremos no vosso amor misericordioso que nos ajuda a vencer as causas dos graves problemas do País: injustiça e desigualdade, ambição de poder e ganância, exploração e desprezo pela vida humana.

Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil!

Ajudai-nos a construir um país justo e fraterno. Que todos estejamos atentos às necessidades das pessoas mais fragilizadas e indefesas! Que o diálogo e o respeito vençam o ódio e os conflitos! Que as barreiras sejam superadas por meio do encontro e da reconciliação! Que a política esteja, de fato, a serviço da pessoa e da sociedade e não dos interesses pessoais, partidários e de grupos.

Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil!

Vosso Filho, Jesus, nos ensinou: “Pedi e recebereis”. Por isso, nós vos pedimos confiantes: fazei que nós, brasileiros e brasileiras, sejamos agentes da paz, iluminados pela Palavra e alimentados pela Eucaristia.

Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil!

Vosso filho Jesus está no meio de nós, trazendo-nos esperança e força para caminhar. A comunhão eucarística seja fonte de comunhão fraterna e de paz, em nossas comunidades, nas famílias e nas ruas.

Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil!

Neste ano em que celebramos os 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida, queremos seguir o exemplo de Maria, permanecendo unidos a Jesus Cristo, que convosco vive, na unidade do Espírito Santo.

Amém!
(Pai nosso! Ave, Maria! Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo!)

Livro sobre missões evangélicas será lançado em Parnamirim

O livro “A ÚLTIMA HORA! Para a igreja fazer missões", do escritor evangélico Terceiro Dantas, será lançado na próxima sexta-feira, dia 18, na templo sede da Assembleia de Deus, em Parnamirim, às 19 horas, paralelamente, à solenidade de abertura do 2º Congresso e Feira de Missões da ADPAR.
Entre outras lideranças do mundo evangélico, estão confirmadas as presenças do Pastor Elinaldo Renovato, do missionário José Satírio dos Santos (da Colômbia), missionária Samira Santos e Pastor Abdênego Xavier.

APRESENTAÇÃO 
A apresentação do livro é do presidente da Assembleia de Deus em Campina Grande, pastor Daniel Nunes, que assim a inicia:
"A última hora não é um tratado qualquer. Não é algo nascido no campo das especulações teológicas, mas, uma obra de grande valor. Pois o autor passeia, com rara habilidade por temas que aguçam nossa curiosidade histórico-cristã, levando-nos a reflexões profundas sobre a urgência de se fazer missões. E não somente isso: mas nos aponta tanto o caminho certo para a realização da obra mais sublime, que é a pregação do glorioso Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo, como também, mostra-nos os lugares que mais carece hoje de serem alcançados por essa graça".
Em seguida acrescenta: 
- O Título do livro aguça a atenção de todos os leitores - “A Última Hora”. Pois, vem como um alerta a todos nós, dizendo que não há tempo para perca de tempo. Há também um teor apocalíptico, porém, com destreza, o autor não nos leva por lugares insidiosos e de difícil compreensão, mas, se deleita em esclarecer com precisão os fatos, para que qualquer leitor; seja ele leigo ou não, possa entender o seu conteúdo sem muito esforço. 
O pastor Daniel Nunes prossegue:
- Entendo que todo aquele que ama a obra missionária, e deseja cumprir o Mandamento de Deus, ao ler esse livro, sentirá arder ainda mais forte a chama em seu coração. Quem sabe despertará em outros o desejo pelos campos de missões, e através do mesmo, muitas almas serão salvas, e o Nome do Senhor Jesus será glorificado, pois esse é o principal e maior propósito de tudo o que fazemos. 

VENDAS
O livro vai ser vendido nas livrarias cristãs da Grande Natal. Melhores informações: 9 9619 9848(whatsApp) ao preço de R$ 29,90. Na noite do lançamento haverá um desconto especial e o preço será de apenas R$ 20,00.



Título: A ÙLTIMA HORA
Autor: TERCEIRO DANTAS
Editora: EL-SHADDAY
Edição: 1ª/2017
Páginas: 115
Altura: 21 cm x Largura: 14,8 cm
Miolo: COLORAÇÃO: PRETO E BRANCO (CAPA COLORIDA)
Acabamento: LAMINAÇÃO BRILHO DA 1ª CAPA
Tipo de papel: Offset 90g
Impressão: UNIGRÁFICA

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Secretária de Segurança do RN queixa-se da bancada federal

Entrevistada na TV Ponta Negra nesta terça-feira, a secretária de Segurança do RN, Sheila Freitas, queixou-se dos deputados e senadores do Estado que não usam as emendas orçamentárias a que têm direito, para ajudar a combater a situação de guerra em que vive o Rio Grande do Norte.
- Teve uma deputada que apresentou uma emenda destinada a construir submarino. Tudo bem que a Marinha precisa, mas ela foi eleita para representar o Rio Grande do Norte.
Outra ajuda que os parlamentares federais poderiam oferecer seria na defesa de uma legislação mais dura na punição dos crimes.
- Hoje o preso levado a uma delegacia, se for primário, sai de lá primeiro do que o policial que o levou, pois o policial precisar ficar preenchendo os formulários da burocracia.
Segundo Sheila Freitas, sua pasta está priorizando por esses dias a proteção ao patrimônio, tentando diminuir o número de roubos em residências e assaltos (a automóveis) que só tem feito aumentar nos últimos dias.
CLIQUE AQUI para acessar o vídeo da entrevista da secretária Sheila Freitas com a jornalista Margot Ferreira.
Secretária Sheila Freitas na TV Ponta Negra

Vídeo: Segurança do RN está descontrolada, diz Agripino no Senado


Natal, hoje, vive estado de guerra, afirma José Agripino no Senado

O senador José Agripino afirmou hoje, no senado, que o Rio Grande do Norte, a partir de Natal, está vivendo em estado de guerra.
- Ninguém mais tem coragem de sair de casa - proclamou.
Assinalou que vai convidar seus colegas senadores e a bancada na Câmara para irem ao presidente Temer o quanto antes.
A visita é para pedir que a Guarda Nacional tenha uma presença mais efetiva nas ruas de Natal e do interior.

Texto do pronunciamento

Transcrevo a fala do senador José Agripino:

"Senhor presidente:
A onda de violência está hoje como nunca esteve. Em níveis que deixam a sociedade organizada absolutamente em choque.
A situação, senador Eunício, a situação da sociedade potiguar, da capital e do interior, hoje, é de estado de choque. Está em estado de choque. Por que?
Porque o ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado - eu ví o video - teve o carro fechado por assaltantes, ao lusco-fusco; os assaltantes tiram o ex-presidente do TCE do carro com os dois filhos, deixam os três sujeitos, à própria sorte, a serem assassinados, por sorte conseguem se livrar - e vão embora. 
Daí a pouco pegam um médico - Airton - e dão um tiro na boca de Airton, um homem de 89 anos de idade, uma referência na medicina potiguar.
E esses exemplos se repetem com desembargadores do Tribunal de Justiça, com médicos, com engenheiros, com pessoas do povo, com todo mundo.
Ninguém mais tem coragem de sair de casa. É espírito de beligerância. Natal, hoje, vive estado de guerra. É uma coisa absolutamente revoltante e inédita. Infelizmente digo: O governo perdeu o controle. O governo do Estado perdeu completamente o controle do dispositivo de segurança. 
Eu vou tomar a iniciativa de convidar os senadores e deputados federais do meu Estado para irmos ao presidente da República pedir a ele a presença ostensiva da Força Nacional, como elemento de sovrevivência. 
Eu nunca vi. Eu fui duas vezes governador, prefeito, e sou senador pelo quarto mandato, eu nunca vi o meu Estado, a minha sociedade, da capital e do interior, tão inquieta com a questão da segurança. As pessoas têm medo de ir e vir. Os assassinatos, os roubos, os arrombamentos são frequentes. É o que funciona o tempo todo, é o que acontece o tempo todo. Perdeu-se o controle e é preciso que a classe política, que as instituições funcionem e ajam.
Estou fazendo essa comunicação do plenário do Senado, de que nós vamos tomar providências - até em apoio ao que o governo do Estado possa vir a fazer, pedindo ao presidente da República, mais uma vez, uma presença mais permanente ou permanente da Força Nacional em benefício da sobrevivência de pessoas e da tranquilidade de uma sociedade que é pacata: A sociedade potiguar - que está inquieta e pedindo socorro.
Muito obrigado a V. Excelência".

CLIQUE AQUI e veja em vídeo o pronunciamento do senador José Agripino.

Brasil só emplaca 6 universidades entre as 500 melhores do mundo

O Brasil emplacou seis universidades no Ranking das 500 melhores do mundo elaborado anualmente pela Consultoria Chinesa Shanghai Ranking Consultance.
As universidades brasileiras que entraram no listão foram a USP - em 151º; a Federal do Rio de Janeiro e a Unesp, empatadas no 301º; a de Campinas e as federais de Minas e do RS, empataram no último grupo, que reúne as universidades classificadas no 401º lugar.
Os cinco primeiros lugares projetam as universidades de Harvard, Standford, Cambridge, Massachusetts Institute of Tecchnology e a California Berkeley.
Segundo reportagem no portal da Época, a Universidade de Harvard encabeça o listão desde a primeira divulgacão em 2003. Portanto, há 15 anos.
Depois - até o 10º lugar vêm: Princeton, Oxford, Columbia, California Institute of Technology e Chicago, de acordo com a reportagem no portal em.com.br
Entre as 100 primeiras do ranking, 48 são dos Estados Unidos. Entre as 500, 135 são dos Estados Unidos, 57 são da China e 38 do Reino Unido - informa reportagem disponível no portal espanhol abc.
Das 500 universidades classificadas, só a primeira colocada, de Harvard, alcançou a marca dos 100 pontos. A segunda (Stanford) ficou com 76,5 pontos; Cambridge, a terceira, marcou 70,9.
As 500 universidades classificadas estão distribuídas por 47 países;